Banner Homepage

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Erótica | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

Montra de Destaques

Referência:13667
Autor:AMORIM, Francisco Gomes de
Título:GARRETT : memorias biographicas. Por... Conservador da Bibliotheca e Museu de Antiguidades Navaes, Socio da Academia Real das Sciencias de Lisboa, do Instituto de Coimbra, da Real Academia Hespanhola de Historia, Tomo I , Tomo II e Tomo III
Descrição:

Imprensa Nacional, Lisboa, 1881-1884. Três volumes de 598, 723 e 717 pags. Encadernação meia inglesa em pele com dizeres a ouro na lombada. Ilustrada com um retrato de Almeida Garret no início do 1.º volume, e com 5 fac-símiles no final do 3º volume, 3 das quais em folhas desdobráveis: do Plano da biografia de Garrett, como ele queria que a fizesse o autor das Memórias; a última carta quedirigiu a Gomes de Amorim; as primeiras quatro estrofes de O Anjo Caído; a última página literária que escreveu - da primeira cena da comédia O Conde de Novion. Miolo com leves picos de acidez e com páginas amarelecidas pelo tempo.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Primeira e mais completa biografia de Almeida Garrett escrita por Francisco Gomes de Amorim.

Excerto da Introdução - O genio dos grandes poetas


"É como a luz do sol o genio dos grandes poetas. O seu clarão brilhante, espalhando-se na terra, aquece e alumia as almas de todos os que encontra. Manifestando-se no livro, astro da intelligencia, afugenta as trevas dos cerebros mais obscuros; esclarece e persuade, até os proprios que não querem convencer-se nem illustrar-se. Na poesia, enternece os insensiveis, arranca lagrimas dos corações mais seccos, risos dos labios mais cerrados, gritos da admiração dos peitos mais frios e indifferentes. É uma força invencivel, que transforma os individuos, subjugando a vontade dos mais rebeldes e o espirito dos mais pertinazes. Denuncia, enfim, a centelha divina, que o Creador poz na mente do homem. Quando o escriptor se chama Homero, Virgilio, Dante, Milton, Camões ou Garrett, os seus poemas atravessarão os tempos e o espaço, cada vez mais admirados e queridos. As suas idéas, similhantes aos raios fulgurosos do rei dos astros, brilharão com o mesmo esplendor com que foram ennunciadas milhares de annos antes! Depois de terem commovido e enthusiasmado as gerações extinctas, demonstrarão ás presentes que nem os seculos depravados, nem as epochas de obscurantismo lhes alteraram a primitiva grandeza e a graça nativa! Filhas do genio, só deixarão de existir quando Deus, destruindo o mundo e chamando a si o ultimo homem, volver tudo ao nada, de onde nos tirou a sua omnipotencia."

 

Preço:90,00€

Referência:13769
Autor:autoria indefinida
Título:Collecção da Legislação Antiga e Moderna do Reino de Portugal.ORDENAÇOENS DO SENHOR REY D.AFFONSO V. 5 Tomos
Descrição:

Na Real Imprensa da Universidade de Coimbra, Coimbra, 1792. Cinco tomos de in-8º de 530, 572 , 564 , 409 e 420 págs. Encadernação coeva em pele com nervuras e dizeres a ouro em casas fechadas na lombada. Algumas páginas apresentam falhas marginais que não prejudicam a leitura do corpo do texto.

PRIMEIRA EDIÇÃO

RARO.

Observações:

Obra que  ocupa uma posição destacada na história do direito português,  as Ordenações Afonsinas constituiam uma espécie de colectânea ou código de leis e outras fontes jurídicas e que reunia toda a legislação em vigor na altura. Com a sua publicação as leis tornaram-se uniformes para todo o país impedindo, desta forma, os abusos praticados pela nobreza no que respeita à sua interpretação, permitindo ao rei amplificar a sua política centralizadora.
Encontram-se divididas em cinco livros todos eles   precedidos de preâmbulo, que no primeiro é mais extenso pois  narra a história da compilação.

