Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Maio 2021
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

Autógrafos

Foram localizados 149 resultados para: Autógrafos

 

Referência:14644
Autor:AAVV
Título:OS SETE PECADOS MORTAIS: Soberba. Avareza. Luxúria. Inveja. Gula. Ira. Preguiça.
Descrição:

Minotauro. Lisboa, s.d. In-8º de 106-82) págs. Brochado. Ilustrado à parte sobre papel couché com desenhos impressos de Nikias Skapinakis. Exemplar muito valorizado pelas assinaturas de Armindo Rodrigues, Isabel da Nóbrega, Fernanda Botelho, Maria Judite Carvalho, Urbano Tavares Rodrigues e Luis Forjaz Trigueiros. Como habitualmnete, não aparecem autografados os colaboradores Jorge Reis e Nikias Skapinakis.

Observações:

Livrinho que reúne contos colectivos sobre estes temas tão controversos do catolicismo, da autoria de Armindo Rodrigues, Urbano Tavares Rodrigues, Fernanda Botelho, Luís Forjaz Trigueiros, Jorge Reis, Isabel da Nóbrega e Maria Judite de Carvalho.

 

Preço:35,00€

Referência:14682
Autor:BOTTO, António
Título:AS CANÇÕES DE ANTÓNIO BOTO. Nova edição definitiva
Descrição:

Livraria Bertrand, Lisboa, 1956. In-8º de 538 págs. Brochado. Com uma vinheta colada no verso do anterosto, numerada e rubricada pelo punho do poeta. Capas com ocasionais picos de humidade. Miolo muito limpo. Número de ordem de biblioteca a tinta no frontspício. Muito bom exemplar, bem conservado.

Observações:

Com um estudo de Fernando Pessoa, José Régio, Garcoa Lorca, Manuel Teixeira Gomes, Raul Leal, João Gaspar Simões, etc ... Nova Edição definitiva e muito aumentada das obras completas com os últimos versos inéditos do poeta e alguns estudos críticos em marginália.

Preço:25,00€

Referência:14461
Autor:BRANDÃO, Mário
Título:O LIVRO DA RECEPTA & DESPESA DAS RENDAS DA UNIVERSIDADE POR MANUEL LEITAM Q COMEÇOU PER PASCOA DE 544 ANNOS. SCRIVAM MANUEL TOMAS.
Descrição:

(Nas Officinas da "Atlântida"), Coimbra, 1938. In-4º de - 8º de 56-(1) págs. Brochado. Dedicatória autógrafa a Virgilio Correia. Capas com ocasionais picos de humidade. Miolo bem conservado.

Anotações marginais a lápis co preciosa informação, escritos pelo punho do notável investigador de história, o Pdr. Nogueira Gonçalves.

Observações:

Publicação do Arquivo e Museu de Arte da Universidade de Coimbra.

Preço:23,00€

Referência:13314
Autor:CARVALHO, Joaquim de
Título:ANTÓNIO DE GOUVEIA E O ARISTOTELISMO DA RENASCENÇA Volume I - António de Gouveia e Pedro Ramo
Descrição:

França Amado – Editor, Coimbra, 1916. in-8º de XVII-192 págs. Br. Capas de brochura com alguns picos de acidez . Integrado na colecção "Estudos de história da filosofia portuguesa - 1". ( único publicado). Valorizado pela dedicatória autógrafa ao poeta José Osório de Oliveira.

Observações:

Dissertação com que Joaquim de Carvalho se apresentou ao doutorado na Universidade de Coimbra: "António de Gouveia e o aristotelismo da Renascença" é um trabalho valioso, revelador das notáveis qualidades com que desde então o autor se vem consagrando à especulação filosófica, ilustrado com os esquemas e conceitos da dialéctica de Pedro Ramo, refutados por António de Gouveia e explicados pelo autor.

Preço:28,00€

Referência:13777
Autor:CORTESÃO, Jaime
Título:DIVINA VOLUPTUOSIDADE Poemas em redondilhas
Descrição:

Livrarias Aillaud e Bertrand, Paris- Lisboa, 1923. In-8º de 141-(5) págs.Br. Capas de brochura com leves picos de acidez. Valorizado pela dedicatória autógrafa.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

 

 

Observações:

Livro de poesia de Jaime Cortesão, figura de grande importância da cultura portuguesa do século XX.

