Banner Homepage

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Bacalhau | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Canada | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Cuba | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estoril | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Industria | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Patuleia | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Publicidade | Queirosiana | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Viana do Castelo | Vila Nova de Gaia | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

Montra de Destaques

Referência:14012
Autor:OLIVEIRA, Paulino
Título:POEMAS de ...
Descrição:

Edições Descobrimento, Lisboa, 1932. In-4º de 379 págs. Br. Cadernos por abrir. Ilustrado com um retrato a lápis do autor. Valorizado pela emotiva dedicatória  de João de Castro Osório de Oliveira (filho do autor e de Anna Castro Osório).

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Livro publicado postumamente com a reunião da poesia de Paulino de Oliveira e com prefácio do poeta João de Castro Osório de Oliveira, seu filho.


Num extenso artigo publicado no Diario De Noticias em 10-6-64 aquando do centenário da morte de Paulino de Oliveira, David Mourão-Ferreira relembra o que Fernando Pessoa tinha escrito sobre o autor  "Tão intenso, porém., era o sentimento pagão que nele animava que em alguns poemas conseguiu fugir do cárcere. Esses poemas, creio, ficarão. Não deixarão, quase o afirmo, de ser incluídos na Antologia Portuguesa definitiva que alguém futuro formará", concordando com essa afirmação mas acrescentando que "Impossível... reduzir reduzir essa obra à exclusiva dimensão do paganismo. Se Paulino de Oliveira, sob muitos aspectos, se aparenta a um Teixeira-Gomes - pertence, por outros, não menos importantes, á familia espiritual de um Teixeira de Pascoais. Estará mesmo, talvez -como, poe exemplo, mais tarde acontecerá com António Patricio- a igual distância de um e de outro."

Rastros

De chofre, como rápido meteoro
Que risca as minhas noites mal veladas
Surgem faiscando e fogem apressadas
Coisas que mal compreendo e mal decoro

Lembranças vagas a que em vão imploro
E estendo os braços... coisas apagadas,
Rastros de antigos prantos e risadas
Que debandaram em sombrio coro

É como o lastro dessas caravelas,
Dantes povoadas, de enfunadas velas,
Em que embarquei à busca dos desejos...

Passa um perfume conhecido, vago -
Aura de rotos panos, velho afago,
Rastro de aroma, a ideia dos teus beijos!

 

Preço:30,00€

Referência:14024
Autor:RIBEIRO, Aquilino
Título:LUIS DE CAMÕES Fabuloso e Verdadeiro. Vol. I (e II)
Descrição:

Livraria Bertrand, Lisboa, s/d. 2 vols de in-8º de 317-(3) + 340-(4) págs. Br. Cadernos por abrir. Exemplares de uma tiragem especial de 60 exemplares, em papel avergoado, numerados e assinados pelo autor.

Observações:

Importante e estimado ensaio que é uma espécie de romance histórico sobre a vida de Luís de Camões.

Preço:75,00€

Referência:14023
Autor:RIBEIRO, Aquilino
Título:GEOGRAFIA SENTIMENTAL (História, paisagem, folclore)
Descrição:

Livraria Bertrand, Lisboa, s.d.. In-8.º de 362-(2) págs. Br. Cadernos por abrir. De uma tiragem especial, em papel avergoado, de 60 exemplares assinados e numerados pelo autor. POR ABRIR.

Observações:

Obra de Aquilino onde ele traça a sua geografia sentimental pelas terras da Beira Alta. Encerra um capítulo camiliano: "Uma passagem do “Amor de Perdição”.
"O autor desdobra diante dos seus leitores um pedaço do mapa de um dos mais curiosos recantos de Portugal (...) Aquilino conduz, dominando pela sua palavra, todo aquele que o leia (...) um largo friso de apontamentos que ajudam a dar mais relevo a essa região que fica, assiim, na memória do leitor, conhecendo-a, mesmo que nunca a tivesse visitado"
in República, 08/06/1951

Preço:50,00€

Referência:14022
Autor:RIBEIRO, Aquilino
Título:PORTUGUESES DAS SETE PARTIDAS (Viagens, aventureiros, troca-tintas)
Descrição:

Livraria Bertrand, Lisboa, s.d. In-8º de 362-(2) págs.Br. Cadernos por abrir. Exemplar da tiragem especial de 60 exemplares, impressa em papel avergoado, numerados e assinados pelo autor.