    O Livro I trata dos cargos da administração e da justiça.
    O Livro II ocupa-se da relação entre Estado e Igreja, dos bens e privilégios da igreja, dos direitos régios e sua cobrança, da jurisdição dos donatários, das prerrogativas da nobreza e legislação "especial" para judeus e mouros.
    O Livro III cuida basicamente do processo civil.
    O Livro IV trata do direito civil: regras para contratos, testamentos, tutelas, formas de distribuição e aforamento de terras, etc.
    O Livro V trata do direito penal: os crimes e as suas respectivas penas.

As Ordenações recolhem abundantes leis regias, geralmente reproduzidas na íntegra, mencionando o monarca que as promulgou, a data e o local da sua publicação. São, também, numerosas as respostas regias a
artigos ou capítulos das Cortes.

Preço:375,00€

Referência:13693
Autor:autoria indefinida
Título:O IMPÉRIO DO BRAZIL NA EXPOSIÇÃO UNIVERSAL DE 1873 EM VIENNA D'AUSTRIA
Descrição:

Typographia Nacional, Rio de Janeiro, 1873. In-4º de 383-(5) págs. Encadernação meia inglesa modesta em tela. Ilustrado em extra-texto com um mapa desdobrável.

INVULGAR.

Observações:

Obra muito curiosa e informativa,  publicada aquando da Exposição de Viena em 1873 e que aborda  inúmeros tópicos sobre o Império Brasileiro, desde a  organização institucional do regime monárquico ao  relevo do Império, aos rios, às instituições de ensino e ao clima.
Logo na “Advertencia” o livro informa que um dos seus objetivos consistia em atrair imigrantes para o Brasil.

Índice:

Situação e extensão do Brasil; Clima e temperatura; reino animal; Reino vegetal; Reino mineral; Aguas mineraes;População ; Constituição do Brazil ; Divisão do Império ; Força pública ; Arsenaes de guerra e intendencia ; Presidios e colonias militares ; Marinha brazileira ; Pharoes ;Pharoletes ; Fazenda nacional ;Divida publica ; Sistema monetareo do Brazil ; Casa da Moeda ; Commercio ;Vias de communicação ; Imigração e colonisação ; Catechese ; Estrangeiros ; Naturalização ; Academia de Bellas artes ; Bibliothecas ; Theatros.
Cobertura geográfica : Brasil, descrição, Século XIX.

 

Advertencia
“Conhecer exactamente as regiões da America é hoje necessidade dos Estados da Europa, onde superabunda a população.
A uberdade do solo do Brazil e seus variados thesouros de riquezas naturaes offerecem vasto campo a todo o gênero de actividade industrial.
No intuito de demonstral-o e promover a immigração para este Imperio aproveitou-se o feliz ensejo que offerece a Exposição Universal de Vienna d’Austria, tratando-se de rever e melhorar a Breve Noticia impressa em 1867 para a Exposição Universal de Paris.
Trabalhos d’esta ordem não se podem realizar com perfeição, logo nas primeiras tentativas. Acoroçoado o zelo dos auxiliares officiaes, e crescendo a collaboração dos informantes particulares, que já d’esta vez foram elementos de grande proveito, é de esperar obra mais completa nas futuras exposições universaes.
Tendo-se por alvo principal tornar bem conhecido o Imperio do Brazil e esclarecer os immigrantes, procurou-se com todo cuidado dizer somente a verdade."

O mapa de enroems dimensões está dobrado no interior do livro. Tem a seguinte legenda: “ Carta do Império do Braszil reduzida no Archivo Militar em conformidade da publicada pelo Coronel Conrado Jacob de Niemeyer em 1846 e das especiais nas fronteiras com os Estado Limitrophes organizados ultimamente pelo Conselheiro Duarte da Ponte Ribeiro, Rio de Janeiro, 1873 “.