Preço:20,00€

Referência:12441
Autor:COUTO, Ribeiro
Título:ISAURA
Descrição:

Editorial Inquérito, Lisboa, 1944. In-8º de 75-(5) págs. Br. Valorizado por uma dedicatória a Luís Forjaz Trigueiros. Inserida na Colecção "Novelas Inquérito".

 

PRIMEIRA EDIÇÃO.

 

 

Observações:

Curiosa novela de Ribeiro Couto que  foi o último  título de uma colecção de novelas da Editorial Inquérito publicou entre 1940 e 1944.

Preço:18,00€

Referência:12440
Autor:COUTO, Ribeiro
Título:A MENSAGEM DO LUSÍADA ANTÓNIO NOBRE
Descrição:

Tip. Ramos, Afonso & Moita, Lisboa, 1944. In-8º de 30 págs. Br. Valorizado pela dedicatória aos poetas José Osório de Oliveira e Raquel Bastos. Folhas com ligeiras manchas de água marginais. Separata da Revista Litoral, nº1. Este é o exemplar nº 25  da edição especial de 150 exemplares, numerados e assinados pelo autor. Ilustrado com uma fotografia de António Nobre e uma vinheta no começo do texto.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Ensaio muito interessante sobre António Nobre escrito por Ribeiro Couto.

"A poesia de António Nobre restaura o reino da confiança e aponta à nacionalidade portuguesa o caminho do renascimento."

Preço:20,00€

Referência:12439
Autor:COUTO, Ribeiro
Título:POESIAS REUNIDAS
Descrição:

Livraria José Ollympio, Rio de Janeiro, 1960, In-8º de 4486-(2) págs. Br. Valorizado pela expressiva dedicatória autógrafa ao poeta José Osório de Oliveira.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Obra que reune todos os livros de poesia publicados pelo autor, na altura da sua publicação Manuel Bandeira escreveu :

"Sua poesia continuou sempre sendo a anotação arguta dos momentos raros da vida, aqueles momentos de “indecisão delicada”. Momentos de subúrbio, digamos assim, quando do luar descem coisas – “certas coisas”. Nunca lhe interessaram as polêmicas sobre o que seja poesia. “É poesia? Não é poesia? Quem saberá jamais?” Todos os problemas estavam resolvidos para ele “pela aceitação da simplicidade”.

Preço:40,00€

Referência:12438
Autor:COUTO, Ribeiro
Título:POEMETOS DE TERNURA E MELANCOLIA
Descrição:

Editora Monteiro Lobato, São Paulo, 1924. In-8º de 112-(2) págs. Br. Valorizado pela expressiva dedicatória autógrafa ao poeta José Osório de Oliveira. Capas de brochura com alguns picos de acidez.

PRIMEIRA EDIÇÃO.
 

Observações:

SURDINA

Minha poesia é toda mansa.
Não gesticulo, não me exalto...
Meu tormento sem esperança
tem o pudor de falar alto.

No entanto, de olhos sorridentes,
assisto, pela vida em fora,
à coroação dos eloqüentes.
É natural: a voz sonora
inflama as multidões contentes.

Eu, porém, sou da minoria.
Ao ver as multidões contentes
penso, quase sem ironia:
"Abençoados os eloqüentes
que vos dão toda essa alegria."

Para não ferir a lembrança
minha poesia tem cuidados...
E assim é tão mansa, tão mansa,
que pousa em corações magoados
como um beijo numa criança.

Preço:30,00€

Referência:12437
Autor:COUTO, Ribeiro
Título:SENTIMENTO LUSITANO
Descrição:

Livraria Martins Editora, São Paulo, 1961. In-8º de 178 págs. Br. valorizado pela expressiva e extensa dedicatória autógrafa aos poetas Raquel Bastos e José Osório de Oliveira.

PRIMEIRA EDIÇÃO da obra publicada no Brasil e só póstumamente publicada em Portugal.

 

Observações:

Conjunto de ensaios muito interessantes de Ribeiro Couto,Autor brasileiro muito apreciado entre os intelectuais portuguesesda sua época,  encerra ensaios sobre, António Nobre, João de Barros, Joaquim Paço d'Arcos, entre outros. De destacar também o ensaio " O pequeno emigrante português e a continuidade histórica do Brasil".

