Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Antropologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Bacalhau | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Canada | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Cuba | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Feminismo | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Geologia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Litografia | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Manuel Macedo | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Oriente | Ourivesaria | Patuleia | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Viana do Castelo | Vila Nova de Gaia | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

BRANCO, Camilo Castelo

Foram localizados 9 resultados para: BRANCO, Camilo Castelo

 

Referência:13554
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:A SENHORA RATTAZZI
Descrição:

Livraria Internacional de Ernesto Chardron Editor, Porto e Braga, 1880. In-8º de 30-II págs. Encadernação meia francesa em chagrin com dizeres e florões em casas fechadas. Conserva capas de brochura anterior, reforçada nas margens. Ante-rosto com os dizeres A SENHORA RATTAZZI enquadrados numa bonita e romântica moldura de composição tipográfica.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR

Observações:

Primeira edição deste folheto da Questão Rattazzi, polémicas em que Camilo se envolveu a propósito do livro escrito pela Princesa Rattazzi sobre Portugal. Este livro é a resposta às provocações da Sr.ª Rattazzi e termina da seguinte maneira:
“Em conclusão: o seu livro não é cano de escorrencias muito nauseabundas, nem é canal de noticias uteis, tirante a dos hoteis infamados de persevejos; não é pois cano, nem cabal; mas é canudo, porque custa sete tostões; e — vá de calão — como troça e bexiga, é caro.”

Inocêncio. XVIII, 144. “A questão Rattazzi: esteve por differentes vezes em Portugal uma dama estrangeira, de origem italiana ou ingleza, que se apresentou com o titulo de Princeza Rattazzi dizendo-se aparentada com a familia Imperial Bonaparte, o que, aliás, segundo consta de informações notorias, as auctoridades francezas não permittiam officialmente. algumas folhas francezas, hespanholas e italianas tinham falado d"ella a proposito de seus escriptos dados ao prelo, dos seus consorcios e de varios incidentes da sua vida aventurosa. Da ultima vez que se demorou em Lisboa, por 1879, lembrou-se ella de escrever um livro de viagem acerca de Portugal: mas, ou por falta de estudo, ou por leviandade, acreditando em esclarecimentos ministrados por pessoas de sua intimidade e de acanhada consciencia quanto aos factos que inculcaram, o certo e que fizeram cair Maria Rattazi em dislates e erros gravissimos, como lhe foi demonstrado. O seu livro, pois, deu margem larga e extensa á publicacão de outras obras de refutação aspera, em que a auctora, apesar do sexo, da idade, do nome aristocratico e da fama de que se fazia cercar, e em que desejava escudár-se, padecem duros ataques, sendo os mais vivos, mordazes e acerados os que lhe vibraram sem piedade Camillo Castello Branco e Urbano de Castro, que assignava os seus escriptos sob o pseudonymo chá-ri-vá-ri. Estas controversias e criticas tomaram o caràcter de verdadeiro escandalo litterario e foram só é alastrando pela imprensa de todas as cidades, em artigos soltos, em folhetins e em correspondencias”.

Preço:90,00€

Referência:10382
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:O MORGADO DE FAFE EM LISBOA Comédia em dois actos.
Descrição:Livraria a. M. Pereira, Lisboa, 1865. In. 8.º de 48 págs.Encadernação meia amador em chagrin preto ricamente decorada na lombada com florões e dizeres dourados em casas fechadas. Assinatura de posse no frontispício. Corte superior das folhas. Sem capas de brochura.
Reedição de muito cuidada execução, já bastante rara.
Observações:Hilariante farsa, que se notabilizou, ao longo do tempo, pelo efeito cómico e corrosivo com que investe contra certos ideais, ambientes e personagens característicos do Portugal ultra-romântico de meados do séc. XIX. A graça mordaz da sua sátira reside nessa capacidade de analisar cruelmente da sociedade burguesa.
Preço:60,00€

Referência:10381
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:PURGATORIO E PARAIZO Drama em tres actos.
Descrição:Em Casa de Cruz Coutinho Editor, Porto, 1871. In. 8.º de 63 págs. Carimbo de posse no rosto. Encadernação meia amador em chagrin preto ricamente decorada na lombada com florões e dizeres dourados em casas fechadas. Miolo muito bem conservado e muito fresco. Boa e sólida encadernação, tornando-o um exemplar muito bonito e atractivo. Sem capas de brochura.
Reedição estimada e rara.
Observações:São cenas da actualidade, passadas em Lisboa e Benfica.
Preço:30,00€

Referência:3427
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:A BRASILEIRA DE PRAZINS (Cenas do Minho)
Descrição:Lello & Irmão Editores, Porto, 1975. In. 8.º de 234(1) págs. Encadernação inteira em sintéctico, com dizeres dourados nas pastas e lombada.
Observações:Preâmbulo de Benjamim Salgado e ilustrações de Rui Palma Carlos.
Preço:25,00€