Preço:375,00€

Referência:13634
Autor:BALDAQUE DA SILVA, A. A.
Título:ESTADO ACTUAL DAS PESCAS EM PORTUGAL Comprehendendo a pesca marítima, fluvial e lacustre em todo o continente do reino, referido ao anno de 1886 por… Capitão tenente da armada, engenheiro hydrographo e membro da commissão permanente de pescarias.
Descrição:

Imprensa Nacional. Lisboa. 1891. In-4º de XXXIV-519 págs. Encardernação meia inglesa em pele com dizeres dourados em casas abertas na lombada. Profusamente ilustrado em extra-texto com gravuras representando cenas e técnicas de pesca, apetrechos e modos de utilização para a pratica da pesca e também com  mapas alguns deles desdobráveis, As cromolitografias coloridas representam as  principais taxonomias piscícolas das águas portuguesas. Mapa desdobrável da Carta de Pesca de Portugal realizada pelo autor com uma legenda com a distribuição das principais artes de pesca. Ostenta uma edicatória autógrafa e também assinaturas de posse.

 

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Obra muito exaustiva que traça o quadro da época relativamente ao sector piscatório nacional e que segundo diz o autor no prólogo, é “o produto da observação e estudo directo” efectuado durante dez anos em todas as águas do reino. O livro aborda em catorze capítulos os aspectos considerados essenciais para a compreensão das pescas contemporâneas, seguindo uma metodologia idêntica aos grandes inquéritos que se realizam em toda a Europa marítima neste mesmo período. Baseando as suas investigações acima de tudo na recolha de conhecimentos locais tendo estabelecido um forte grau de proximidade com comunidades piscatórias.

Preço:350,00€

Referência:13557
Autor:CARVALHO, Antonio Joaquim de
Título:OS TOIROS, Poema heroe-Cómico
Descrição:

Typografia Nunesiana, Lisboa, 1796. In-8º de X-89 págs. Encadernação coeva em carneira com dizeres em rótulo de pele na lombada. Guardas em papel marmoreado da época. Papel mantendo a sonoridade original.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

RARO.

Observações:

Um dos mais apreciados poemas herói-cómicos da nossa literatura que explora  o ridiculo de alguns episódios tauromáquicos. É um poema em quatro cantos e é considerado o melhor trabalho deste autor conhecido como "poeta jocoso".
Inocêncio I, 159. “Presumo que fosse natural de Lisboa; porém não o affirmo por falta de noticias certas. Parece que exercera em principio a arte de cabelleireiro, a qual deixou depois pela profissão de mestre de dança. Morreu octogenario, quasi cego e pobrissimo em 1817, morador na rua do Crucifixo; e que fora sepultado na ermida da Victoria. Não declara porém a sua naturalidade, nem os annos que tinha quando morreu. Os Touros: Poema heroi comico. Ibi, na Typ. Nunesiana 1796. 8.o de X 89 pag. - Ibi, na Imp. de João Nunes Esteves 1825. 8.o de 52 pag. Este poema em quatro cantos, em oitava rima, passa entre os criticos por uma das melhores, se não pela melhor de todas as produções do auctor. Alguns chegaram até a duvidar de que fosse obra só dele, e disse se que Belchior Manuel Curvo Semedo o polira e retocara antes da impressão'

Preço:95,00€

Referência:13681
Autor:CASTRO, Damião António de Lemos Faria e
Título:HISTORIA GERAL DE PORTUGAL E SUAS CONQUISTAS. Offerecida à Rainha Nossa Senhora D. Maria I
Descrição:

Na Typografia Rollandiana, Lisboa, 1786-1804. vinte volumes de in-8º . Encadernação inteira em pele com dizeres a ouro na lombada.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

.

Observações:

Obra monumental sobre a História de Potugal, escrita no século XVIII por Damião António de Lemos Faria e Castro, onde o autor critica ferozmente a parte mitológica da História nacional, recorrendo-se habitualmente às opiniões  de historiadores franceses e espanhois, mas não deixa de mencionar detalhadamente essa mitologia.

