Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Erótica | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

REDOL, Alves

Foram localizados 19 resultados para: REDOL, Alves

 

Referência:13770
Autor:REDOL, Alves
Título:HISTÓRIAS AFLUENTES
Descrição:

Portugália Editora, Lisboa, 1963. In-8º de 325-(2) págs. Encadernação meia inglesa com dizeres a ouro na lombada. Não conserva capas de brochura.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:


Volume que reune um conjunto de catorze contos agrupados nos seguintes temas: duas histórias
com rapazes
O Castigo e O Mar entre as Mãos; três histórias com raparigasPorque não Hei-de Acreditar na Felicidade?, O Cheiro do Branco e o Pai dos Mortos; quatro histórias curtasEmigram as Andorinhas, A Vendedeira de Figos, Páginas de Testamento e O Rapaz não Gostava das Mãos; cinco histórias de NatalA Viagem à Suiça, Noite Esquecida, Algumas Maneiras de um Homem sem Família Passar a Noite de Natal, A Festa de Natal e A Noite Tranquila.

 

Preço:15,00€

Referência:13393
Autor:REDOL, Alves
Título:O CAVALO ESPANTADO
Descrição:

Portugália Editora, Lisboa, 1960. In-8º de 326 págs. Br. Capa de João da Câmara Leme. Assinatura autógrafa.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Romance fundamental na obra de Alves Redol onde ele analisa uma sociedade em todo diferente da que ocupou a sua fase sociorregional.

"Com O cavalo espantado vai porém tão longe, que dir-se-ia estarmos perante um outro romancista - não porque se negue, mas porque foca o seu olhar em objecto inteiramente diferente dos seus predominantes motivos sociais (...) Alves Redol apresenta-nos Leo e Pedro como tese e antítese enquanto Yadwiga é a mulher dividida entre uma realidade que intimamente repele e um sonho de idealidade em que já não ousa crer. (...) Leo é um homem amoral, para quem o dinheiro é o primeiro princípio da sociedade e o erotismo é o primeiro princípio do amor. Em Yadwiga há (...) uma aceitação resignada deste amoralismo e ao mesmo tempo um despertar a que não é alheio o exemplo de Pedro. Neste, ao contrário de Leo, há a corajosa procura de uma «personalidade ética», a qual apenas se afasta do moralismo cristão, na medida em que o autor exprime um tipo de moral Kantiana unicamente derivado da razão (...) Devemos acrescentar que a conclusão do livro é tão ambígua quanto a teoria kantiana que suporta a tese. O problema ético proposto fica na realidade sem solução e suspende-se interrogativamente. O maior mérito do livro reside pois na proposição e desenvolvimento da questão, na análise dos caracteres, na verosimilhança das situações, sobretudo na fidelidade psicológica das personagens. (...)"-

António Quadros

 

Preço:30,00€

Referência:13361
Autor:REDOL, Alves
Título:FANGA romance
Descrição:

Portugália Editora, Lisboa, 1943. In-8º  de 353 págs. Br. Miolo com alguns picos de acidez. Com uma pequena assinatura de posse. Capa de Fred Kradolfer.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Um dos livros mais importantes de  Alves Redol, é um exemplo típico do neo-realismo português onde os trabalhadores, sujeitos a brutal exploração, começam a despertar para uma consciência de classe.

"Para vocês, fangueiros dos campos da Golegã, escrevi este livro. Que algum dia o possam ler e rectificar, pois o romance da vossa vida só vocês o poderão escrever."

Preço:25,00€

Referência:13359
Autor:REDOL, Alves
Título:UMA FENDA NA MURALHA
Descrição:

Portugália Editora, Lisboa,  S.d. In-8º de  308-(6) págs. Br. Capa de Octávio Clérigo.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR

Observações:

Romance de um dos fundadores do Neo-Realismo cujo ambiente é o de um porto pesqueiro e que relata uma violenta tempestade a bordo de um pequeno barco de pesca.

Da badana:

"Disse Alves Redol que o seu novo romance é ‘um episódio da História Trágico-Marítima dos nosso dias’ e tem razão. Apesar da nossa chamada ‘vocação marítima’, ainda até hoje ninguém se decidira ou tivera a coragem de o descrever com aquela objectividade inexorável que o autor que o autor de Uma Fenda na Muralha pôde condensar nas seguintes e enxutas palavras: ‘uma análise do medo em oito homens diferentes — desde os que dominam aos que são tomados de pânico ‘(...)”

 

Preço:24,00€

Referência:12666
Autor:REDOL, Alves
Título:A FRANÇA, da resistência à renascença.
Descrição:

Editorial Inquérito (e Edições Cosmos). Lisboa. S.d. In-4º de 575 págs. Encadernação editorial com ferros secos, dourados e a côr nas pastas e na lombada em pele. Profusamene ilustrado ao longo do texto, mancha tipográfica capitular com vinhetas tipográficas decorativas e ilustrado também em separado. Charneira com ligeiros sinais de manuseamento.

MAGNÍFICA edição de luxo publicado sob patrocínio moral do Departamento das Relações Culturais do Minsitério dos Negócios Estrangeiros e da União Nacional dos Intelectuais da França.

