Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Erótica | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

VILLAS BOAS E SAMPAIO, António de

Foram localizados 1 resultados para: VILLAS BOAS E SAMPAIO, António de

 

Referência:13573
Autor:VILLAS BOAS E SAMPAIO, António de
Título:NOBILIARCHIA PORTUGUEZA tratado da nobreza hereditaria e politica autor... AGORA NOVAMENTE CORRECTA, emendada, e accrescentada cõ as Armas das Familias, e Cidades principaes deste Reyno, e outras cousas curiosas
Descrição:

Na officina de Filipe Sousa Villela, Lisboa, 1727. In-4º de VIII-350-(15) págs. Encadernação do século XIX inteira em pele gravada a ferros secos nas pastas e com dizeres a ouro em rótulo de pele na lombada. Rubrica coeva de posse no frontspício.

INVULGAR.

 

Observações:

Tratado sobre a nobreza hereditária e política de Portugal, considerado o melhor estudo nobiliárquico português, escrito por um dos maiores genealogista e historiador português.

Inocêncio I, 294. “ANTONIO DE VILLAS-BOAS E SAMPAIO, Bacharel em Leis pela Univ. de Coimbra, Desembargador da Relação do Porto, depois de ter exercido varios outros cargos de magistratura. - N. no termo de Guimarães, segundo uns, ou no de Barcellos, como outros dizem, a 27 de Agosto de 1629, e m. em Barcellos a 26 de Novembro de 1701. Nobiliarchia Portugueza tractado da Nobreza hereditaria e politica Offerecido ao ex.mo sr. D. João da Silva, Marquez de Gouvêa, etc. Lisboa, por Francisco Villela 1676. 4.º de 349 pag. (O sr. Figaniere affirma ter visto duas edições differentes, ambas da mesma officina e impressas no referido anno.) - Ibi, por Filippe de Sousa Villela 1708. 4.º de X-349 pag. - Novamente correcta, emendada e accrescentada com as armas das familias e cidades principaes d’este reino, e outras cousas curiosas. Ibi, na Off. Ferreiriana 1727. 4.° de XII-353 pag. (da qual tenho um exemplar) – E ultimamente, ibi, á custa de Manuel Antonio Monteiro de Campos 1754. 4.º (D’esta apparecem alguns exemplares com differente rosto, declarando ser a obra impressa em Amsterdam.) Apesar de tantas edições, não são muito vulgares os exemplares d’esta obra, e os que apparecem correm por preços variaveis entre 400 ou 600 réis até 800 réis. Como é procurada, e provavelmente se não reimprimirá tão depressa, é de esperar que com o tempo vão subindo de valor. A dicção d’esta obra é facil e pura, e o seu estylo menos inficionado dos vicios do tempo do que poderia esperar-se. O auctor mostra-se ás vezes credulo, ou falto de critica, adoptando tradições confusas, legendas inverosimeis, e factos mal averiguados ou absolutamente fabulosos pelo que não faltou quem o censurasse mesmo em sua vida. Para tornar mais util a sua lição cumpre ter presentes as Advertencias que lhe fez o rei d’armas Francisco Coelho, as quaes foram publicadas no tomo VI das Provas da Historia Genealogica da Casa Real Portugueza de pag. 662 a 703, onde se emendam alguns descuidos e equivocações, fazendo-se varios additamentos e explanações que são de interesse para o assumpto.”

Preço:275,00€