 

Preço:395,00€

Referência:13635
Autor:DEROUET, Luís
Título:ÁLBUM REPUBLICANO
Descrição:

Typographia Adolpho de Mendonça, Lisboa, 1908. In-4º de 161 folhas. Encadernação editorial em tela, um bocado cansada, com ilustração de teor republicano nas pastas. Profusamente ilustrado.

PRIMEIRA EDIÇÃO.
INVULGAR

Observações:

Álbum de retratos e biografias dos principais activistas e também de alguns jornais republicanos que foi publicado em fascículos trimensais a partir de 1907, encerra retratos e biografias de  personalidades como Joaquim Teófilo Braga, Manuel José Arriaga Brum da Silveira, Bernardino Machado, Afonso Costa, António José de Almeida e Abílio Manuel Guerra Junqueiro.

Preço:65,00€

Referência:13768
Autor:DULAC, Antonio Maximino
Título:GENUINA EXPOSIÇÃO DO TREMENDO MARASMO POLITICO EM QUE CAHIO PORTUGAL, COM DESENGANADA INDICAÇÃO DOS UNICOS REMEDIOS APROPRIADOS Á SUA CURA RADICAL. Dedicada aos verdadeiros amigos do bem publico. Tomo I e Tomo II
Descrição:

Imprensa Nacional, Lisboa, 1834. Dois tomos num volume só de in-8º de 219-(4) e 206-(6) págs. Encadernação meia inglesa em pele já cansada com dizeres a ouro na lombada. Sem capas de brochura.

PRIMEIRA EDIÇÃO

RARO

Observações:

 Obra onde António Maximino Dulac, Oficial da Secretaria de Estado dos Negócios do Reino, e natural de França, analisa o declínio da situação política e económica de Portugal, usando para tal a comparação de Portugal com outros países europeus e tentando encontrar uma "cura" para o estado da nação. O autor faz um estudo exaustivo  da economia, história, agricultura e da politica portuguesa. No segundo volume aborda os árabes na Península Ibérica, dando ênfase ao reino de Abdullah (855-912) e Abd-ar-Rahman III (889-961). 

Preço:90,00€

Referência:13663
Autor:GUIMARÃES, Sérgio
Título:DA RESISTÊNCIA À LIBERTAÇÃO
Descrição:

Mil Dias Editora, Lisboa, 1977, In-fólio de 170 págs.Profusamente ilustrado ao longo do texto com fotografias de Abel Fonseca, Alberto Gouveia, Alfredo Cunha, Cidac, Eduardo Gageiro, Fernando Baião, Francisco ferreira, Hernando Domingues, João Paiva, José Tavares. Ostenta uma dedicatória não autógrafa.

RARO

Observações:

Primeira e única edição deste livro  que é uma retrospectiva fotográfica excepcional  da revolução de 25 de Abril de 1974, quando os militares libertaram o país da ditadura.
 

"Na concepção e realização deste álbum, bem como da exposição fotográfica que lhe está na origem e que esteve patente no mercado do povo aquando das comemorações do 3.º aniversário do 25 de Abril de 1974, muitos colaboraram para que um a outra fossem realidade."

Preço:45,00€

Referência:13584
Autor:MAIA, Manoel Rodrigues
Título:NOVO ENTREMEZ O DOUTOR SOVINA composto por... para se representar no Real Theatro de S. Carlos
Descrição:

Na Officina de Simão Thaddeo Ferreira, Lisboa, 1839. In-8º de 16 págs. Encadernação moderna em papel marmoreado com dizeres a ouro em rótulo de pele na lombada. Algumas páginas com restauro margina, não aparadas.

 

Valorizado pela nota de apreciação manuscrita de Almeida Garrett enquanto censor do Teatro S. Carlos.

PRIMEIRA EDIÇÃO e RARO. PEÇA DE COLECÇÂO.