“não era adquirido sem trabalho, não caia do céu; custava muito esforço” -, para muitos mais terá constituído um penoso exercício de sobrevivência, talvez pelas poucas habilitações com que em sua grande maioria arribaram a terras de Vera Cruz. Mas não é desse brasileiro entre aspas o objecto desta minha fala, já retratado  por Guilhermino César, em O “Brasileiro” na ficção portuguesa: O Direito e o Avesso de uma Personagem-Tipo”

 

Preço:40,00€

Referência:14725
Autor:DELGADO, Humberto
Título:A MARCHA PARA AS ÍNDIAS
Descrição:

Defesa Nacional, Lisboa, 1940. In-8º de 40-(8) págs. Brochado. Ostenta uma expressiva dedicatória autógrafa de página inteira. As últuimas oito páginas são dedicadas à crítica registada então nos prinicpais periódicos nacionais. Capa de brochura ilustrada com uma gravura da Nau de São Gabriel que Vasco da Gama comandou.

Observações:

Peça radiofónica histórica (e patriótica) em 2 actos, emitida pela Emissora Nacional no dia 8 de Julho de 1940, 443º aniversário da primeira partida de Vasco da Gama para a Índia.

Livrinho especialmente valorizado pela expressiva dedicatória autógrafa do conhecido General sem Medo, crescente figura crítica e a maior ameaça de contestação interna que o Estado Novo sofreu em todo o seu percurso, que foi cabeça do movimento de tentativa de derrube do regime salazarista através de eleições. A dedicatória é dirigida ao Coronel E(duardo) Costa Ferreira, participante do Golpe de 28 de Maio de 1926, que no período de 11 de setembro de 1929 a 14 de novembro de 1929 exerceu as funções de Ministro da Instrução Pública do governo da Ditadura Nacional.

Constitui uma das 3 peças de teatro radiofónico que Humberto Delgado escreveu entre 1939 e 1940 e, segundo Teresa Carvalho, manifesta "...  o intelectual comprometido, o escritor cioso do património cultural português, o homem em sintonia com o pensamento moderno, avesso a ângulos estreitos ...".

Preço:35,00€

Referência:12295
Autor:FANHA, José
Título:OLHO POR OLHO
Descrição:

Edição do autor, Lisboa, 1977. In-8º de 40 págs. Br. Capa de  Manuel Botelho. Valorizado por uma dedicatória autógrafa.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

À conquista do espaço

Não
Não quero voar
Rapidamente no espaço
E pousar em qualquer lua.


Quero uma estrela pequena,
Do meu tamanho de gente,
A iluminar
Quem passa
Nesta rua.

 

Preço:10,00€

Referência:11774
Autor:FIGUEIREDO, Tomaz de
Título:A TOCA DO LOBO
Descrição:

Editorial Verbo, Lisboa, 1963. In-8º de 257-(23)págs. Encadernação editorial em sintético. Com uma ilustração extra-texto de Maria Adozinda Santos. De uma tiragem especial numerada e assinada pelo autor (fora do mercado os numerados de I a X, sendo este o VI). Valorizada pela expressiva dedicatória autógrafa ao poeta José Osório Oliveira. Obra integrada nas «Obras Completas» do autor.

Observações:

Romance que J. Bigotte Chorão, no livro "O Essencial sobre Tomaz de Figueiredo",considera “o livro mais seu, o título que o identifica na república literária, e nela teria um lugar ainda que não houvesse publicado mais nada. Trata-se do que chamamos uma «obra-prima»: um livro único e irrepetível"

Preço:50,00€

Referência:11773
Autor:FIGUEIREDO, Tomaz de
Título:VIDA DE CÃO
Descrição:

Editorial Verbo, Lisboa, 1963. In-8º de 223-(10)págs. Encadernação editorial em sintético. Com uma ilustração extra-texto de Artur Bual. De uma tiragem especial numerada e assinada pelo autor (fora do mercado os numerados de I a X, sendo este o VI). Valorizada pela expressiva dedicatória autógrafa.
Primeira edição, integrada nas «Obras Completas» do autor.

Observações:

Primeira edição deste livro que reune 9 novelas do autor sobre quem Baptista Bastos afirmou "Os livros de contos e novelas de Tomaz de Figueiredo são um maravilhoso conjunto de pequenos espelhos que mudam, mas que reflectem a «totalidade» (tomando a expressão com todas as precauções devidas) de um testemunho presencial, que recusa as imagens cosméticas. Baseados em efeitos de transformação e de deformação, esses textos exaltam os últimos vestígios do mito da natureza, indo o autor ao baú da infância e às turbulências adolescentes para remanchar um tempo que impõe as suas próprias limitações mas que produz uma eficácia emocional extraordinária."

