Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Junho 2022
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

Angola

Foram localizados 92 resultados para: Angola

 

Referência:12493
Autor:autoria indefinida
Título:LAVRA & OFICINA Caderno especial dedicado à literatura angolana em saudação à VI Conferência dos escritores afro-asiáticos
Descrição:

União dos Escritores Angolanos, Luanda, 1979. In-8º de 135 págs. Br. Muito ilustrado, no texto e em extra-texto a cores e a preto e branco.

RARO.
,

Observações:

"Têm os escritores angolanos uma tradição de luta. Desde o início [...] que os escritores estão presentes como agentes de luta pela independência"

Com participação de  Luandino Vieira, Pepetela, Boaventura Cardoso, Arnaldo Santos, Agostinho Neto, entre outros.

 

 

Preço:25,00€

Referência:12490
Autor:AZEVEDO, Eduardo de
Título:TERRA DA ESPERANÇARomance duma viagem a Angola
Descrição:

Fomento de Publicações, Lisboa, s.d. In-8º de 266-(3) págs. Br. Cadernos parcialmente por abrir. Assinatura de posse.

2ª Edição

Observações:

´Reportagem muito exaustiva sobre Angola, nos seus aspectos sociais, culturais, civilizacionais onde se dá  uma imagem fiel da África Portuguesa. Entre outro capítulos destacamos, imaginação negra,pedras sagradas,perigueiro em busca de caça,cinco séculos de história,festas de cores,homem primitivo,decoração cénica,sol e cores,aspectos negativos.

Preço:23,00€

Referência:14913
Autor:DIAS, Gastão de Sousa
Título:RELAÇÕES DE ANGOLA (PRIMÓRDIOS DA OCUPAÇÃO PORTUGUESA).
Descrição:

Imprensa da Universidade, Coimbra, 1934. In-8º de 256-(3) págs. Brochado. Muito bom exemplar

Ostenta uma dedicatória autógrafa.
 

Observações:

A Colónia portuguesa de Angola formou- se em 1575 com a chegada de Paulo Dias de Novais com 100 famílias de colonos e 400 soldados. Paulo Dias de Novais foi o primeiro governador português a chegar a Angola, que tinha como principais acções explorar os recursos naturais e promover o tráfico negreiro (escravatura) formando um mercado extenso. Este livro trata sobretudo das duas primeiras viagens efectuadas a Angola a partir de documentos pertencetes ao Cartório do Colégio dos Padres da Companhia, de Luanda, e transcritas do códice existente na Biblioteca Nacional de Paris.

Preço:40,00€

Referência:13428
Autor:DIAS, Gastão Souza
Título:CARTAS DE ANGOLA
Descrição:

Edição do autor, Lisboa, 1928. In-8º de 212-(2) págs. Br. Capas de brochura com alguns picos de acidez. Ilustração da capa de Tagarro.
 

INVULGAR.

Observações:

“As Cartas de Angola, foram na sua maioria publicadas em jornais, algumas há bastante tempo já, pecando assim por falta de unidade, não só nos assuntos versados, como também no estilo e na feição em que foram moldadas. Publico-as em volume porque contêm matéria que continua a interessar a Angola e porque nelas pus porventura um pouco do meu coração e da minha alma inquieta de português”.

Preço:30,00€

Referência:12232
Autor:GONZAGA, Norberto
Título:ANGOLA Pequena Monografia
Descrição:

Agência Geral do Ultramar. Centro de Informação e Turismo de Angola, Lisboa, 1969.In-8.º de 357 págs. Br. Profusamente ilustrado em extra-texto com fotogravuras; quadros de dados; e um mapa desdobrável de Angola.

 

Observações:

 Livro fundamental para ficar a conhecer esta antiga colónia portuguesa e as suas riquezas e desenvolvimento. Enriquecido com ilustrações de pormenores da vida quotidiana angolana assim com aspectos urbanísticos, rurais entre outros.