Referência:1310
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:O ASSASSINO DE MACARIO (COMEDIA EM TRÊS ACTOS)
Descrição:Livraria Chardron, Porto, 1903. In. 8.º de 173 págs. Enc.
Observações:Encadernação meia inglesa em pele verde escura com dizeres dourados na lombada. CONSERVA CAPAS DE BROCHURA. Aparo superior das folhas estando intactas as restantes margens. Carimbo da Livraria Fernandes do Porto na capa e frontispício.Segunda edição.
Preço:15,00€

Referência:1295
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:O ULTIMO ACTO (DRAMA EM UM ACTO) SEGUIDO DE O MORGADO EM LISBOA (COMEDIA EM DOIS ACTOS), O MORGADO DE FAFE AMOROSO (COMEDIA EM TRÊS ACTOS), JUSTIÇA (DRAMA EM DOIS ACTOS) E O MARQUEZ DE TORRES-NOVAS (DRAMA EM CINCO ACTOS E EPÍLOGO)
Descrição:Livraria de A. M. Pereira, Lisboa, 1862. In. 8.º de 24 págs.// Livraria de A. M. Pereira, Lisboa, 1865. In. 8.º de 48 págs.// Livraria de A. M. Pereira, Lisboa, 1865. In. 8.º de 68 págs.// Casa de F. Gomes da fonseca Editor, Porto, 1859. In. 8.º de 45 págs.// Casa de F. G. da Fonseca Editor, Porto, 1858. In. 8.º de 158 págs.
Observações:Reunião de diversas obras encadernadas num único volume em que O Ultimo Acto e O Morgado de Fafe Amoroso são exemplares da primeira edição. O Morgado de Fafe em Lisboa e O Marquez de Torres Novas apresentam-se da segunda edição. As obras aqui encadernadas em um volume, são INVULGARES. Encadernação meia amador em chagrin preto ricamente decorada na lombada com florões e dizeres dourados em casas fechadas. Ligeiramente aparado e sem capas de brochura. Miolo muito limpo e muito fresco mantendo a sonoridade original do papel. Exemplar muito bonito.
Preço:130,00€

Referência:1289
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:O OLHO DE VIDRO
Descrição:Livraria de Campos Junior Editor, Lisboa, 1866. In. 8.º de 196-XI(1) págs. Enc.
Observações:É principal protagonista deste romance, o célebre Brás Luis de Abreu, judeu português, autor do Portugal-medico do século XVII e conhecido como o doutor olho de vidro.Esta obra é apontada como sendo impressa em 1866, data que consta no Prólogo e assinado pelo romancista. Contudo, ela foi anteriormente publicada entre Março e Agosto do mesmo ano em folhetins no Jornal do Commercio, em que, segundo Henrique Marques, se aproveitava a composição para a publicação do romance em volume. Primeira edição em livro. RARA. Encadernação, com charneira manuseada, à amador em pele verde com florões e dizeres dourados na lombada. Sem capas de brochura e ligeiramente aparado, estando no entanto o miolo muito limpo e muito bem conservado.
Preço:125,00€

Referência:1285
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:JOANA D'ARC E IGNEZ SOREL - UMA CARTA DE CAMILO
Descrição:Est. Graph. “ARTE LUXO”, RIO DE JANEIRO, 1923. In. 8.º de 8 págs. Br.
Observações:Nas palavras do editor “… o artigo sobre Joana d’Arc e Ignez Sorel é primoroso de ironia, ou não fosse da diamantina pena de Camilo … Camilo registou a pasagem dessa Mulher em um artigo zombeteiro, irreverente, com uma ponta de malícia que talvez desagrade, mas não enjôa. Reproduzimo-lo fielmente, para reviver uma prosa de Camilo, arquivada num jornal, hoje raríssimo (Mundo Elegante)“. Dos dois escritos de Camilo Álbum, e Uma Carta de Camilo o 1º vem ilustrado com os retratos de Joana d'Arc e Inês Sorel. CAPA DE BROCHURA CONSERVADA e impressa a negro e a vermelho. Pela dedicatória autógrafa do revisor da edição do espécime descrito em ALMEIDA MARQUES (nº 460) esta edição está limitada a 200 exemplares. MUITO INVULGAR.
Preço:60,00€

Referência:1274
Autor:BRANCO, Camilo Castelo
Título:HISTORIA E SENTIMENTALISMO
Descrição:Libraria Internacional de Ernesto Chardron Editor, Porto e Braga, 1880. In. 8.º de XI-320 págs. Enc.
Observações:É apenas o segundo volume da colecção Sentimentalismo e História. Primeira edição considerada rara. Esta obra apresenta como continuação de Eusébio Macário o texto intitulado A Corja.Encadernação à amador em pele azul com dizeres e florões dourados na lombada. Ligeiramente aparado, sem ante-rosto e sem capas de brochura. Frontispício com rubrica de posse. No entanto miolo muito limpo e fresco. Encadernação com sinais de manuseamento.
Preço:75,00€