Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Julho 2019
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

OSÓRIO, João de Castro

Foram localizados4 resultados para: OSÓRIO, João de Castro

 

Referência:12536
Autor:OSÓRIO, João de Castro
Título:O ALÉM-MARNA LITERATURA PORTUGUESA. (Épocados Descobrimentos)
Descrição:

 Edições Gama. Lisboa. 1948. In-8.º de 272 págs. Br.

INVULGAR.

PRIMEIRA EDIÇÃO

Observações:

Obra muito interessante para a compreensão da literatura da Época dos Descobrimentos e da importância do mar como ambiente de fundo da Literatura Portuguesa.
Encerra os seguintes capítulos: Condições históricas da criação original da Literatura Portuguesa;
Uma Literatura criada em sincronismo com a expansão marítima; A poesia lírica da época dos Descobrimentos; O nascer da poesia épica portuguesa; Raízes nacionais da poesia épica portuguesa; O reverso da grandeza humana da expansão marítima observado pelo génio cómico; O génio satírico recriado pelo julgamento de um aspecto social da expansão ultramarina; A expansão ultramarina e as raízes nacionais do pensamento dramático português; A visão épico-dramática da expansão portuguesa e a primeira obra do novo pensamento humanista

 

Preço:15,00€

Referência:11926
Autor:OSÓRIO, João de Castro
Título:—FLORILÉGIODASPOESIASPORTUGUESAS.Escritasem Castelhano e restituidas à língua nacional por..
Descrição:Editorial Império, Lisboa, 1942. In-8º de 136-(2) págs. Br.
Observações:Antologia de peças poéticas do Cancioneiro Geral de Garcia de Resende compostas por escritores lusos em castelhano e vertidas aí para o seu idioma nativo.
No estudo introdutório que aparece no começo deste volume são expostos valiosos argumentos que contribuem para ilustrar a decisão de restituir mais do que apenas traduzir, obras escritas em língua castelhana embora ligadas estreitamente a Portugal.

"Assim, mesmo quanto às obras em si, o restituí-las à língua nacional é recriá-las para que alcancem toda a beleza que virtualmente possuíam. Responsabilidade gravíssima para quem o empreende. Porque não basta uma tradução, embora esta também recrie às vezes a obra original. É preciso reviver o momento de criação e repensar a obra no verbo que corresponde ao seu espírito.Gravíssima responsabilidade do restituidor. Obra difícil, mas compensadora.
Na verdade, quando se lêem as obras de autores portugueses escritas em espanhol (é este o caso que nos interessa agora) sente-se a língua nacional em que foram pensadas. E assim, mesmo na poesia, cuja tradução é diminuidora das qualidades originárias, quando de obras estrangeiras, a sua íntima força e a sua língua verdadeira, oferecem-nos naturalmente a tradução, que, em vez de trair, aumenta a sua beleza"
Preço:17,00€

Referência:423
Autor:OSÓRIO, João de Castro
Título:FLORILÉGIO DAS POESIAS PORTUGUESAS ESCRITSD EM CASTELHANO E RESTITUIDAS À LÍNGUA NACIONAL
Descrição:Editorial Império, Lisboa, 1942. In. 8.º de 136 (2) págs. Br.
Observações:
Preço:16,50€