 

Observações:

Obra que aborda a vida de  viajantes, aventureiros e troca-tintas portugueses e como o autor refere "tem a pretensão de ser história, história mais ou menos colorida, mais ou menos romanceada, tamisada de datas, de referências, de citações, porque o Mundo não vai para grandes estopadas"

Preço:50,00€

Referência:13936
Autor:SANTOS, Eurico
Título:DA EMA AO BEIJA-FLOR (Vida e Costumes das Aves no Brasil)
Descrição:

 F. Briguiet, Rio de Janeiro, 1938. in-8º de 334-(2) págs. Rncadernação meia inglesa em tela com dizeres a ouro na lombada. Profusamente ilustrado ao longo do texto e em extra-texto com desenhos de Marian Colonna.

INVULGAR.

Observações:

Do Prefácio:

Na distribuição geral das aves pela face da terra, ficou o Brasil com a parte do leão. Das 7.220 espécies de Aves que Sclater diz existirem no  Globo, possue o nosso país 1.600 espécies, em números redondos. Se quisesse esclarecer mais êsse aspecto, diria que, por exemplo, Portugal possue 310 espécies, a Alemanha 420, os Estados Unidos 760 e a nossa vizinha Argentina, 877.
(...)
Pudesse eu contagiar aos meus leitores a admiração pelas aves, o interesse pelos seus costumes e o respeito pelas suas vidas, tão sagrAdas quanto as nossas, e teria conseguido o principal desejo que me guiou, ao escrever êsse livro.

Preço:30,00€

Referência:13929
Autor:SANTOS, Luís Reis
Título:VASCO FERNANDES E OS PINTORES DE VISEU DO SÉCULO XVI
Descrição:

Edição do Autor, Lisboa, 84-(78) págs.Encadernação editorial. Profusamente ilustrado  gravura policromática de S. Pedro, de Grão Vasco e em extra-texto  78 páginas, com estampas das obra atribuída ao pintor Grão Vasco. Valorizado por encerrar um cartão do autor com uma dedicatória.

INVULGAR.

Observações:

Primeira monografia artística e biográfica de Vasco Fernandes, o "Grão Vasco", é também uma obra de referência sobre a famosa Escola de Viseu e os  seus pintores mais famosos: Vasco Fernandes (Grão Vasco), Gaspar Vaz, António Vaz entre outros.

"A glória de Vasco Fernandes, o Grão-Vasco portentoso que a tradição converteu em lendária figura nacional, em génio criador de todos os painéis existentes no País e pintados sobre tábuas, nos séculos XV e XVI, à maneira gótica e renascentista, há já muito reclama a sua monografia histórica."

Preço:60,00€

Referência:13787
Autor:sem autor definido
Título:TRATADO DA EDUCAÇÃO FYSICA DOS MENINOS para uso da nação portugueza publicado por ordem da Academia Real das Sciencias.
Descrição:na Officina da Academia Real das Sciencias, Lisboa, 1790. In-8º de VIII-119 p.págs. Encaderação coeva em pele com pastas decoradas com papel pintado da época. Leves manchas ao longo do miolo, sem comprometer a estrutura sólida do papel. Apesar de alguns defeitos, muito bom exemplar desta já OBRA MUITO RARA.
Observações:Primeiro livro de pediatria em língua portuguesa. Segundo Almeida Garrett, na sua obra, publicada em 1829, "Da Educação" “Os dois breves, simples e excelentes tratados dos D.D. Mello-Franco e F.J. d’Almeida devem andar nas mãos de todos os pais e educadores”
Preço:265,00€

Referência:13915
Autor:SIMÕES, Veiga
Título:ELEGIA DA LENDA Livro das Saudades
Descrição:

Editora Magalhães & Moniz, Porto, 1912. In-8º de 370 págs. Br. cadernos por abrir. Por aparar.