Preço:40,00€

Referência:13465
Autor:FILIPE, Daniel
Título:MARINHEIRO EM TERRA. Poemas.
Descrição:

Edição do autor, Lisboa, 1949. In-8º de 53-(3)págs. Br. Capas com alguns picos de acidez. Capa de António Vaz Pereira. Este exemplar é o nº 2 de 5 exemplares em papel bíblia, da Matrena, fora do mercado, numerados e rubricados pelo autor". Valorizado pela expressiva dedicatória autógrafa ao poeta José Osório de Castro a quem o livro também é dedicado.

PRIMEIRA EDIÇÃO do segundo e raro livro do autor.

Observações:

 

CANTIGA DE RODA

A tarde no jardim deserto e calmo
e este livro de poemas morno e fútil!
(Por exemplo: vejamos este "salmo")
Tudo tão completamente inútil!

Um céu azul, sem núvens - de verão.
Duas crianças jogam animadamente
ao eixo. Um entusiasmo são
qur me torna igual a toda a gente!

Apetece ser simples e sincero,
aqui onde há crianças e pardais...
Que diabo! Uma vez, ao menos, quero
ser como os mais!

 

Preço:75,00€

Referência:12383
Autor:FONSECA, Quirino da
Título:A CARAVELA PORTUGUESA e a prioridade técnica das Navegações Henriquinas. I e II partes.
Descrição:

Edição do Ministério da Marinha, Lisboa, 1978. In-8º de 362 e 257 págs. respectivamente. Br. IIustrados com esboços e medidas do velame, reprodução de gravuras antigas, perfis de embarcações, e quadros de dados com a arqueação dos navios.. Em bom estado de conservação. Valorizado pela dedicatória autógrafa.

Observações:


Estudo muito importante sobre a caravela portuguesa,com comentário preliminar de João da Gama Pimentel Barata.
"É na presente obra que a erudição do comandante Quirino da Fonseca atinge a culminância, dela ressaltando a vivacidade do seu espírito que, sobrepondo-se às enormes dificuldades da época na consulta, estudo e angariação de elementos de trabalho, produziu acerca da caravela portuguesa obra completa que ainda hoje constitui elemento básico a que recorrem os estudiosos deste e de outros tipos de embarcação."

Preço:75,00€

Referência:12414
Autor:LEITE, Bertha
Título:D. GONÇALO DA SILVEIRA
Descrição:

Agência Geral das Colónias, Lisboa, 1946. In-8.º de 429-(1) págs. Br. ILustrado ao longo do texto. Dedicatória autógrafa no ante-rosto. Bom estado de conservação.

Observações:

"D. Gonçalo da Silveira é o nome de um missionário português do século XVI que fêz parte da Companhia de Jesus e lutou nobremente contra tudo e contra todos que pretenderam toldar-lhe o mais belo sonho da humanidade em tôdas as eras: praticar o bem, amar o bem, elevar-se pelo bem."

Encerra os seguintes capítulos: Os pais, a infância e a família; A Companhia de Jesus e o Noviciado; A Pregação, a Côrte e as Infantas; A Infanta D. Maria; As Missões; A acção de D. Gonçalo da Silveira: D. Gonçalo da Silveira, Provincial do Oriente, a cooperação de D. Gonçalo da Silveira nas leis de Francisco Barreto, D. Gonçalo e os Judeus, Damão, Através da Índia; Inhambane; Monomotapa: de Moçambique até Sena, de Sena a Simbaoé, por Tete; Martírio e Morte; A Epopeia das Letras nas Letras da Epopeia Portuguesa.

Preço:40,00€

Referência:13584
Autor:MAIA, Manoel Rodrigues
Título:NOVO ENTREMEZ O DOUTOR SOVINA composto por... para se representar no Real Theatro de S. Carlos
Descrição:

Na Officina de Simão Thaddeo Ferreira, Lisboa, 1839. In-8º de 16 págs. Encadernação moderna em papel marmoreado com dizeres a ouro em rótulo de pele na lombada. Algumas páginas com restauro margina, não aparadas.

 

Valorizado pela nota de apreciação manuscrita de Almeida Garrett enquanto censor do Teatro S. Carlos.

PRIMEIRA EDIÇÃO e RARO. PEÇA DE COLECÇÂO.