Preço:28,00€

Referência:14519
Autor:MAIA, Carlos Roma Machado de Faria e
Título:RECORDAÇÕES DE ÁFRICA verídicas narrativas de viagens, caçadas, combates e costumes indígena, marchas pelo interior e navegação dos rios
Descrição:

Edição de Autor, Lisboa, 1930. In-8º de 396 págs. Brochado. Ilustrado ao longo do texto. Capas de brochura com pequenos picos de humidade. Miolo bem conservado, não obstante o amarelecimento do papel, próprio da sua qualidade.

Segunda edição.
 

Observações:

Livro de memórias,  muito curioso e apreciado,  sobre o ultramar português, com histórias da época, dos feitos militares e das caçadas.

Tem interesse histórico e etnográfico.

Preço:40,00€

Referência:12895
Autor:MATIAS, Rodrigues [coord.]
Título:DIÁRIO DA VIAGEM PRESIDENCIAL ÀS PROVÍNCIAS ULTRAMARINAS DE SÃO TOMÉ E PRINCÍPE E ANGOLA 1954
Descrição:

Agência geral do Ultramar, Lisboa, 1956.Dois volumes de in-4º de 437-(69)e 499-(71)págs. Br. Ilustrado em extra-texto com fotografias.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Viagem do Presidente Craveiro Lopes a São Tomé e Angola.

"Por mim nada mais desejo com tanto ardor que poder iniciar na devida oportunidade as minhas visitas ao Ultramar, para viver o seu portuguesismo, certificar-me do seu desenvolvimento e congratular-me pelos seus progressos..."

Preço:45,00€

reservado Sugerir

Referência:13903
Autor:MORAES E CASTRO, Armando A. G. de; CARDOSO, A. Pereira
Título:UMA VIAGEM ATRAVÉS DAS COLÓNIAS PORTUGUESAS
Descrição:

Companhia Portuguesa Editora, Porto, 1926. In-8º de 240-(2) págs. Br. Capas de brochura empoeiradas. miolo amarelecido. Com uma pequena assinatura de posse.

INVULGAR

Observações:

Livro com prefácio do Almirante Ernesto de Vasconcelos que  é o relato de forma epistolar da viagem efectuada por Armando Moraes e António Cardoso pelas colónias portuguesas, no ano de 1926. Analisa as  colónias sob o ponto de vista físico, económico e político usando uma escrita tipica  de propaganda colonial.

Preço:19,00€

Referência:13766
Autor:MOTA, Francisco Teixeira da
Título:ALVES REIS - UMA HISTÓRIA PORTUGUESA
Descrição:

Contexto Editora Lda, Lisboa, 1996. In-8.º de quatro volumes com 103, 94, 79 e 99 páginas respectivamente. Br.
Profusamente ilustrados.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Biografia exaustiva de Alves Reis que com apenas 22 anos conseguiu o lugar de director na Companhia dos Caminhos-de-Ferro de Moçâmedes. e quando regressa a Lisboa compra uma empresa ferroviária em Angola com um cheque sem cobertura. Preso por dois meses, engendra a maior burla que Portugal conheceu: a falsificação de dois milhões de notas de 500$00 que serão injectadas em Angola!  É  constituída por quatro volumes com os seguintes títulos: A Paixão por Angola; E as notas que fizeram-se dinheiro; O sonho desfeito e O julgamento final.

Preço:30,00€

Referência:12674
Autor:NORTE, Amália de Proença
Título:RAÇA ETERNA
Descrição:

Editorial Império, Lisboa, 1953. In-8º de 313-(10) págs. Br. Profusamente ilustrado ao longo do texto e em extra-texto. Capa de brochura com ligeira e insignificante falha de papel.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.
 

Observações:

Curioso livro de crónicas e conferências de teor propagandista sobre a importância da Raça Lusa. Aborda aspectos não só históricos como também sociais. A segunda parte do livro exalta os feitos portugueses em Angola e Moçambique.

"A raça -  a raça lusa que ainda hoje trabalha, canta e sofre na terra portuguesa."

