Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Antropologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Bacalhau | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Canada | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Cuba | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Feminismo | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Manuel Macedo | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Oriente | Ourivesaria | Patuleia | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Viana do Castelo | Vila Nova de Gaia | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

BRANCO, Camillo Castello

Foram localizados 7 resultados para: BRANCO, Camillo Castello

 

Referência:14078
Autor:BRANCO, Camillo Castello
Título:CARTAS INÉDITAS DE CAMILLO CASTELLO BRANCO AO 1.º CONDE DE AZEVEDO - coordenadas, annotadas e seguidas de traços biographicos d'este titular pelo 2.º Conde de Azevedo
Descrição:

Coimbra Editora Lda - Antiga Livraria França & Arménio, Coimbra, 1927. In-8.º de XIX-410-(2) págs. Br. Cadernos Por abrir. Edição de grande apuro gráfico, ilustrada em extra-texto com um retrato de Camilo, fac-símiles de algumas das suas cartas, retratos e estampas diversas.
Edição limitada a 500 exemplares.
RARO.

Observações:

Prefácio do Dr. Augusto de Castro.

Importante colectânea de correspondência do grande romancista, dirigida a seu amigo e distinto bibliófilo, 1.º Conde de Azevedo. nas cartas abordam-se não só assuntos literários com também de história politica contemporânea, traz também Noticias e Tábuas genealógicas sobre a família de Azevedo e outras.

Preço:28,00€

Referência:13147
Autor:BRANCO, Camillo Castello
Título:VOLCOENS DE LAMA (romance)
Descrição:

 Livraria Civilisação, Porto, 1886. In-8º de 272 págs. Encadernação meia francesa com dizeres e florões a ouro em casas fechadas na lombada. Conserva capas de brochura. Primeira edição , de execução gráfica muito cuidada, nitidamente impressa sobre papel de excelente qualidade e com os dizeres do frontispício impressos a preto e vermelho. Bastante invulgar e estimada. Algumas manchas de humidade na capa de brochura. Pequena assinatura de posse.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Último romance de Camilo, editado em 1886. A intriga do romance não é original. Provém de uma história verídica contada a Camilo por Pinho Leal. O escritor procedeu a algumas alterações, inclusivé os nomes, aproveitando o enredo e a localização do evento.

RASAO DO TITULO

"ORDINARIAMENTE quando, em estylo methaphorico, usamos comparar as férvidas paixoens de alguns homens aos vulcoens, a comparação vae buscar o simile ás crateras do Etna, do Hecla e do Vesúvio. Presume-se pois que os antros do coração humano resfolgam fogo de paixoens assoladoras como os intestinos do nosso globo jorram arroios de lava candente que subvertem, devastam, devoram, pulverisam ou petrificam toda a naturesa viva e morta que abrangem nos seus braços de lavaredas.

Todavia, ha ahi na casca do planeta paixoens humanas cujo simile não o dá o Vesúvio, o Hecla nem o Etna. E de Java que elle vem — de Java onde estuam convulsionados uns volcoens de lama que expluem o seu lodo sobre as coisas e as pessoas, primeiro emporcalhando-as, depois asphixiando-as na sua esterqueira espapaçada.

N'este romance estão em actividade permanente, sempre accesas, as crateras das paixoens da aldeia, também volcanicas, exterminadoras; mas sujas de uma porcaria nauseabunda — volcoens de lama, em fim.

Tal é a rasão do titulo."

Preço:170,00€

Referência:11814
Autor:BRANCO, Camillo Castello
Título:LIVRO NEGRO DE PADRE DINIS - Romance em continuação aos MISTÉRIOS DE LISBOA
Descrição:Em Casa de F. G. da Fonseca - Editor, Porto, 1863. In-8.º de X-299 págs. Encadernação meia inglesa com lombada em pele, a qual se apresenta decorada com dourados. Sem capas. Apresenta sinais de manuseamento.
Segunda edição.
Observações:O LIVRO NEGRO não foi escripto para ser publicado em forma alguma, e muito menos em forma de romance.

O grande homem, que rubricara com la- grimas essas paginas, não as escrevia para nós, profanos, que lli'as não comprehenderemos.

E não. Taes quaes elle as deixou ahi, são um mylho de amarguras, escriptas n'um estylo que não é estylo, numa elevação que nem a gente sabe se é um verdadeira elevar-se para o céo, se uma desamparada queda no inferno da dor.
Preço:20,00€

Referência:10392
Autor:BRANCO, Camillo Castello
Título:AO ANOITECER DA VIDA (últimos versos)
Descrição:Imprensa Litterária-Commercial, Lisboa, 1874. In-8.º de XXIII-143-II págs. Brochura. Exemplar com pequenas manchas de acidez.
Rara e muito procurada pelos grandes admiradores de Camilo Castelo Branco.
Observações:"(...) É que "Ao Anoitecer da Vida" demonstrava aos mais incrédulos que o adultério se consumara antes de Janeiro de 1859, E receou novo escândalo. Com efeito, as 50 poesias que constituíam o "corpus" primitivo, revelam sem ambiguidades o itinerário dos amores de Camilo/Ana Plácido, (...) O autor teve a (pueril) precaução de eliminar a data da composição de algumas das poesias, naturalmente daquelas em que mais se evidenciava o fogo da paixão. Manteve, porém, o criptónimo que atribuiu a Ana Plácido ? «Raquel», com que intitulou vários poemas. (...)"
Alexandre Cabral
Preço:50,00€

Referência:6344
Autor:BRANCO, Camillo Castello
Título:ANNOS DE PROSA - romance // A GRATIDÃO - romance // O ARREPENDIMENTO - romance
Descrição:Typographia de António José da Silva Teixeira, Porto, 1863. In-8.º de 284 págs. Encadernação meia inglesa com lombada em pele, decorada com dourados. Apresenta sinais de manuseamento, mas o miolo apresenta-se em bom estado de conservação. Aparado e sem capas de brochura. O romance própriamente dito inicia-se na página 13 e decorre até á página 284 englobando "O Arrependimento" (pág. 201 à 217) e "A Gratidão" (pág. 218 até à 284).
Observações:Segundo José dos Santos esta é a primeira edição muito rara (especialmente quando ostenta o frontispício original) deste romance que o autor alterou da sua forma original primitivamente publicado em "O Mundo Elegante" sob o título "A mulher que salva". Manuel dos Santos refere ser também esta a primeira edição, embora afirme existirem exemplares com um frontispício também diferente (data de 1862). Este romance foi escrito parte na cadeia, confrome nos confessa o autor em "Memória de Carcere".
Preço:80,00€

Referência:5884
Autor:BRANCO, Camillo Castello
Título:AMOR DE PERDIÇÃO (MEMÓRIAS D' UMA FAMÍLIA)
Descrição:Empreza Romantica Editora, Rio de Janeiro, 1906. In-8.º de 185 págs. Br. Capas de brochura com ocasionais picos de acidez e com sinais de manuseamento.
Observações:Muito rara contrafacção brasileira. Nas bibliografias das bibliotecas de Almeida Marques e Conde de Folgosa, os seus bibliografos indicam erradamente a omissão desta edição em Manuel dos Santos, pois ela é descrita sob o n.º 696 (3.º volume).
Preço:75,00€