Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fado | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Erótica | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre

Módulo background

Coimbra

Foram localizados 45 resultados para: Coimbra

 

Referência:13357
Autor:autoria indefinida
Título:REVISTA CRÍTICA DE CIENCIAS SOCIAIS
Descrição:

Centros de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Coimbra, 1978-1986. Vinte primeiros números da Revista de Estudos Sociais em treze volumes (alguns dos números são duplos ou triplos). Br. Alguns volumes com assinatura de posse. Falho do nº 6.

Observações:

 A Revista Crítica de Ciências Sociais é  uma edição quadrimestral do CES (Centro de Estudos Sociais) da Universidade de Coimbra que publica artigos que apresentem resultados de investigação avançada e de reflexão teórica inovadora em todas as áreas das ciências sociais e das humanidades. A revista foi fundada em 1978 por professores de Sociologia da Faculdade de Ecoomia da UC sob a direcção de Boaventura de Sousa Santos.
A Revista privilegia a publicação de números temáticos com artigos escritos por investigadores sobre as  respectivas áreas de especialidade.


Estes primeiros vinte números encerram alguns números temáticos como : Literatura e sociedade; Teoria das classes; A pequena agricultura em Portugal;Portugal 1974-1984: Dez anos de transformação social,  e artigos bastantes interessantes como : Um Exemplo de Resistência Popular - O Sebastianismo (José Veiga Torres);A Reforma Agrária em Portugal e o Desenvolvimento Económico e Social (Afonso de Barros); Telenovelas. A Propósito da Cultura de Massas (João Paulo Moreira); A Escrita na Vida da Gente: Sobre "Autobiografias Operárias" (Maria Irene Ramalho); Re-lendo "A Room of One's Own". Onde se conta de mudas que ouvem, surdos que falam e mudas que aprenderam a falar (Graça Abranches); "All Colored People Sing". Do estereótipo à identidade (Isabel Caldeira); Carta inédita  de Jorge de Sena; Mulheres, Família e Trabalho Doméstico no Capitalismo  (Virgínia Ferreira);Para uma Sociologia da População - um comentário à Demografia  (Carlos Fortuna); A figura do camponês em Artes e Letras de oitocentos (José Augusto França) entre muitos outros.

Preço:75,00€

Referência:13891
Autor:COELHO, Trindade
Título:IN ILLO TEMPORE estudantes lentes e futricas
Descrição:

Aillaud & Cª, Lisboa, 1902. In-8º de 422 págs. Encadernação meia inglesa em pele com dizeres a ouro na lombada. Sem capas de brochura. Profusamente ilustrado ao longo do texto com fotografias e desenhos de António Augusto Gonçalves.

 

Observações:

Livro de memórias publicado por Trindade Coelho em 1902 onde o autor evoca o ambiente boémio e muitas das figuras da Universidade de Coimbra.
São nos apresentadas personagens pitorescas, evocados episódios da vida académica, das aulas, dos exames, das estúrdias, da praxe, das lutas políticas de então, da vida citadina, da vida universitária, dos estudantes, dos lentes, dos futricas, das tricanas, das brigas, dos amores e desamores, e essa leitura leva-nos até à maneira de viver da Academia, aos seus costumes, aos seus tiques e às suas gentes,  ficando célebre a sua paródia a "Os Lusíadas" (Os grandes paspalhões assinalados, /Que nas reuniões da Academia /Foram solenemente apepinados /Por sua telha ou sua fidalguia, /Que nas guerras das mocas esforçados /Mais do que a força humana permitia /No Teatro Académico asnearam /Tolices de que todos se espantaram).

A sebenta

"No tempo em que eu andava em Coimbra, ainda a boa e imortal sebenta reinava em todo o seu esplendor! Eu nem fazia sequer ideia, ao chegar a Coimbra, do que vinha a ser isso da sebenta; mas, industriado logo a tal respeito, vim a saber que era uma espécie de folhinha litografada, formato 8.º, que saía todos os dias compendiando a explicação do lente; que se chamava “sebenteiro” ao que a redigia; que custava sete tostões por mês cada uma; que eram três em cada ano, visto as cadeiras em cada ano serem três; e, finalmente, que, enquanto o lente explicava a lição para o dia seguinte, só o sebenteiro ouvia o lente, e que os mais, todos, e eu portanto, podiam muito bem ler o seu romance, fazer o seu bilhetinho e passá-lo ou comentar os que vinham dos outros – ou então, se preferíssemos, dormir ou fazer versos!
Não havia nada de melhor! Além disso, algumas metiam também as suas piadas; outras davam caricaturas – e sebenteiro havia que amenizava por tal forma aquela estopada, que até dava versos para o fado no fim de semana, e convocava os discípulos, em anúncios, para trupes aos caloiros, ou outras pândegas!"

