Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Etnografia | Europa | Fado | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Galiza | Genealogia | Geografia | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Moda | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Poesia Trovadoresca | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sintra | Sociedade | Solares | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

Ditadura

Foram localizados 11 resultados para: Ditadura

 

Referência:13337
Autor:CASTRO, Augusto de
Título:A EXPOSIÇÃO DO MUNDO PORTUGUÊS E A SUA FINALIDADE NACIONAL.
Descrição:

Empresa Nacional de Publicidade, Lisboa, 1940. In-8º de 218 págs. Br. Capas de brochura envelhecidas com um pequena falha na capa anterior.

Observações:

Reunião de textos e discursos do Comissário Geral da Exposição do Mundo Português que versam sobr esta exposição. Este evento foi organizado para celebrar os 800 anos da fundação de Portugal e os 300 da Restauração e realizou-se de 23 de Junho e 2 de Dezembo de 1940. Inclui também um roteiro da Exposição.

"Uma Exposição de História Portuguesa poderia obedecer a dois planos: o plano cronológico, fundado sôbre a sucessão das datas, abrangendo a vida e a expansão da Nação através da sua natural evolução no tempo – ou o plano de uma síntese, em largas visões decorativas, não de datas, mas de acção nacional, através das grandes expressões colectivas do seu génio. Preferiu-se esta segunda solução. A cronologia implica a dispersão dos
factos, constitue uma espécie de história física dos povos, deixando na sombra a sua gestação moral, o seguimento natural do pensamento construtivo, lento e obscuro, que prepara os acontecimentos, os liga e os explica. E assim, a Exposição não se desdobra em períodos dinásticos, nem em galerias de grandes figuras, nem em divisões arbitrárias do tempo, mas, sim, na evocação, em grandes séries, das expressões culminantes da criação, do crescimento, da expansão civilizadora e heróica da Pátria – alma e casa dos Portugueses"

 

Preço:18,00€

Referência:13507
Autor:COELHO, Eduardo; COELHO,António Macieira
Título:SALAZAR. O FIM E A MORTE história de uma mistificação
Descrição:

Publicações Dom Quixote, Lisboa, 1995. In-8º de  251 págs. Br. Profusamente ilustrado em extra-texto.

Observações:

Livro escrito pelo médico pessoal de Salazar,onde se apresenta um retrato humano de Salazar, enquanto doente e moribundo,e também um retrato do conflito de interesses que gravitavam à volta do político, que nesta obra surge numa intimidade nunca antes revelada. Um documento notável que traz luz sobre um momento decisivo da História recente de Portugal.

Preço:12,00€

Referência:13408
Autor:MOUTA, Oliveira
Título:DIREITA VOLVER!
Descrição:

Edição do autor, Lisboa, 1939. In-8º de 94-(2) págs. Br. Capa e vinhetas do Artista Húngaro Mestre de Gravura em Madeira Atyila Mendley de Vétyemy”.

Observações:

Curioso livro sobre Salazar onde ele é apresentado como um enviado de Deus para conseguir a  manutenção da independência da nação.

"Estas notas sao impressões gravadas ao acaso, desde que o autor passou a ver os seus compatriotas e a vida portuguesa através da doutrina do chefe inconfundível."

Preço:25,00€

Referência:13445
Autor:PIMENTEL, Irene Flunser
Título:A HISTÓRIA DA PIDE
Descrição:

Círculo de Leitores/ Temas & Debates, Lisboa, 2007. In-8º de 575 págs. Br. Profusamente ilustrado em extra-texto.

Observações:

Livro de referência sobre a PIDE. É um estudo exaustivo sobre  o funcionamento e os métodos da actividade da polícia política no tempo da ditadura portuguesa.

Da contracapa:

"Na presente obra analisa-se a forma como a polícia política reprimiu todos aqueles que revelavam qualquer dissidência social, política e até religiosa; como se estruturava e quais eram os seus método; quantos e quem foram os detidos políticos; como era a vida nas prisões da PIDE/DGS e o julgamento político nos tribunais plenários; quais eram as relações entre a polícia política e o aparelho judicial político; e, por fim, descreve a forma como a DGS soçobrou no dia 25 de abril de 1974."

 

 

Preço:12,00€

Referência:13329
Autor:RAMOS, Graciliano
Título:MEMÓRIAS DO CÁRCERE
Descrição:

Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro, 1954. Quatro volumes de in-8º de 232-(4), 243-(4), 234-(4), 164-(2) págs. Br. Capas de brochura cansadas com alguns picos de acidez. Ilustrado em extra-texto com fotografias do autor  e fac-símiles originais de trechos manuscritos do livro.

Observações:

Obra autobiográfica publicada postumamente onde o auto narra as condições dramáticas de sua prisão durante o governo do ditador Getúlio Vargas. Uma narrativa amarga de alguém que foi torturado, viveu em porões imundos e sofreu privações provocadas por um regime ditatorial.
A obra divide-se em quatro volumes:
Volume I: Viagens, Volume II: Pavilhão dos Primários, Volume III: Colónia Correcional e Volume IV: Casa de Correcção.

Preço:25,00€