 

Preço:20,00€

Referência:12497
Autor:RUI, Manuel
Título:SIM CAMARADA
Descrição:

Edições 70/ União dos Escrittores Angolanos, Lisboa, 1977. In-8º de 191-(8) págs. Br.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Conjunto de cinco contos, “O Conselho”, “ O Relógio”,“ O último bordel”, “Duas rainhas” e “Cinco dias depois da independência”  passados na fase do governo de transição e dos primeiros dias de independência em Angola, onde através dos seus personagens ele dá voz aos mais variados representantes da sociedade.

"Em frente ao dip, mudaram de passeio para aproveitarem ver o jornal da parede, parando deslumbrados nos recortes onde vinha a fotografia do camarada Presidente e pioneiros a marchar com espingardinhas de fisga e bala. Um ritual. Mesmo que as colagens não fossem substituídas durante dias, eles repetiam a contemplação que já fazia parte das regras do grupo. Entendiam pelas fotografias. Ninguém sabia ler no pelotão."

Preço:19,00€

Referência:13273
Autor:Sem autoria
Título:CARTA GERAL DOS SOLOS DE ANGOLA 3 - DISTRITO DE MOÇÂMEDES.
Descrição:

Junta de Investigações do Ultramar, Lisboa,  1963. In-4º de 192 págs. Br. Ilustrado ao longo do texto e em extra-texto. Cadernos por abrir. Publicado pela Missão de Pedologia de Angola e integrado nas Memórias da Junta de Investigação do Ultramar. Encerra no final  em separado e impresso a cores, um mapa desdobrável  à escala de 1:1.000.000 .

Observações:

A Carta de Solos do distrito de Moçâmedes representa a distribuição geográfica de associações de unidades-solo, designadas por «agrupamentos», de categoria taxonómica mais próxima da série que do grande grupo de solos. Não se trata portanto de uma carta de capacidade de uso ou de utilização dos solos, mas sim de uma carta que, entre outras aplicações, tem a de poder servir de base para classificações interpretativas, e cartas destas decorrentes, referentes a tal utilização.

“Tal como as cartas de solos já publicadas (92, 93), a Carta de Solos do Distrito de Moçâmedes representa a distribuição geográfica de associações de unidades-solo designadas por agrupamentos, de nível taxonómico médio, alguns dos quais correspondendo à categoria família de solos. Não se trata portanto de uma carta de utilização de solos, mas sim de uma carta que, entre outras aplicações, tem a de  poder servir de base para classificações interpretativas, e cartas destas decorrentes, respeitantes a tal utilização."

Preço:15,00€

Referência:14685
Autor:SOUTO, A. Meyrelles
Título:FEITIÇO ALÉM-MAR. (História e Observação)
Descrição:

Parceria A.M.Pereira, Lisboa, 1970. In-8º de 298-(2) págs. Brochado. Ilustrado em separado sobre papel couché. Vinco ligeiro no canto inferior direito da capa anterior. Exemplar muito limpo, não obstante o carimbo de "oferta editorial" no ante-rosto.

Observações:

Este livro encerra belíssimas páginas descritivas dos lugares por onde o autor andou em viagem. "... Em África, o Homem - ao contrário daquilo que parceria norm e de esperar - não se sente amedrontado e envilecido pela Natureza: tem o sentimento de que a dominará, será ele o vencedor nessa lut com a imensidade sertaneja ou florestal. É talvez esse pensamento aquilo que orienta o europeu: sentir-se dominador, com o seu espírito aventureiro e audacioso; ter a impressão - a segurança mesmo, dentro de si de que no duelo com o ambiente, será sempre este o dominado e vencido. (...) Porque a África, ainda hoje, não é apenas cidades. Ia mesmo a dizer: quase não é cidades, com o conforto moderno, os jardins apetecíveis, as casas elegantes, as avenidas bem traçadas, as árvores simetricamente dispostas a debruar os passeios, floridas e umbrosas. Não! Não é! O mato predomina - e muitíssimo - com as dificuldades, mistérios, riscos e receios, perigos e surpresas, feras, ciladas, obstáculos e pitoresco. Por isso, quem nunca se aventurou para além do ambiente citadino - não conhece, nem avalia, nem sabe apreciar o encanto, o "feiitiço" africano E ele existe, o maroto! E ele prende, ele enlaça, e ele seduz... Como o senti, como o vi, como o conheci, vai ficar nestas páginas."