PRIMEIRA EDIÇÃO
INVULGAR

Observações:

Curioso livro de memórias escritas sob a foma de contos escrito por Veiga Simões, estudante que foi na cidade de Coimbra. bastante Importante  para  a  história  estudantil  de Coimbra do começo do século XX.

Preço:28,00€

Referência:13999
Autor:TAUNAY, Affonso de E.
Título:HISTÓRIA DA CIDADE DE SÃO PAULO
Descrição:

Edições Melhoramentos, São Paulo, 1953. In-8º de  272 págs. Encadernação editorial em tela com dizeres a ouro na pasta e na lombada. Profusamente ilustrado ao longo do texto.

Observações:

Relata a história de São Paulo desde sua fundação (1554) até a época em que o livro foi escrito, fazendo uma rigorosa análise histórica e um estudo da formação do antigo burgo, vila e depois cidade de São Paulo. Encerra capítulos sobre os aspectos sociais, económicos, culturais, geográficos, o comércio, as drogas da terra, a indústria algodoeira, a agricultura, a fauna e a flora, as bandeiras, as mudanças demográficas, os vários governos coloniais, etc.

"AO APROXIMAR-SE a efeméride, quadricentenária, de 25 de janeiro de 1954, observaram-me diversos amigos que me caberia apresentar ao público uma súmula da história da Cidade de São Paulo, já que, desde largo lapso, vinha examinando detidamente os seculares anais do burgo de Manuel da Nóbrega evoluído em vila e cidade, para atingir o extraordinário vulto, que o consenso universal lhe reconhece, como dimensões e importância, civilização e progresso acelerado. E realmente trinta e cinco anos decorreram desde que encetei uma série de trabalhos dos quais resultou a publicação de extensa seqüência de volumes baseados no exame pormenorizado dos fastos paulistanos, a partir da era quinhentista e dos próprios dias da fundação."

Preço:35,00€

Referência:13602
Autor:TEIXEIRA, Marianno Vicente de Bastos
Título:BREVE TRACTADO DO BORDADO A MATIZ, E PETIT POINT ornado de um mappa das côres, com os nomes mais conhecidos pelo vulgo, para milhor intelligencia, acompanhado do curioso, symbolo, e significação das côres. O.D.C. ao bello sexo
Descrição:

Typographia da Gazeta dos Tribunaes, Lisboa, 1846. In-8º de 56 págs. Encadernação meia inglesa  com dizeres e florões a ouro na lombada. Ilustrado em extra-texto e com um desdobravél a cores com um curioso Mappa de cores.

INVULGAR.

Observações:

Livro muito curioso, dedicado ao bello sexo, sobre o método de bordar a matiz e a petit-point, que encerra também um capítulo sobre as cores os seus simbolos e o seu significado.

Preço:65,00€

Referência:13825
Autor:VASCONCELOS, José Leite de
Título:DICCIONARIO CHOROGRAPHICO DE PORTUGAL. Ampliado,melhorado e corrigido por A. Peixoto do Amaral
Descrição:

Livraria Portuense,Porto, 1902. In-8º de 193-(2) págs. Meia encadernação modesta, com as pastas em cartonagem marmoreada.

SEGUNDA EDIÇÃO.

Invulgar.

Observações:

Dicionário corográfico de Portugal organizado por Leite e Vasconcellos e ampliado, melhorada e corrigida por Peixoto do Amaral.

"Contendo todos os districtos, concelhos, comarcas e freguezias de Portugal e ilhas adjacentes: as distancias das freguezias á sede do concelho, e d'este á séde dos respectivos districtos. Todos os habitantes e fogos tanto de cada freguezia, como de cada concelho, e de cada districto administrativo. Todos os rios com o percurso expresso em kilometros e todos os montes com a respectiva altitude expressa em metros."