 

Observações:


"é o Doutor Sovina de Manoel Rodrigues Maia, que a escreveu para ser repre- sentada no Theatro de Sam Carlos ; a acção é bastante simples, e só se sustem pela chulice da linguagem e pelas anecdotas que Maia dramatisou incidentemente. O Doutor Sovina é uma espécie de Manoel Mendes, menos bem entretecido; tem uma filha em casa, chamada D. Lépida, que se apaixona pelo praticante de escriptorio Silvério; O Doutor Sovina vive com a mais restricta parcimonia, sáe pela manhã para ajuntar folhas de couve na praça da Figueira, tempera a agua da fonte com a de um poço que tem em casa para não dispender com o aguadeiro, faz com qUe um pão dure para quatro diaâ, mas é bastante rico. Silvério quer casar com D. Lépida, e sabendo que o Doutor é eminente nos conselhos da rabolice, consalta-o acerca ào seu projecto, mas sem personificar a noiva"
In "História do Theatro Portuguez" de Teofilo Braga

 

Acreditamos ser esta a edição original pois o tipo de impressão e o papel são caraterístico do final do século XVIII e também porque segundo Albino Forjaz de Sampaio que no seu "tratado" sobre Literatura de Cordel refere as edições do DOUTOR SOVINA E DO NOVO ENTREMEZ DO DOUTOR SOVINA e indica a nossa edição (impressa na Oficina de Simão Thaddeo Ferreira sem data) colocando-a cronologicamente como sendo a primeira das que não têm indicação/impressão de data.Todas as outras edições  com indicação/impressão de data são posteriores à data manuscrita pelo punho do Garrett.
Este facto é corroborado pela informação fornecida pela  Biblioteca Nacional de Austrália e também pela  tese De Andreia Amaral, que se refere a esta edição apontando para a data de 1790 (?).

Preço:250,00€

Referência:13658
Autor:MENDES, José Azevedo
Título:O SÍTIO ONDE SE ESTÁ Fotografias médicas nas sanzalas da Gabela (1963).
Descrição:

Edições Tenacitas, Coimbra, 2012. In-4º de XV-221 págs. Encadernação editorial com sobrecapa. Obra de aspecto gráfico muito cuidado. Profusamente ilustrada ao longo do texto.

Observações:


Livro com fotografias tiradas por José Azevedo Mendes, médico miliciano em África durante a guerra colonial em  Luanda, Gabela, Tari. Reúne centenas de imagens redescobertas nos anos 80 sendo extraordinárias de um ponto de vista documental. O autor, enquanto médico militar em Angola no princípio da guerra colonial, dirigiu um trabalho pioneiro de assistência sanitária à população africana da região da Gabela, Quanza-Sul, e fez uma extensa reportagem fotográfica dessa experiência. Com este livro temos assim uma visão impressionante e diferente sobre a guerra colonial. Encerra também o relato da sua experiência enquanto médico mobilizado em Angola e também outro capítulo sobre as suas raízes familiares.

Preço:35,00€

Referência:13788
Autor:OLIVEIRA, Manuel Caetano de
Título:DURANTE A MONARQUIA DOS TRAULITEIROS De 19 de janeiro a 13 de feveirero de 1919: Depoimento duma vitima
Descrição:

Edição do Autor, Porto, 1919. In-8º de 18-(12)págs. Br. Profusamente ilustrado ao longo do texto com imagens bastante gráficas.
 

MUITO RARO.

Observações:

Opúsculo sobre os Trauliteiros, milicia armada e violenta da chamada "Monarquia do Norte", ilustrado não só com fotografias muito gráficas de algumas vítimas e do grupo de agressores como também com algumas cartas e contratos relacionados com os trauliteiros.

Preço:45,00€

Referência:12533
Autor:PALAFOX Y MENDOZA, Juan de
Título:LUZ A LOS VIVOS, Y ESCARMIENTO EN LOS MUERTOS
Descrição:

En Madrid Por Bernardo de Villa-Diego, Madrid, 1668. In-4º de  40-380-28 págs. Encadernação coeva em pele com floroes e dizeres gravados na lombada apresentado localmente fortes sinais de manuseamento, sem prejuizo da estrutura sólida do livro. Mancha de humidade em alguns fólios. Primeira folha com ligeira falha de papel marginal. Folha de rosto com cercadura decorada. Texto impresso em  duascolunas.