Do índice:
São Tomé; Cabinda; No Reino do Congo; Luanda e arrabaldes; Sob a égide de S. Filipe; o Deserto de Moçamedes; Subúrbios laurentinos; Feras vivas e empalhadas; Lugares de glória; O Hospital de sangue do Chibuto; Praias Moçambicanas; Na Zambézia; Vistas dos Ar; Terras de Chá; Nas margens do Niassa; Ilha de Moçambique; Moçambique; Arte e Folclore; Riquezas visíveis e encobertas; Dois tratados.
 

 

Preço:17,00€

Referência:13021
Autor:TEIXEIRA, Alberto de Almeida
Título:PAIVA COUCEIRO - Aspectos africanos da sua vida
Descrição:

Pro Domo, Lisboa, 1948. In-8º de 238-(4) págs. Br Cadernos por abrir. Ilustrado com fotografias em extra-texto. Ostenta uma dedicatória não autógrafa.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Do prefácio:
"Não pretendemos vir fazer aqui a biografia no seu aspecto africano, do português insigne que foi Henrique de Paiva Couceiro, mas apenas indicar com toda a objectividade 'honrados feitos' por ele cometidos, que fosse como explorador, quer como soldado, quer ainda como governador.
A sua excelsa e gigantesca figura pertence à História e exige quem esteja liberto de sentimentos de amizade, de gratidão e de devoção, que a nós nos dominam, e possua aparada pena para lhe dar justo e imparcial relevo, se for ainda bastante psicólogo para aprender o constraste que exista entre a sua personalidade de verdadeiro cavaleiro medieval, 'que se atrasara na data do nascimento', e a época em que viveu de ambiente materialista e utilitário, constraste nem sempre compreendido por muitos dos seus contemporâneos."

Do ÍNDICE:

I
I - A ida para Angola; II - A projectada viagem ao Barotze; III - A morte de Silva Porto; IV - A viagem, ao longo do Cubango, à região do Mucusso; V - A campanha do Bié;

II
I - Paiva Couceiro e António Enes; II - Um estudo administrativo; III - A experiência de tracção mecânica; IV - Reconhecimentos;

III
I - Governador de Angola; II - A ocupação da Província; III - Os instrumentos de trânsito; IV - O povoamento europeu; V - A organização administrativa; VI - A civilização e a protecção dos nativos; VII - O fomento; VIII - A economia e finanças; Conclusão

Preço:19,00€

Referência:13415
Autor:TRONI, Alfredo
Título:NGA MUTURI
Descrição:

Edições 70,Lisboa, 1973. In-8º de 73-(6) págs. Br. Ilustrado com um retrato do autor.

Observações:

Conto de Alfredo Troni, publicado em 1882 na  “metrópole” no Diário da Manhã e, mais tarde, no
Jornal das Colónias em Luanda, o autor  é por muitos considerado o precursor da prosa moderna em Angola.

Do Prefácio

 “Antes de mais, notemos que a principal personagem da noveleta, a que lhe dá o título, é um exemplo de crioulidade cultural, não biológica. A sua vida de acesso à crioulidade foi a escravatura, aliás a impulsionadora desse fenómeno onde quer que ele se apresente com alguma relevância social. O facto que originou a sua entrega à escravatura foi um dos mais correntes na África a Sul do Equador no século passado: a indemnização por prejuízos causados a estranho por elementos da sua família extensa.”
 

Excerto do Livro:


"Nga Ndreza (nome que tem na sociedade de Luanda, uma sociedade onde só avultam os panos, sim, mas que guarda um certo número de conveniências) afirma que é livre, que foi criada em Novo Redondo, e pertence à família de F...; e, quando muito, cala-se quando lhe perguntam se é buxila. Também ninguém faz questão disso já. E que a fizesse! Ela, à força de afirmar que não foi escrava, esqueceu-se de [não] ter sido sempre livre."