Preço:39,00€

Referência:13404
Autor:CRESPO, José
Título:SANTA ISABELna doença e na morte
Descrição:

Coimbra Editora, Coimbra, 1972. In-8º de 204 págs. Br. Capas de brochura com alguns picos de acidez. Profusamente ilustrado ao longo do texto.

Observações:

Estudo muito interessante que baseando-se na  vida da Rainha Santa Isabel analisa as condições sociais da época, a acção exercida pela rainha em obras de assistência, e nos dá um vislumbre da medicina no século XIII ao analisar a doença e morte da rainha.

Preço:28,00€

Referência:13889
Autor:FALCATO, João
Título:COIMBRA DO DOUTORES
Descrição:

Coimbra Editora, Coimbra, 1957. In-8º de 208 págs. Br. capas de brochura envelhecidas. Com assinatura de posse. Ilustrado em extra-texto com fotografias.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:


Livro de memórias sobre a vida estudantil em Coimbra nos anos 40/50, é uma obra de referência pois João Falcato é bastante critico ao  Estado Novo e está longe de  ser  uma obra saudosista, cheia de anedotas e de louvores  à Academia e à UC.

 

Preço:18,00€

Referência:13892
Autor:FONSECA, Augusto d’Oliveira Cardoso
Título:OUTROS TEMPOS OU VELHARIAS DE COIMBRA 1850 a 1880.
Descrição:

Livraria Tabuense de Francisco Antunes, Lisboa, 1911. In-8º de 208 págs. Encadernação em tela com dizeres a ouro na lombada. Sem capas de brochura.

PRIMEIRA EDIÇÃO
INVULGAR

Observações:

Livro muito interesssante sobre Coimbra com capítulos  variados com muita curiosidade e interesse. Contém numerosas referências a escritores portugueses.

Do índice destacamos: Os antigos theatros de Coimbra; O Dr. Joaquim dos Reis, o "Pomposo"; Antonio Feliciano de Castilho em Coimbra; Assassinato do Lázaro; Adriano Marques, o "Lord Manteiga"; O Dr. António Jardim; As jornadas antes da mala-posta; Santo António dos Olivaes; A entrudada de 1854 e o "Lima Valentão"; Hospital dos Lázaros; O D. Vicente Seiça; Alexandre Herculano e o poeta Rozendo; Espectaculos diversos; As antigas hospedarias; Antonio Francisco Barata; O Padre «Patulêa»; De Coimbra á Figueira da Foz ou o Luso; A ponte do Ó; O Fortunato "Boi"; Um passeio de três dias em 1872 [Espariz, por Santa Comba Dão, na estrada da Beira]; A feira de S. Bartholomeu; Um passeio em 1875 [Côja, estrada da Beira]; As antigas cadeias de Coimbra; O convento de S. Francisco da Ponte e o mosteiro de Santa Clara; O "Gata pellada" e o "Nós cá os lentes"; Os irmãos "Punnas".

 Inocêncio XXII, 479. “Nasceu em Coimbra em 1842. Escrivão de direito em diversas comarcas do continente e depois em S. Tomé, terceiro oficial do Ministério das Colónias, cargo que exerceu atè a data do seu falecimento em 1917. Deixou inédita uma colecção de versos e outros trabalhos incompletos”.

Preço:20,00€

Referência:13695
Autor:GOMES, Joaquim Ferreira
Título:AUTOS E DILIGÊNCIAS DE INQUIRIÇÕES contribuição para a história da Universidade de Coimbra no séc. XVII
Descrição:

Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 1989. In-8º de 532 págs. Encadernação editorial com sobrecapa. Valorizado pela dedicatória autógrafa.

Observações:

Obra, com prefácio, introdução e transcrição de Joaquim Ferreira Gomes, que reproduz o Códice 8846 dos Reservados da Biblioteca Nacional. Esse códice é de "valor inestimável para o estudo de costumes, das mentalidades e das ideias no Portugal do primeiro quartel do século XVII. O facto de ele descrever e descobrir «os muitos e prejudiciais vícios», de que então  enfermaria a  Universidade, de modo algum podia ser motivo ou prtexto para deicar que ele acabasse por ser devorado pelos vermes na Biblioteca Nacional "

Preço:20,00€

Referência:13605
Autor:LIMA, Augusto J. Gonçalves
Título:MURMURIOS
Descrição:

Typographia da Revista Popular, Lisboa, 1851. In-8º de XXIV-262-(2) págs. Encadernação meia inglesa em pano com dizeres a ouro em rótulo de pele. Sem capas de brochura e ligeiramente aparado. Pequenoa carimbo de posse.


