Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Agosto 2020
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

AAVV

Foram localizados8 resultados para: AAVV

 

Referência:14532
Autor:AAVV
Título:"José Saramago: o ano de 1998" - COLÓQUIO LETRAS 151/152
Descrição:

Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 1998. In-8º de 503 páginas. Brochado. Conserva o encarte fácsimile do caderno manuscrito A JANGADA DE PEDRA de Saramago assim como o Memorandum da semana do Prémio Nobel que na maioria das vezes falta nos exemplares da revista. Impecávelmente bem conservado (mint condition).

Observações:

Número inteiramente dedicado a José Saramago, encerra preciosa colaboração de Fernando J. B. Martinho, Luciana Stegnano Picchio, Luiz Francisco Rebello, Maria Alzira Seixo, Fernando Venâncio entre muitos outros. Apresenta ainda um inédito de Saramago. Apresenta inúmeros documentos reproduzidos em fac-simile e impressos à parte, sobre papel distinto, assim como págins inteiras cm fotografias de grupo em convívio com outros escritores, ilustrações de Bartolomeu dos Santos. Bela e luxuosa edição desta revista literária.

Preço:45,00€

Referência:14418
Autor:AAVV
Título:VÉRTICE. Revista de Cultura e Arte.
Descrição:

Coimbra, nº1 Maio de 1942 ao nº 475 de Dezembro de 1986. Encadernação editorial em tela vermelha com ferros gravados a pigmento negro na lombada e pastas, ao longo de 45 volumes. Formato In-8º grande. Preservam os respectivos Índices em cada um dos volumes com excepção dos volumes 2, 3, 5, 6, 7 e 15 (omissão? falta de impressão?).
Direcção de Carmo Vaz e Raul Gomes passando mais tarde a direcção e propriedade para Raul Gomes (até 1974) sendo editor Mário Braga, Joaquim Namorado e depois Ivo Cortesão. PRESERVA ESTA COLECÇÃO TODAS AS CAPAS DE BROCHURA, ilustradas a maioria com desenhos de conceituados e destacados criadores da época.

Observações:

Publicação periódica das mais respresentativas da cultura e vida portuguesa de quase meio século. Apresenta incontornável colaboração de figuras destacadas das artes plásticas, musicologia, cinematografia, literatura, artes cénicas, filosofia, entre outras importantes disciplinas da cultura portuguesa.

Tendo aparecido em pleno fascismo, esta revista fundada em 1942 era envolvida com alguma figura lendária resultado da actividade clandestina a que foram remetidos pela ditadura muitos dos que assumiram a direcção do periódico. " ... Constitui uma tribuna do movimento neo-realista e foi palco privilegiado da resistência à ditadura. Tendo em consideração o seu valor intrínseco, faz parte do património cultural português do século XX. Com efeito, contribuiu, em paralelo com a Seara Nova, para a formação de várias gerações sendo, consequentemente, a sua análise obrigatória para o estudo dos vectores que presidiram na sociedade nacional...". (Daniel Pires, Dicionário da Imprensa Periódica Literária Portuguesa,  vol. II, 2º tomo, p. 594)

Preço:1250,00€