MUITO RARO.

Observações:

Obra mística, escrita por Don Juan de Palafox y Mendoza no século XVII, de grande difusão nos  séculos XVII e XVIII, é considerada uma das obras religiosas mais obscuras da época pois nele se abordam os contactos  de freiras com defuntos que lhes narram os seus pecados e castigos e que servem com alegorias para os leitores.

 

Preço:180,00€

Referência:13361
Autor:REDOL, Alves
Título:FANGA romance
Descrição:

Portugália Editora, Lisboa, 1943. In-8º  de 353 págs. Br. Miolo com alguns picos de acidez. Com uma pequena assinatura de posse. Capa de Fred Kradolfer.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Um dos livros mais importantes de  Alves Redol, é um exemplo típico do neo-realismo português onde os trabalhadores, sujeitos a brutal exploração, começam a despertar para uma consciência de classe.

"Para vocês, fangueiros dos campos da Golegã, escrevi este livro. Que algum dia o possam ler e rectificar, pois o romance da vossa vida só vocês o poderão escrever."

Preço:25,00€

Referência:13534
Autor:RODRIGUES DA COSTA, José Daniel
Título:COMBOY DE MENTIRAS vindo do Reino Petista com a fragata verdade encoberta por capitania.
Descrição:

Na Of. de Simão Thaddeo Ferreira, Lisboa, 1801. Um volume com os 24 números de 16 páginas cada num total de 384 págs. Encadernação coeva  inglesa em pele com dizeres a ouro na lombada. Etiqueta de ordem de biblioteca na cabeça da lombada. Guardas em papel marmoreado da época. Ilustrado com vinhetas decorativas xilogravadas.

COLECÇÃO COMPLETA

INVULGAR
 

Observações:

Colecção completa destes folhetos onde o autor faz a reunião de "Poesias, Maximas , Casos , e Avisos de todos os lotes , para satisfazer a vossa curiosidade".

Segundo Inocêncio, Rodrigues da Costa era muito dado ao bom humor e todos aplaudiam "os seus chistes e ditos naturalmente engraçados e satíricos". Faleceu em 1832, pouco depois de ter recebido uma pensão anual de D. Miguel, de quem era partidário. Deixou uma vasta obra, sendo esta uma das mais estimadas. Inoc., IV

Preço:90,00€

Referência:13531
Autor:RODRIGUES DA COSTA, José Daniel
Título:BARCO DA CARREIRA DOS TOLOS obra critica, moral e divertida
Descrição:

Typographia de Elias José da Costa Sanches, Lisboa, 1850. Volume com 12 folhetos de 32 págs cada. Encadernação moderna meia francesa em pele com florões e dizeres a ouro em rótulos de pele vermelha na lombada. Exemplar em magnífico estado de conservação estando apenas aparado à cabeça carminada. Mantem intactas e muito ireegulares com todas as barbas, as restantes margens.

COLECÇÃO COMPLETA.

Observações:

Uma das mais estimadas obras do autor, onde ele faz uma critica da sociedade portuguesa da altura,  "Muito se alegrou o diligente Navegante com a descoberta, sacrificando se ao louvável fim de fazer ditosos os que tinham nascido para o ser: e por isto destinou transportar à mesma Ilha os Tolos…"

Doze classes de que se compõe esta obra:

Folheto os tôlos modistas; folheto os tôlos namorados; folheto os tôlos mal casados; folheto os tôlos mal creados; folheto os tôlos velhacos encobertos; folheto os tôlos bebedos; folheto os tôlos soberbos; folheto os tôlos presumidos;  folheto os tôlos queixosos da fortuna; folheto os tôlos crédulos; folheto os tôlos que em tudo se mettem; folheto os tôlos em geral.
 

