Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Julho 2019
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

CARTA 12

em Manuscritos & AUTÓGRAFOS

Referência:
7337

Autor:
DIONÍSIO, Mário

Palavras chave:
sem palavras chave

Ano de Edição:
sem ano de edição definido

80,00€


Adicionar Sugerir

Título:
CARTA 12
Descrição:
Carta dactilografada sobre papel, duas folhas frente, com dimensões 27,5 x 21 cm, assinado no final, dirigida a Ivo Cortesão. Datada de 11 de Janeiro de 1958.
Observações:
Mário Dionísio (Lisboa, 16 de Julho de 1916 - Lisboa, 17 de Novembro de 1993) foi um escritore pintorportuguêsdo século XX.Interveio em diversas conferências, debates, além de ter colaborado em publicações periódicas como a Seara Nova, Vértice ou Diário de Lisboa e foi também tradutor.Prefaciou diversos autores como Manuel da Fonseca, Carlos de Oliveira e José Cardoso Pires e Alves Redol. Sensibilizado pela pintura, não só pintou como lhe dedicou alguns livros, como por exemplo A Paleta e o Mundo. Enquanto pintor, usou os pseudónimos de Leandro Gil e José Alfredo Chaves. Participou em diversas exposições coletivas, tendo em 1989 realizado a sua primeira exposição dedicada em exclusivo à sua pintura.

"Meu Caro Ivo CortesãoJá tinha recebido o seu recado, pelo João, quando ontem recebi uma carta do Gine-Club de Castelo Branco. E é por conselho do João que lhe escrevo a respeito do assunto. Eis como as coisas se põem. 1.º Não estou neste momento em condições de escrever uma nova conferência, pois, além da falta de tempo (que não é aqui uma desculpa habitual mas uma real impossibilidade), o próprio afastamento de Lisboa me é bastante difícil; 2.º Existe a possibilidade, sim, de repetir aí a conferência que recentemente fiz em Lisboa, o que talvez esteja implícito na carta do Gin-Club, mas muito pouco explícito; 3.º Fazer isto (repetir a conferência) não depende só de mim, pois, de certo modo, este conferência é "propriedade" (digamos) da Fundação; 4.º Se a Fundação mantiver a ideia de me levar a Coimbra com o mesmo fim, como parece ser sua intenção, talvez se pudesse estudar a hipótese de aproveitar a ocasião(...).
Voltar