 

Observações:


"é o Doutor Sovina de Manoel Rodrigues Maia, que a escreveu para ser repre- sentada no Theatro de Sam Carlos ; a acção é bastante simples, e só se sustem pela chulice da linguagem e pelas anecdotas que Maia dramatisou incidentemente. O Doutor Sovina é uma espécie de Manoel Mendes, menos bem entretecido; tem uma filha em casa, chamada D. Lépida, que se apaixona pelo praticante de escriptorio Silvério; O Doutor Sovina vive com a mais restricta parcimonia, sáe pela manhã para ajuntar folhas de couve na praça da Figueira, tempera a agua da fonte com a de um poço que tem em casa para não dispender com o aguadeiro, faz com qUe um pão dure para quatro diaâ, mas é bastante rico. Silvério quer casar com D. Lépida, e sabendo que o Doutor é eminente nos conselhos da rabolice, consalta-o acerca ào seu projecto, mas sem personificar a noiva"
In "História do Theatro Portuguez" de Teofilo Braga

 

Acreditamos ser esta a edição original pois o tipo de impressão e o papel são caraterístico do final do século XVIII e também porque segundo Albino Forjaz de Sampaio que no seu "tratado" sobre Literatura de Cordel refere as edições do DOUTOR SOVINA E DO NOVO ENTREMEZ DO DOUTOR SOVINA e indica a nossa edição (impressa na Oficina de Simão Thaddeo Ferreira sem data) colocando-a cronologicamente como sendo a primeira das que não têm indicação/impressão de data.Todas as outras edições  com indicação/impressão de data são posteriores à data manuscrita pelo punho do Garrett.
Este facto é corroborado pela informação fornecida pela  Biblioteca Nacional de Austrália e também pela  tese De Andreia Amaral, que se refere a esta edição apontando para a data de 1790 (?).

Preço:250,00€

Referência:13943
Autor:MARTINS, Alfredo Fernandes
Título:TRIPTICO GALEGO
Descrição:

Edição do autor, Coimbra, 1953. In-8.º de 27-(1) págs. Br. Apresenta três ilustrações em separado. Valorizado pela dedicatória autógrafa.

INVULGAR.

 

Observações:

Conjunto de três crónicas de viagem, publicadas no Diário de Coimbra em 1953, escritas após uma ida deste geógrafo  à Galiza:  Vesperal nas rias, Nocturno compostelano e Pormenor de retábulo


 “A tarde vai morrendo. Os raios do sol-poente franjam as nuvens de púrpura e ouro, arrancam das águas cambiantes de esmeralda, azul e prata, tornam mais profundos os reflexos sombrios das massas de arvoredos. E sob a carícia da luz maravilhosa do entardecer, a beleza dos panoramas ganha maior prestígio; desabrocha tão espontânea da natureza e das obras dos homens, é tanta e tamanha que chega a parecer de magia e sonho, quase irreal por tão prodigiosamente bela.”

Preço:18,00€

Referência:13930
Autor:MENDES, Manuel
Título:CONSIDERAÇÕES SÔBRE AS ARTES PLÁSTICAS
Descrição:

Seara Nova, Lisboa, 1944. In-8.º de 163-(1) págs. Br. Ilustrado em extra-texto. Valorizado pela dedicatória autógrafa no ante-rosto.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

 

Observações:

Livro que encerra vários textos dispersos de Manuel Mendes sobre crítica de arte.

 

Do índice: Breves palavras sôbre o valor das artes plásticas e a razão dos seus estilos; Sôbre o desenho e alguns desenhadores; Desenhos de alguns artistas portugueses; Crónicas; Os arquitectos no 1º Salão dos Independentes; O pintor Dórdio Gomes; À margem do Salão dos Modernistas; A-propósito da exposição de Carlos Botelho; A exposição de Maria Keil; Crónica de Natal; A exposição de Simões de Almeida Veloso Salgado; Columbano; Um artista; Sôbre a natureza das artes; A crítica de arte.

 

“As páginas dêste volume, escritas em épocas diferentes, no decorrer dos úlltimos quinze anos, juntei-os agora num molho, a que não fiz mais do que dar um arranjo leve, como quem ageita e compõe sem pretensões de maior. Foram escritos para um público que não se interessa pelos estudos especializados dêstes problemas, nem pela inviabilidade de certas explicações fantasistas ou literárias. (...) Êste livro não constitui mais do que um éco apagado do interêsse que estas questões merecem, mesmo no nosso país, terreno tão pouco propício se tem mostrado para as artes plásticas ”

 

Preço:25,00€

Referência:14528
Autor:MIGUÉIS, José Rodrigues
Título:LÉAH e outras histórias.
Descrição:

Estúdios Cor, Lisboa, 1958. In-8º de 353-(5) págs. Brochado. Capa de brochura ilustrada a cores por Bernardo Marques. Valorizado pela dedicatória autógrafa que são bastantes raros neste autor.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Livro de contos de José Rodrigues Miguéis, que inclui entre outros o conto "Saudades para Dona Genciana".

