Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Agosto 2020
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

A CADEIRA DE SIDÓNIO ou a memória do presidencialismo.

em História geral

Referência:
8140

Autor:
ANTUNES, José Freire

Palavras chave:
sem palavras chave

Ano de Edição:
sem ano de edição definido

23,00€


Adicionar Sugerir

Título:
A CADEIRA DE SIDÓNIO ou a memória do presidencialismo.
Descrição:

Publicações Europo-América, Lisboa, 1981. In-8º de 192 págs. Brochado.

Observações:

"... o major Sidónio Pais habitou durante um ano o palácio de Belém. Fez no topo do Estado uma crónica romântiva. Amassou com bravura, vilezas e crimes a sua própria lenda. Governou e viveu perigosamente. Morreu assassinado. Nenhum político português do século XX foi tão odiado e tão aclamado. Muito se escreveu sobre ele. Certos autores são pródigos em atribuir-lhe as maiores audácias no plano institucional. Outros autores estão convencidos de que a figura não tinha cabeça própria e foi uma espécie de Mister Chance inventado pelos pais da igreja católica e pelos bacharéis do Integralismo Lusitano. Este livro não visa fazer de Sidónio nem um herói nem um bandido e tão-pouco retomar a torpeza da esquerda ou a nostalgia da direita. Mas tenta retroceder ao chão histórico real onde medraram Sidónio Pais e o seu autoritário. Uma cronologia sumária auxiliará o leitor a situar os factos descritos ao longo dos treze capítulos. Inserem-se, em apêndice documental, extractos do discurso político de Sidónio e da lei eleitoral corporativa, bem como uma entrevista com Martinho Nobre de Melo, um ministro do governo presidencialista. O fantasmo do homem providencial desponta nas encruzilhadas do Portugal contemporâneo. Mas não é demais lembrar que os chefes políticos, mesmo os providenciais, não caem do céu. A falência dos instalados e a angústia popular os engendram e lhes dão o palco da história..."

Voltar