Preço:17,00€

Referência:13987
Autor:VAZ, J. Ferraro
Título:GUIA PARA OBSERVADORES DAS ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS
Descrição:

Agência Geral das Colónias, Lisboa, 1945. In-8º de XVI-218-(2)págs. Br. Capas amarelecidas pelo tempo. Ilustrado ao longo do texto e em extra-texto. Carimbo a tinta manchado no frontispício.

Observações:

Obra muito curiosa  dividida em três partes. A primeira versando sobre instrumentos de medição e observação, a segunda sobre a elaboração e leitura de meteogramas e a terceira encerra tabelas.

Preço:28,00€

Referência:12500
Autor:VIEIRA, Luandino
Título:VIDAS NOVAS
Descrição:

Edições 70/ União dos Escritores Angolanos, Lisboa, 1976. In-8º de167-(7) págs. Br. Capa de João da Camara Leme. Assinatura de posse.

Terceira edição.

Observações:

 Vidas Novas é a terceira obra do autor anterior ao livro Luanda. Teve várias edições clandestinas, algumas totais, outras parciais.  Estas narrativas foram escritas de 28 de Junho de 1962, no Pavilhão Prisional da Pide em Luanda. Apresentadas ao concurso literário da Casa dos Estudantes do Império em Lisboa, foram distinguidos com o Prémio Jão Dias 1962, por um júri de que faziam parte entre outros, Urbano Tavares Rodrigues, Orlando da Costa, Lília da Fonseca, Noémia de Sousa e Carlos Ervedosa.

Preço:15,00€

Referência:12495
Autor:VIEIRA, Luandino
Título:VELHAS ESTÓRIAS
Descrição:

Edições 70/ União dos escritores Angolanos, Lisboa, 1976. In-8º de 224 páginas Br. Capa de João da Camara Leme. Assinatura de posse.

Segunda edição.

Observações:

Conjunto de 3 belissímos contos onde podemos  mergulhar na memória de Angola através das suas contradições e costumes.

Preço:15,00€

Referência:12434
Autor:VIEIRA, Luandino
Título:NO ANTIGAMENTE NA VIDA estórias
Descrição:

Edições 70, Lisboa, 1975. In-8º de 205-(2)págs; Br.

Observações:

Livro de contos com 3 estórias, que no seu conjunto nos levam ao mundo das infâncias reinventadas, escritas pelo melhor escritor angolano.

"Ele [Candinho] sabia tudo (...). Só não sabia que vou-lhe matar; ninguém que lhe avisou; é pena. Eu queria matar para tu veres que sou mau, cuspir nas sagradas entranhas do dia feriado mundial; mas queria ele vivo comigo nos pássaros do crepúsculo de nossa lagoa voltando nas asas deles.E matei."

Preço:16,00€

Referência:14776
Autor:[VASCONCELOS, Mota de; edição]
Título:ANGOLA & MOÇAMBIQUE, Rumo e Tesouro de Portugal. Um livro integrado no fomento e povoamento do Além-Mar Lusitano.
Descrição:

(Grafitécncia), Lisboa, 1963. In-8º de LXXII-35-(190) págs. Brochado. Capas de brochura com ligeiros picos de acidez. Miolo em óptimo estado de conservação.

As últimas 200 páginas são referentes a publicidade a Actividades e Imagens de Angola e Moçambique, incluindo também Actividades das Ilhas da Madeira, S. Miguel e Terceira.

Observações:

Obra de índole jornalística, recheada de inúemros artigos, sobre os problemas sociais e políticos de Angola e Moçambique, escrito na sequência de outros dois títulos anteriormente publicados.

Mota de Vasconcelos, de nome completo Joaquim do Espírito Santo Mota de Vasconcelos (Funchal 1902), foi jornalista e publicista, panfletário, polemista, orador, cronista e conferencista.

 

Preço:39,00€