Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Etnografia | Europa | Fado | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Galiza | Genealogia | Geografia | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Moda | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Poesia Trovadoresca | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sintra | Sociedade | Solares | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

DIVERSAS OBRAS DE J.A.M

em Livro Pré 1850

Referência:
13525

Autor:
MACEDO, José Agostinho de

Palavras chave:
Literatura portuguesa | Polémica | Primeiras edições | Sátira | Teatro

Ano de Edição:
1811

75,00€


reservado Sugerir

Título:
DIVERSAS OBRAS DE J.A.M
Descrição:

Na Impressão Regia, Lisboa, 1811; Na Impressão Regia, Lisboa, 1811;Na Impressão Regia, Lisboa, 1812; Na Impressão Regia, Lisboa, 1812; Na Impressão Regia, Lisboa, 1812; Na Impressão Regia, Lisboa, 1812; Na Impressão Regia, Lisboa, 1822. Volume com 8  obras encadernadas juntas. In-8º de 34,31,54,77,49,30,132, 20 págs. Encadernação inteira em pele com dizeres a ouro em rótulo de pele na lombada. Aparado. Encerra um índice manuscrito das obras incluídas.

INVULGAR.

Observações:

Volume com diversas obras de José Agostinho de Macedo, encerra: Reflexões criticas sobre o episodio de Adamastor nas Lusiadas; Carta que escreveo o doutor Manuel Mendes Fogaça, a hum seu amigo transmontano, sobre huma comedia, que vira representar em Lisboa;  Carta II do Doutor Manoel Mendes Fogaça, escrita ao seu amigo transmontano — sobre mais comedia; Carta de Fogaça, ou historia do Cerco de Saragoça — segundo o vio representar em huma Comedia do Doutor Manoel Mendes Fogaça, que a descreve ao seu amigo Transmontano no estilo de seu o Avô Fernão Mendes; Carta escrita por Manoel Mendes Fogaça, a seu amigo António  Balea — sobre uma Farça anonyma, que lera impressa, e vira huma vez representar, intitulada Manoel Mendes; Carta de Manoel Mendes Fogaça, escrita a seu Amigo Transmontano, sobre huma cousa que observou em Lisboa, chamada o Observador; As Pateadas de theatro investigadas na sua origem, e causas; Epistola de Manoel Mendes Fogaça. Dirigida de Lisboa a hum Amigo da sua Terra, em que lhe refere como de repente se fez Poeta, e lhe conta as proezas de hum Rafeiro.
A maioria destaas obras encerradas neste volume abordam polémicas sobre obras teatrais e também uma critica feroz aos Lusiadas.
Na Introdução a Reflexões criticas sobre o episodio de Adamastor nas Lusiadas ele afirma "Mandava aos seus Discipulos Quintiliano, que, quando ajuizassem de alguma parvoice, que escapasse aos mais abalisados Escriptores da antiguidade, o fizessem sempre com muita modestia, e circunspecção, lembrando-se sempre, que erão grandes Varões. Eu estaria por este Canon do Rethorico, se elle me provasse que os Varões antigos tinhão authoridade para descreverem impunemente os disparates que quizessem; e os Senhores Modernos querem que se observe esta regra, mostrem-me a razão, por hum Gigante ha de ter a liberdade de fazer huma parvoice, e não ha de ter liberdade hum Pigmeo de lhe dizer = Isto, Senhor Gigante, he huma parvoice."

 

Obras relacionadas:

Voltar