 Da badana:
"Léah que agora se publica, representa sem dúvida um novo e decisivo passo na realização de uma das obras mais notáveis da literatura portuguesa contemporânea. "

Preço:50,00€

Referência:9622
Autor:MOITA, António Luís
Título:TEORIA DO GIRASSOL Poesias
Descrição:

Oficinas Gráficas de Ramos, Afonso & Moita, Lda, Lisboa, 1956. In-8º de 137-(1) págs. Br. Capa de brochura ilustrada a cores. Ilustrado com desenho de António Ramos.
Tiragem especial de 150 exemplares em papel offset creme "de fabrico nacional extra" numerados e assinados pelo autor (sendo este o nº 15). Valorizado por expressiva dedicatória autógrafa.

Observações:

Belissímo livro de poesia de um dos fundadores da revista "Árvore". Considerado por Álvaro Salema como "uma das vozes mais expressivas do lirismo português contemporâneo."

Preço:60,00€

Referência:14714
Autor:MURALHA, Sidónio
Título:BECO / PASSAGEM DE NÍVEL - Poemas
Descrição:

Edição do autor, Lisboa, 1949. In-8º de 73-(6) págs. Encadernação cartonada conservando capas de brochura. Ligeiro aparo marginal. Papel com amarelecimento generalizado, próprio da sua qualidade sob acção do tempo. Capa anterior com ligeiras manchas.

Ilustrações de Júlio Pomar e encerra expressiva dedicatória autógrafa.

Observações:

"... Reedito hoje BECO sem lhe mudar uma palavra, sem lhe juntar ou retirar uma vírgula. Desejo que ele chegue às vossas mãos, amigos conhecidos e desconhecidos, tal Bento de Jesus Caraça o leu, há quase nove anos. Neste mesmo volume incluo PASSAGEM DE NÍVEL, livro publicado no Novo Cancioneiro - robusta afirmação de poetas novos que teve berço em Coimbra. Este livro, que é de todos vós, é dedicado à memória de Bento de Juses Caraça - sincera e comovidamente."

 

Preço:20,00€

Referência:12424
Autor:OLIVEIRA, A. Águedo de
Título:O LIBELO DE DIOGO DO COUTO CONTRA OS CONTOS DE GOA.
Descrição:

Tribunal de Contas, Lisboa, 1960. In-8º de 104-(2)págs. Br. Capas ligeiramente empoeiradas.Valorizado pela  dedicatória do autor.

Observações:

Estudo muito interessante e inovador sobre o "Diálogo do Soldado Prático", obra de Diogo de Couto que contém uma crítica cerrada ao funcionalismo da Índia, pondo a nu a ambição da riqueza, o amor ao luxo, a opressão dos pobres, a falta de dignidade e a deslealdade nas informações ao rei.

Preço:25,00€

Referência:13320
Autor:OSÓRIO, Cochat
Título:CALEMA poemas
Descrição:

Livraria Lello, Luanda,1956. In-4.º de 162-(2) págs. Br. Capa de Israel de Macedo. Valorizado pela dedicatória autógrafa. Cadernos por abrir.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Primeiro livro de Cochat Osório, autor que   Gerard Moser e Manuel Ferreira no seu estudo "Bibliografia das Literaturas de Expressão Portuguesa" consideram, juntamente com Agostinho Neto e Maurício Gomes de Almeida, como os percursores duma nova fase da literatura angolana. 

Preço:18,00€

Referência:14439
Autor:RODRIGUES, Manuel Augusto
Título:A INQUISIÇÃO E O CABIDO DA SÉ DE COIMBRA (1580-1640)
Descrição:

In-4º de 51 poágs. Brochado com margens ligeiramente oxidadas. Ostenta uma expressiva dedicatória autógrafa. Separata do Arquivo Coimbrão.

