Livro
 Aplicar filtros
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

ANEL DE SETE PEDRAS

em Literatura Portuguesa

Referência:
13217

Autor:
FREIRE, Natércia

Palavras chave:
Autógrafos | Poesia | Primeiras edições

Ano de Edição:
1952

14,00€


Adicionar Sugerir

Título:
ANEL DE SETE PEDRAS
Descrição:

Edição de autor, Lisboa, 1952. In-4º de 108-(4) págs.Br. Alguns picos de acidez nas capas de brochura. Capa da brochura com um desenho de António Sena. Valorizado pela dedicatória autógrafa ao poeta José Osório de Oliveira.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Livro ao qual foi atribuido o prémio Literário Antero de Quental.

 

O SONHO SEM DESTINO

Se os caminhos são breves
e os dias tão compridos,
e as tuas mãos mais leves
que a espuma dos vestidos;

se é de ti que me ondeia
uma brisa subtil...
E a vaga diz: -- Sereia!
E o sonho diz: -- Abril!

Se cresces e dominas
os campos que acalento,
e inundas as colinas
de fontes que eu invento;

se tens na luz dos olhos
o misterioso apelo
das cidades de fogo,
das cidades de gelo;

se podes bem guardar
na tua mão fechada
o meu altivo Tudo
e o meu imenso Nada;

se cabe nos meus braços
a bruma que tu és,
e em algas e sargaços
te abraço nas marés;

se, puro, na presença
da nossa grande Casa,
pões na voz de horizonte
um lume de asa e brasa.

Não sei porque te sonho
na sombra matinal,
e ao meu lado te vejo,
real e irreal.

Sabeis -- adaga fria,
que ao meu peito cintilas --
onde se oculta o dia
das aragens tranquilas?

Se tudo sabes, mata
com dedos de oiro fino,
ou com gume de prata,
o sonho sem destino!

 

Obras relacionadas:

Voltar