Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

CLÁUDIO, Mário

Foram localizados8 resultados para: CLÁUDIO, Mário

 

Referência:12860
Autor:CLÁUDIO, Mário
Título:GÉMEOS
Descrição:

Dom Quixote, Lisboa, 2004. In-8º de 134 págs.

Segunda edição.

Observações:

Romance com que  Mário Cláudio encerra a trilogia iniciada com "Ursamaior" e "Oríon". Este livro dialoga com a vida e a obrado pintor espanhol Francisco José Goya e integra a Trilogia das constelações, também composta por Ursamaior (2000) e Oríon (2003).

Da Contracapa:

Um velho pintor contempla Gémeos, a última das constelações de sete estrelas. No amor tenebroso, vivido com a adolescente que o atrai e o exaspera, descobrirá talvez o sentido do exílio. Mas acompanham-no a amante, o jardineiro, o médico, o cão e o narrador destas histórias, a cada um deles cabendo a revelação do grande segredo que nos propusemos decifrar.

Preço:10,00€

Referência:12856
Autor:CLÁUDIO, Mário
Título:AMADEO
Descrição:

Imprensa Nacional Casa da Moeda. Lisboa, 1984. In-8º de 116-(8) págs. Br. Com sobrecapa editorial. Profusamente ilustrado em extra-texto com fotografias do autor, fac-similes de cartas e reproduções de obras do pintor.

 

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:


Obra onde o autor relata o percurso do pintor Amadeo de Sousa-Cardoso, entre as terras de Amarante e Paris dos inícios do século XX. .É uma  biografia “romanceada” do grande pintor português.

Obra que inicia a "Trilogia da Mão", na qual o escritor abordou a vida e obra de outras duas figuras artísticas nortenhas, a violoncelista Guilhermina Suggia (Guilhermina) e a barrista Rosa Ramalha (Rosa). Através destes três artistas, tipificou distintos estratos sociais, aristocracia, burguesia, povo,  e o «imaginário nacional», entre o virar do século XIX e meados do século XX.
Esta obra deu em 1984 a Mário Cláudio o Grande Prémio de Romance e Novela, da Associação Portuguesa de Escritores.

"Não perguntem agora como lhe foi a vida, com que espécie de filamentos se manufacturou a tessitura da biografia a escrever. Quando a passagem é tão curta como esta, não será que tudo se reduz a um dia único, lavado e sem heroísmo assinalável, nele se degustando apenas o tegumento que não amadureceu? De Amadeo, como de outros, poderemos dizer que oscilou do apetite à renúncia. Nem lume nem gelo o tiranizaram alguma vez, porque incólumes de intempéries ficam os homens missionários."

Preço:15,00€

Referência:6492
Autor:CLÁUDIO, Mário
Título:ANTÓNIO NOBRE 1867-1900 - FOTOBIOGRAFIA
Descrição:Publicações Dom Quixote, Lisboa, 2001. In-4.º de 181(16) págs. Encadernação editorial com sobrecapas.
Observações:
Preço:25,00€