Preço:160,00€

Referência:13533
Autor:RODRIGUES DA COSTA, José Daniel ; PIMENTA, Alberto
Título:O BALÃO AOS HABITANTES DA LUA heroi-comico em hum só acto junto com: O BALÃO AOS HABITANTES DA LUA edição organizada e comentada por Alberto Pimenta
Descrição:

livro 1: Na Impressão Regia, Lisboa, 1819. In-8º de 47 págs. Encadernação inteira em pele com dizeres em rótulo vermelho na pasta.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

 

livro 2: Edições 70, Lisboa, 1978. In-8º de 91 págs. Br. Ilustrado com um retrato do autor.

 

Observações:

Livro 1: Obra onde o autor seguindo o exemplo do que Bocage fizera em 1794 com um poema a exaltar o aeronauta italiano Vicente Lunardi e seu balão aerostático,   Rodrigues da Costa, neste poema,  exalta  Robertson e o seu filho que, em Março daquele ano, em Lisboa, fizeram demonstração sobre os grandes avanços dos balões. O poema faz de Robertson o protagonista de sua viagem à Lua. É uma crónica rimada,onde com ironia e perspicácia denuncia os maus costumes de seu tempo. Ao fazer de Robertson um génio, que ao tentar  alcançar o Sol, esbarra na Lua, o autor faz uma alegoria em que mostra os Lulanos, moradores da Lua, extremamente parecidos com os lisboetas.

 

livro 2: Edição com comentários e prefácio muito exaustivo de Alberto Pimenta desta apreciada  e curiosa obra de Rodrigues da Costa onde ele  narra a visita de um homem, de um português, aos Lulanos, os habitantes da lua.

Preço:95,00€

Referência:13602
Autor:TEIXEIRA, Marianno Vicente de Bastos
Título:BREVE TRACTADO DO BORDADO A MATIZ, E PETIT POINT ornado de um mappa das côres, com os nomes mais conhecidos pelo vulgo, para milhor intelligencia, acompanhado do curioso, symbolo, e significação das côres. O.D.C. ao bello sexo
Descrição:

Typographia da Gazeta dos Tribunaes, Lisboa, 1846. In-8º de 56 págs. Encadernação meia inglesa  com dizeres e florões a ouro na lombada. Ilustrado em extra-texto e com um desdobravél a cores com um curioso Mappa de cores.

INVULGAR.

Observações:

Livro muito curioso, dedicado ao bello sexo, sobre o método de bordar a matiz e a petit-point, que encerra também um capítulo sobre as cores os seus simbolos e o seu significado.

Preço:65,00€

Referência:13615
Autor:TELO, António José
Título:PROPAGANDA E GUERRA SECRETA EM PORTUGAL 1939 - 1945.
Descrição:

Edição: P&R, Lisboa, 1990. In-8º de 181-(3) págs. Br. Profusamente ilustrado em extra-texto.

Observações:

Obra muito interessante  para o estudo da intensa actividade de propaganda e guerra secreta mantida em Portugal pelos países envolvidos na Segunda Guerra Mundial.
Descreve não só as principais organizações, a sua estrutura em Portugal, os recursos empenhados e as políticas seguidas,  como também faz uma referência ao tipo de propaganda que entrava em Portugal nessa época e a forma como era tratada e apresenta as várias formas de propaganda utilizadas pelos beligerantes.

 

Preço:24,00€

Referência:13699
Autor:VAZ, Francisco d'Assis de Sousa
Título:MEMORIA SOBRE A INCONVENIÊNCIA DOS ENTERROS NAS IGREJAS, E UTILIDADE DA CONSTRUCÇÃO DE CEMITÉRIOS
Descrição:

Imprensa de Gandra e Filhos, Porto, 1835, in-8º de 51 págs. Encadernação em papel marmoreado. Não conserva capas de brochura. Miolo com alguns picos de acidez.

INVULGAR.

