Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Antropologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Bacalhau | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Canada | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Cuba | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Feminismo | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Manuel Macedo | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Oriente | Ourivesaria | Patuleia | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Viana do Castelo | Vila Nova de Gaia | Vinho | Viseu | Zoologia

Módulo background

VENTURA, António

Foram localizados 4 resultados para: VENTURA, António

 

Referência:13677
Autor:VENTURA, António
Título:TEÓFILO JÚNIOR
Descrição:

Câmara Municipal de Arronches, Arronches, 1991.  In-8º de 217 págs. Br.

Observações:

Obra sobre Teófilo Júnior,  Républicano, Natural de Arronches, e que escreveu bastantes textos sobre os ideais Republicanos.

"Na manhã do dia 5 começou a afluir ao Centro Republicano grande quantidade de povo que aclamava febrilmente a República e os seus maiores vultos. Pouco depois saía do centro a filarmónica acompanhada de povo que já era em número considerável, à frente do qual marchavam os membros da comissão municipal repúblicana empunhando bandeiras.
Dirigiu-se o cortejo aos paços do concelho, onde foi içada, numa das janelas a primeira bandeira da República.
(...)De uma das janelas da câmara falaram entusiasticamente os académicos Barradas Tenório e Teófilo Júnior e o operário José Lopes, os quais receberam do povo grandes manifestações de simpatia."

 

Encerra os seguinte capítulos:

Introdução; Textos autobiográficos; Textos literários filosóficos, Polémica com António Sardinha, Textos políticos.

 

Preço:14,00€

Referência:11607
Autor:VENTURA, António
Título:AS GUERRAS LIBERAIS EM PORTALEGRE ( Junho/Julho de 1833)
Descrição:Assembleia Distrital de Portalegre, Portalegre, 1982. In-8º de 238-(3) págs. Br. Ilustrado em extra-texto.
Observações:Monografia histórica muito interessante sobre as guerras liberais na região de Portalegre.
“No dia 24 de Junho de 1833, dei o grito da Liberdade, acclamei o Governo Legitimo, fiz nomear outras Authoridades, soltei os prezos políticos, desarmei a Guerrilha do Corregedor, e hum forte Destacamento de Realistas de Abrantes, amparei-me de 400 armas; e de tarde … marchei para a Barquinha; ao passar destrui o Thelegrafo da Atalaia; na madrugada de 26 aprizionei hum barco que de Lisboa hia para Abrantes com 500 fardamentos completos, armamento, correame, 5 cornetas, e 20 praças da sua escolta.”
Preço:15,00€

Referência:10997
Autor:VENTURA, António
Título:O CERCO DE CAMPO MAIOR EM 1801
Descrição:Edições Colibri e Centro de Estudos do Alentejo, Lisboa, 2001. In-8.º de 135-(1) págs. Br. Ilustrado com dois mapas da fortaleza. Dedicatória autógrafa no ante-rosto.
Observações:O cerco de Campo Maior foi a acção mais importante ocorrida durante a «Guerra das Laranjas», onde Portugal e Espanha se enfrentaram há precisamente 200 anos. Durante duas semanas, a vila de Campo Maior foi submetida a um cerco rigoroso, com bombardeamentos intensos que provocaram enormes destruições e tiveram como corolário a inevitável rendição, mas com todas as honras. Esta obra estuda o referido cerco, fundamentando-se em diversa documentação portuguesa e espanhola, incluindo um diário inédito escrito por um oficial português.
Preço:14,00€

Referência:9547
Autor:VENTURA, António
Título:O COMBATE DE ARRONCHESum episódio da "Guerra das Laranjas"
Descrição:Câmara Municipal de Arronches, Arronches, 1989. In-8º de 137-(2) págs. Br. Co ilustrações em extra-texto.
Observações:Neste livro publicam-se documentos inéditos, portugueses e espanhóis, sobre a campanha de 1801.
Recensãoem Boca Bilingue, revista do Instituto Espanhol (nº 2, Janeiro de 1990)
"esta obra, con su documentación y análisis de textos inéditos, aporta una serie de datos militares, diplomáticos, estratégicos, geográficos y sociológicos, en relación con el combate de Arronches, y de la campaña en general, que representa una parte importantede la materia prima necesaria para el início de un estudio sistematico de la Guerra de las Naranjas, de 1801"
Recensão de Carlos Pereira Calixto, no Correio da Manhã (24.8.1989):
"Baseado em fidedignos documentos originais provenientes do Arquivo Histórico Militar de Lisboa e do Serviço Histórico Militar de Madrid e não como muitos fazem copiando por enciclopédias, que na maior parte das vezes estão erradas, António Ventura, neste valioso contributo não só para a história da região fronteiriça como para o nosso passado comum, aborda um período da História de Portugal muito pouco conhecido, estudado e divulgado."
Preço:19,00€