Observações:

Estudo muitodesenvolvido sobre as relações inquisitoriais e o Cabido da Sé de Coimbra em que os móbeis económicos desempenharam um papel importante para a retenção dos judeus e para o estabelecimento do Santo Ofício, em que o poder sócio-económico dos judeus se manifestava de muitas e variadas maneiras.

"... O poder económico do judeu e a sua qualidade de agente fiscal do Estado, da nobreza e até, durante algum tempo, da própria Igreja, fez-se acompanhar de sequelas políticas e sociais inevitáveis. O braço popular da plebe das vilas e aldeias, como classes mais directamente afectadas com a ascenção da minoria israelita, lavraram, sem rodeios, o seu protesto contra a marcha dos acontecimentos. Efectivamente, foram inúmeras as reações das várias classes da sociedade portuguesa contra a presença de judeus em Portugal..."

Preço:19,00€

Referência:13870
Autor:SANT'IAGO, João
Título:UM DEUS MOMENTÂNEO poemas de...
Descrição:

Edição do autor, Lisboa, 1958. In-8º de 58-(5) págs. Br. Capa com desenho do autor. Capa de brochura ligeiramente amarelecida. Valorizado pela dedicatória autógrafa à poeta Raquel Bastos.

PRIMEIRA EDIÇÃO.
INVULGAR.

 

Observações:

Segundo livro de poesia do autor.

Sina


Como uma rota traçada pelo vento,
a sina em minhas mãos é letra morta.
O meu destino está nas tuas veias
e o fim do meu caminho, à tua porta.

 


 

Preço:20,00€

Referência:14720
Autor:SANTARENO, Bernardo
Título:OS OLHOS DA VÍBORA. Poemas de ...
Descrição:

Edição do Autor, Lisboa, 1957. In-8º de 147 págs. Brochado. Não obstante de ligeiro empoeiraemnto na capa de brochura, o exemplar está irrepreensível.
PRIMEIRA EDIÇÃO ostentando uma dedicatória autógrafa.

Observações:

Bernardo Santareno (pseudónimo literário de António Martinho do Rosário ) é autor com vasta obra literária publicada, com especial foco no teatro, apresenta na sua escrita registos realistas, de tonalidade mais naturalista ou com traços épicos, a sua escrita foi essencialmente de denúncia, atenta à realidade do país e visando uma consciência social, o que lhe valeu a proibição de algumas das suas peças e a perseguição pelo regime salazarista.

Preço:47,00€

Referência:14444
Autor:Sem autoria
Título:D. CARLOS DE BRAGANÇA Naturalista e occeanógrafo
Descrição:

Fundação da Casa de Bragança, (Lisboa, 1957). In-4 de 41-(10) págs+ilustrações. Brochado. Com uma dedicatória autógrafa.
Ilustrado à parte sobre papel encorpado com facsimiles de manuscritos, desenhos de utensílios utilizados na campanha oceanográfica, cartas desdobráveis de correntes costeiras realizadas nas campanhas do Yacht Amélia, etc ...

Observações:
Preço:26,00€

Referência:14443
Autor:Sem autoria
Título:CORRESPONDÊNCIA DE EL-REI D. MANUEL II com o Dr. Maurice L. Ettinghausen sobre os LIVROS ANTIGOS PORTUGUESES.
Descrição:

Fundação da Casa de Bragança, (Lisboa, 1957). In-4 de 90-(7) págs. Brochado. Com uma dedicatória autógrafa.

Observações:

Prefácio  de Prof. Dr. M. B. Amzalak.

" Reunem-se neste volume uma interessante colecção de cartas dirigidas por El-Rei Manuel II ao Dr. Maurice Ettinghausen a propósito do seu monumental trabalho de bibliografia, e ainda outras cartas escritas pela sua bibliotecária sobre o mesmo assunto. São acrtas muito interessantes. Nelas se trata da organização, da publicação e da expansão daquele livro valioso. O Senhor D. Manuel manifestou nestas cartas escritas em francês e inglês, não só a sua grande erudição, a sua paixão de coleccionador, o seu desejo de máxima expansão do seu livro, mas também um profundo conhecimento da história, dos homens e da Vida ..."

Preço:19,00€

Referência:14729
Autor:SENA, Jorge de
Título:ARTE DE MÚSICA. Trinta e duas metamorfosoes musicais e um prelúdio, seguidos de um "post-pourri".
Descrição:

Moares Editores, Lisboa, 1968. In-8º de 102-(5) págs. Brochado. Exemplar em excelente estado de conservação.

Autografado e datado pelo próprio punho do poeta na página de ante-rosto.