PRIMEIRA EDIÇÃO
INVULGAR

 

Observações:

Livro de poemas de Augusto Gonçalves Lima, um dos nove poetas que integraram a revista "Trovador" editada por Feliciano de Castilho que acreditava ter descoberto uma nova linhagem de poetas coimbrães, "os poetas do Trovador". Em jeito de prólogo o livro encerra cartas trocadas entre o autor e o critico literário dessa geração, António Pedro Lopes de Mendonça.

Preço:25,00€

Referência:13849
Autor:SIMÕES, Armando
Título:A GUITARRA bosquejo histórico
Descrição:

Edição do Autor, Évora, 1974. In-8º de 251-(3) págs. Br. Capa de brochura com assinatura de posse. Capas empoeiradas e com alguns picos de acidez. Ilustrada em extra-texto.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Primeiro estudo aprofundado sobre a presença, evolução e práticas da guitarra em Portugal. Dedicando atenção também aos guitarristas e guitarreiros e ao fado de Lisboa e de Coimbra.

Preço:19,00€

Referência:13873
Autor:SOARES, A. J.
Título:SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DO TEATRO DOS ESTUDANTES DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 1938 - 1961
Descrição:

Edição do autor, Coimbra, 1961. In-4º de 347-(4)págs. Br.  Cadernos por abrir. Profusamente ilustrado ao longo do texto.

 

Observações:

Obra que aborda a históras do teatro estudantil de Coimbra e também  as deslocações dos grupos de teatro ao Porto, Lisboa, Açores, Madeira, Algarve, Braga, Leiria, Figueira da Foz, e ainda ao ultramar português, Luanda, Benguela, Sá da Bandeira, ilhas de de Cabo Verde, etc.

“As representações teatrais dos estudantes de Coimbra constituiram sempre uma actividade cultural da maior importância, não só como diversão mas também como processo pedagógico. Há notícia de espectáculos teatrais na Universidade em data anterior a 1538 e sabe-se que por ocasião de uma visita de D. João III à Universidade de Coimbra, houve um solene espectáculo para festejar o acontecimento, em que foi interpretada uma comédia de Plauto. As récitas teatrais e a composição de obras dramáticas faziam parte dos métodos pedagógicos do Renascimento, e também em Coimbra aparecem provisões reais a regulamentar os espectáculos promovidos por Mestres e alunos da Universidade ”.

 

Preço:15,00€

Referência:13035
Autor:TEIXEIRA, AntónioJosé
Título:ANTONIO HOMEM E A INQUISIÇÃO
Descrição:

Imprensa da Universidade, Coimbra, 1895. In-4º de 326 págs. Br. Com falta da capa de brochura posterior e com a anterior "restaurada" com fita gomada. A necessitar de encadernação.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

"Auctor doctor ou preceptor infelix assim foi chamado por antonomasia o distinctissimo lente de Prima da faculdade de Canones e conego doutoral da sé de Coimbra (...) Antonio Homem queimado em Lisboa na Ribeira defronte do Terreiro do Trigo a 5 de maio de 1624 em resultado da sentença lavrada pela Inquisição nos processos em que imputavam ao reu os crimes de judaismo e do pecado nefando”.

Preço:50,00€

Referência:13890
Autor:VASCONCELOS, Antão de
Título:MEMÓRIAS DO MATA-CAROCHAS nova edição ilustrada.
Descrição:

Manuel Barreira - Editor. Livraria Simões Lopes, Porto, 1956. In-8º de 326-(2) págs. Br. Capa de brochura empoeirada ilustrada por Fernando Bento. Ilustrações extra-texto de Roland. Ostenta uma assinatura de posse.

Observações:

Edição ilustrada deste clássico da bibliografia académica coimbrã onde o autor, conta episódios da sua vida de estudante de Coimbra. Aborda também nomes  nomes que passaram na Coimbra do seu tempo como o poeta João de Deus e Antero de Quental, ou fala na Sociedade do Raio. Nele descreve a academia e a boémia daquela época: desde as troças aos tipos célebres da academia, sem esquecer a terrível praxe do canelão, dos “cães” que os estudantes pregavam. são também descritos os “Gaticidas”, que apanhavam gatos para comer, no livro ele ensina as tácticas para apanhar os gatos.O livro termina  um mini-vocabulário da linguagem académica do seu tempo.

Preço:24,00€