Observações:

Uma das primeiras obras publicadas em Portugal que aborda os graves inconvenientes do  costume de se enterrarem os mortos nas Igrejas. Sousa Vaz não só refere as questões higiéniccas como apresenta o conceito de cemitério como "Atheneu Histórico" e "Museu da Morte". Para o autor, o cemitério oferecia às famílias “principais e abastadas” um “vasto campo da natureza” privilegiado para a construção dos seus túmulos “debaixo da direcção das Belas-Artes”, tornando-os assim monumentos aos falecidos promovendo assim , a “abertura de um novo campo das artes, estimulariam a produção dos artistas, que certamente quereriam rivalizar entre si com suas obras, e concorreriam para fazer imprimir nas artes progressos espantosos”.

Preço:85,00€

Referência:13573
Autor:VILLAS BOAS E SAMPAIO, António de
Título:NOBILIARCHIA PORTUGUEZA tratado da nobreza hereditaria e politica autor... AGORA NOVAMENTE CORRECTA, emendada, e accrescentada cõ as Armas das Familias, e Cidades principaes deste Reyno, e outras cousas curiosas
Descrição:

Na officina de Filipe Sousa Villela, Lisboa, 1727. In-4º de VIII-350-(15) págs. Encadernação do século XIX inteira em pele gravada a ferros secos nas pastas e com dizeres a ouro em rótulo de pele na lombada. Rubrica coeva de posse no frontspício.

INVULGAR.

 

Observações:

Tratado sobre a nobreza hereditária e política de Portugal, considerado o melhor estudo nobiliárquico português, escrito por um dos maiores genealogista e historiador português.

Inocêncio I, 294. “ANTONIO DE VILLAS-BOAS E SAMPAIO, Bacharel em Leis pela Univ. de Coimbra, Desembargador da Relação do Porto, depois de ter exercido varios outros cargos de magistratura. - N. no termo de Guimarães, segundo uns, ou no de Barcellos, como outros dizem, a 27 de Agosto de 1629, e m. em Barcellos a 26 de Novembro de 1701. Nobiliarchia Portugueza tractado da Nobreza hereditaria e politica Offerecido ao ex.mo sr. D. João da Silva, Marquez de Gouvêa, etc. Lisboa, por Francisco Villela 1676. 4.º de 349 pag. (O sr. Figaniere affirma ter visto duas edições differentes, ambas da mesma officina e impressas no referido anno.) - Ibi, por Filippe de Sousa Villela 1708. 4.º de X-349 pag. - Novamente correcta, emendada e accrescentada com as armas das familias e cidades principaes d’este reino, e outras cousas curiosas. Ibi, na Off. Ferreiriana 1727. 4.° de XII-353 pag. (da qual tenho um exemplar) – E ultimamente, ibi, á custa de Manuel Antonio Monteiro de Campos 1754. 4.º (D’esta apparecem alguns exemplares com differente rosto, declarando ser a obra impressa em Amsterdam.) Apesar de tantas edições, não são muito vulgares os exemplares d’esta obra, e os que apparecem correm por preços variaveis entre 400 ou 600 réis até 800 réis. Como é procurada, e provavelmente se não reimprimirá tão depressa, é de esperar que com o tempo vão subindo de valor. A dicção d’esta obra é facil e pura, e o seu estylo menos inficionado dos vicios do tempo do que poderia esperar-se. O auctor mostra-se ás vezes credulo, ou falto de critica, adoptando tradições confusas, legendas inverosimeis, e factos mal averiguados ou absolutamente fabulosos pelo que não faltou quem o censurasse mesmo em sua vida. Para tornar mais util a sua lição cumpre ter presentes as Advertencias que lhe fez o rei d’armas Francisco Coelho, as quaes foram publicadas no tomo VI das Provas da Historia Genealogica da Casa Real Portugueza de pag. 662 a 703, onde se emendam alguns descuidos e equivocações, fazendo-se varios additamentos e explanações que são de interesse para o assumpto.”

Preço:275,00€
página 1 de 2