PRIMEIRA EDIÇÃO

Observações:

" ... Cada um dos poemas da Arte de Música (1968) parte da audição de obras musicais concretas, peças que estimo ou admiro, humildemente, que remetem para estéticas e autores tão diversos como Dowland, Bach, Scarlatti, Haendel, Beethoven, Chopin, Tchaikovski, Wagner, Bartók ou Schoenberg. Por outro lado, segundo o próprio autor, a Arte de Música contém, juntamente com Perseguição"(1942) e Metamorfoses (1963), alguns dos mais belos poemas escritos por Sena ...".

Escreveu ele no seu livro Post-Facio de 1969. "... Se todas as artes me são necessárias à vida como o ar que respiro, a música ocupou sempre, entre elas, em relação a mim, um lugar especial. Recebi educação musical e instrumental (...) e na primeira adolescência, imaginava-me um pianista e compositor ilustre, que dava concertos nas reuniões de íntimos ou de famílias amigas, com muito estrondo de acordes e de emocionados, ainda que não direi emocionantes 'smorzandos'... Não fui uma coisa nem outra, não só porque a vida me distraiu de continuar os estudos, mas porque, sem dúvida, esse não era o meu destino 'artístico' ...".

Segundo Sebastião Edson Macedo, na sua tese de mestrado apresentado em Berkeley na Universiade da Califórnia (2010):
"...  Arte de Música (1968) estabelece uma relação paralelística com o livro de poemas imediatamente anterior de Jorge de Sena, Metamorfoses, de 1963. Tal relação foi logo percebida por parte da crítica, dentre a qual destaco a observação de Óscar Lopes, para quem ambos os livros constituem um “díptico”:

“Compreende-se bem que alguns dos apreciadores de música e/ou poesia se tenham desgostado à sua primeira leitura, ou que pelo menos considerassem este livro inferior a Metamorfoses, 1963, que com Arte de Música forma um díptico”. (LOPES, 1983, p. 37)

Embora seja frequentemente aceita a aproximação entre os dois livros, penso que uma reflexão sobre suas diferenças permite ressaltar algumas características bastante produtivas, pelo menos para a leitura de Arte de Música. E lembro que o próprio Sena já cuidara de sublinhar, em seus paratextos, as semelhanças sensíveis entre estas duas obras. É possível que a ênfase nas semelhanças tenha deixado as diferenças entre Arte de Música e Metamorfoses em segundo plano. Essas diferenças servirão de base para situar alguns problemas específicos projetados por Arte de Música no que tange à relação entre poesia e música.
Principiarei por descrever como se estabelece esta relação, pautada na aparente homologia entre ambos os livros, para, a partir dela, contemplar um horizonte preliminar de questões que o livro projeta
...".

 

Preço:50,00€

Referência:14721
Autor:SENA, Jorge de
Título:FIDELIDADE
Descrição:

Livraria Morais Editora, Lisboa, 1958. In-8º de 80-(6) págs. Brochado. Ostenta uma assinatura autógrafa e datada a punho do poeta no ante-rosto. Muito bom exemplar, inserido na muito estimada colecção de Poesia Círculo de Poesia. Conserva a sobrecapa acrílica editorial.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:
Preço:40,00€

Referência:14711
Autor:SERPA, Alberto de
Título:LISBOA É LONGE.
Descrição:

Portugália Editora, Lisboa, 1940. In-8.º de 54(1) págs. Brochado. Exemplar em excelente estado de conservação. Ilustrado com desenhos do pintor Paulo.

Exemplar enriquecido com uma dedicatória autógrafa à escritora Raquel Bastos.

Observações:

Primeira edição.

Alberto de Serpa frequentou a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra entre 1923 e 1926. Após regressar ao Porto foi empregado de comércio e de escritório e tornou-se posteriormente um profissional de seguros. Em 1936 esteve preso por motivos políticos. Mais tarde colaborou com a revista Presença e fundou, com Vitorino Nemésio, a Revista de Portugal exercendo em ambas o cargo de secretário. Colaborou ainda com várias revistas e jornais brasileiros. Publicou novelas, ensaios e poesia sendo esta última caracterizada por ter o condão de revelar o lirismo do quotidiano, recebendo até o "cognome" de Primeiro Poeta Português de Poesia Livre. Publicou junto com com José Régio as antologias Poesia de Amor e Na Mão de Deus.

Preço:40,00€
página 1 de 2