 

Preço:40,00€

reservado Sugerir

Referência:13798
Autor:VASCONCELOS, José Leite de
Título:ANTROPONIMIA PORTUGUESA.Tratado comparativo da origem, significação, classificação, e vida do conjunto dos nomes próprios, sobrenomes, e apelidos, usados por nós desde a Idade Média até hoje.
Descrição:

Imprensa Nacional, Lisboa., 1928. In-4º de  659 págs. Br. Capas de brochura envelhecidas e com picos de acidez. Cadernos por abrir.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Obra magistral de Leite de Vasconcellos sobre a antroponimia portuguesa onde o autor aborda a origem, o significado e a classificação dos nomes portugueses.

Preço:95,00€

Referência:13699
Autor:VAZ, Francisco d'Assis de Sousa
Título:MEMORIA SOBRE A INCONVENIÊNCIA DOS ENTERROS NAS IGREJAS, E UTILIDADE DA CONSTRUCÇÃO DE CEMITÉRIOS
Descrição:

Imprensa de Gandra e Filhos, Porto, 1835, in-8º de 51 págs. Encadernação em papel marmoreado. Não conserva capas de brochura. Miolo com alguns picos de acidez.

INVULGAR.

Observações:

Uma das primeiras obras publicadas em Portugal que aborda os graves inconvenientes do  costume de se enterrarem os mortos nas Igrejas. Sousa Vaz não só refere as questões higiéniccas como apresenta o conceito de cemitério como "Atheneu Histórico" e "Museu da Morte". Para o autor, o cemitério oferecia às famílias “principais e abastadas” um “vasto campo da natureza” privilegiado para a construção dos seus túmulos “debaixo da direcção das Belas-Artes”, tornando-os assim monumentos aos falecidos promovendo assim , a “abertura de um novo campo das artes, estimulariam a produção dos artistas, que certamente quereriam rivalizar entre si com suas obras, e concorreriam para fazer imprimir nas artes progressos espantosos”.

Preço:85,00€

Referência:13956
Autor:VILLIERS, Alan
Título:A CAMPANHA DO ARGUS uma viagem aos bancos da Terra Nova e Gronelândia
Descrição:

Livraria Clássica Editora, Lisboa, s/d. In-8º de 366-(2) págs. Br. Ilustrado em extra-texto com fotografias do autor. Capa de brochura com alguns picos de acidez.

Observações:

Obra escrita, a convite de Pedro Teotónio Pereira, embaixador português em Washington,pelo marinheiro Australiano Alan Villiers sobre  a epopeia dos pescadores portugueses, num dos mais belos veleiros da frota bacalhoeira portuguesa, o Argus.
Villiers embarcou com os pescadores portugueses e durante cinco meses, viu e registou a dureza da “faina maior” para a documentar. Naquele tempo, a pesca do bacalhau por “homens de ferro em navios de madeira”, a mítica “frota branca”, era a última grande actividade económica que fazia uso da navegação à vela para viagens transoceânicas.
Através desta obra de Alan Villiers no “Argus”, ficamos com uma imagem da pesca portuguesa que até 1974 utilizava ainda  o método tradicional de pesca, apanhavam o bacalhau com isco e à linha a partir de pequenos botes, denominados “dóris”, que saiam do navio-mãe para a água.

Preço:40,00€

Referência:13998
Autor:VITORINO, Pedro
Título:INVASÕES FRANCESAS
Descrição:

Livraria Figueirinhas, Porto, 1945. In-8.º de 199-(3) págs. Br. Ilustrado em extra-texto com gravuras a preto e branco coladas sobre cartolina encarcelada. Nítida impressão sobre papel de gramagem e qualidade superior. Capas de brochura quase impecável não fosse uma pequena manchinha no canto inferior direito.

 

 

Observações:

Trabalho muito exaustivo sobre as invasões francesas a Portugal com um prefácio de J. A. Pires de Lima.


(...) Tornadas as montanhas de Tôrres, baluarte inexpugnável, a vitória estava assegurada!
Pela terceira vez no nosso território, Wellington media-se com os invasores. O vigor indómito do chefe anglo-luso lançá-los-ía definitivamente para longe das fronteiras. (...)

Preço:28,00€
página 2 de 2