No prefácio: "... Escrevi este livro sem propósitos literários, julgando que cumpra um dever humano e um dever nacional. O dever nacional estava no exemplo dado por outra gente que, rodeada de todas a sangústias, perdida no meio de destruições sem conta, tolhida pelo espanto dos massacres feitos na sua própria carne, ainda tinha esperança na sua condição e no seu futuro, para se entregar às mais árduas fainas de uma redenção que muitos outros continuavam a tentar diminuir ou a pretender esmagar. Este livro é, pois, acima de tudo, uam expressão da minha confiança no destino nacional e na caminhada dos homens de braços abertos para o futuro - dos homens que guardaram no coração aquela luz que as trevas quiseram apagar no momento mais tragico da história do mundo ...".

Observações:
Preço:55,00€

Referência:9621
Autor:REDOL, Alves
Título:HORIZONTE CERRADO Ciclo Port-Wine
Descrição:Europa América, Lisboa, 1949. In-8º de 411 págs. Br. Primeira Edição.
Observações:Em 1951 Alves Redol recebeu,com este livro, o Prémio Ricardo Malheiros,da Academia das Ciências de Lisboa.
Primeiro de três volumes do Ciclo Port-Wine. Os outros são 'Os Homens e as Sombras' e 'Vindima de Sangue'.

Da portada:
"Port Wine» é o vinho dos Ingleses. Chamam-lhe sol engarrafado, mas só os Durienses sabem o preço das tragédias e heroísmos que viveram para criar esse sol – fazer um astro com as mãos é tarefa de gigantes."
Preço:38,00€

Referência:2324
Autor:REDOL, Alves
Título:FORJA - Tragédia
Descrição:Gráfica Lisbonense, Lisboa, 1948. In. 8.º de 210-(1) págs. Br.
Observações:Primeira edição muito invulgar."Esta tragédia vivia-me no sangue. Só tu, porém, me fizeste escrevê-la..." e a cena passa-se em "...uma aldeia qualquer, junto a qualquer serra de Portugal...".António Alves Redol (1911-1969), homem de origem social humilde, foi romancista, contista e dramaturgo influenciado pelo romance brasileiro nordestino. Estreou-se literáriamente em 1940 com Gaibus, marcando oficialmente o aparecimento do neorealismo, movimento de que foi um dos iniciadores e em cuja defesa se lançara em 1936 numa acessa polémica contra a revista Presença.
Preço:27,50€

Referência:1970
Autor:REDOL, Alves
Título:A BARCA DOS SETE LEMES - Romance
Descrição:Publicações Europa-América, Lisboa, 1958. In. 8.º de 515 págs. Br.
Observações:Capa de brochura ilustrada.PRIMEIRA EDIÇÃO.Dedicatória não autógrafa no ante-rosto.(Dispomos de um outro exemplar, que não é primeira edição, pelo preço de 10€).
Preço:30,00€

Referência:1968
Autor:REDOL, Alves
Título:OS REINEGROS - Obras completas
Descrição:Publicações Europa-América, Lisboa, 1972. In. 8.º de 375 págs. Cartonagem editorial.
Observações:Exemplar invulgar e em bom estado de conservação.Rubrica de posse no ante-rosto.
Preço:20,00€

Referência:1967
Autor:REDOL, Alves
Título:BARRANCO DE CEGOS
Descrição:Publicações Europa-América, Lisboa, 1970. In. 8.º de 434(5) págs. Br.
Observações:Prefácio de Mário Dionísio.
Preço:14,50€

Referência:1964
Autor:REDOL, Alves
Título:UM FENDA NA MURALHA - Romance
Descrição:Portugália Editora, Lisboa, (1959). In. 8.º de 307(4) págs. Br.
Observações:Capa de brochura ilustrada por Octávio Clérigo.Primeira edição.
Preço:32,00€

Referência:1961
Autor:REDOL, Alves
Título:PORTO MANSO - Romance
Descrição:Editorial Inquérito, Lisboa, 1946. In. 8.º de 407(8) págs. Br.
Observações:Primeira edição com a capa de brochura ilustrada por Manuel Ribeiro de Pavia. Estas com ocasionais picos de humidade.um dos mais interessantes livros de bibliografia duriense.
Preço:40,00€

Referência:1959
Autor:REDOL, Alves
Título:NOITE ESQUECIDA
Descrição:Estudios Cor, Lisboa, 1959. In. 8.º de 35(3) págs. Br.
Observações:Exemplar ilustrado com desenhos de Filipe Abreu, as ilustrações são maioritariamente de página inteira.Primeira edição do livrinho de oferta da Editora Estudios Cor, no Natal de 1959 e nele estão patentes as qualidades que fizeram de Alves Redol um dos mais notáveis escritores portugueses do século XX.
Preço:17,50€

Referência:1955
Autor:REDOL, Alves
Título:O MURO BRANCO - Romance
Descrição:Publicações Europa-América, Lisboa, 1966. In. 8.º de 334 págs. Br.
Observações:Capa de brochura ilustrada.Primeira edição da produção literária do autor considerada como um marco de toda a sua obra, com um estilo rico pela sua própria simplicidade, profundamente evocativa, poética e sempre dramática.António Alves Redol (1911-1969), homem de origem social humilde, foi romancista, contista e dramaturogo influenciado pelo romance brasileiro nordestino. Estreiou-se literáriamente em 1940 com Gaibeus, marcando oficialmente o aparecimento do neorealismo, movimento de que foi um dos iniciadores e em cuja defesa se lançara em 1936 numa acesa polémica contra a revista Presença.
Preço:18,00€