Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Junho 2020
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

Genealogia

Foram localizados 40 resultados para: Genealogia

 

Referência:13060
Autor:AGUIAR, António
Título:GENEALOGIA ILUMINADA DO INFANTE DOM FERNANDOpor António de Holanda e Simaõ Bening. Estudo histórico e crítico por...
Descrição:

Edicão do autor, Lisboa. 1962.In-fólio com 218 pags. Br.. Profusamente ilustrado com fac-similes, diagramas genealógicos e reproduções iconográficas. Exemplar nº 291 de uma tiragem de 450 exemplares numerados e assinados pelos autor.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:


Notável estudo da simbólica utilizada neste manuscrito iluminado de um filho de D. Manuel I, peça hoje na posse do Museu Britânico.
Muitos são nomes que já lhe foram atribuídos: “Genealogia dos Reis”. “Genealogia iluminada do Infante D. Fernando”, ”Árvore Genealógica dos Reis de Portugal”, “Genealogia por António de Holanda”, Iluminuras de Simão de Bening”.
Consiste  num manuscrito composto por 13 fólios finamente iluminadas por uma oficina flamenga com o propósito inacabado de mostrar a união das Casas Reais portuguesa e espanhola, através do Infante Dom Fernando antepassado de D. Manuel e igualmente descendente do Conde Dom Henrique e de seu pai o Rei Santo Estevão da Hungria.

Preço:60,00€

Referência:13093
Autor:autoria indefinida
Título:UM JUSTO E OPORTUNO REPARO DO DR. SILVÉRIO ABRANCHES
Descrição:

Separata da "Beira Alta", Viseu, 1963. In-8º de 7 págs. Br.

Observações:

Curiosa separata sobre uma correcção feita pelo Dr. Silvério Abranches sobre uma inexactião publicada num estudo genealógico publicado pela revista.
 

Preço:10,00€

Referência:14468
Autor:CANEDO, Fernando de Castro da Silva
Título:A DESCENDÊNCIA PORTUGUESA DE EL-REI D. JOÃO II
Descrição:

Edições Gama. Lisboa. MCMXLV-MCMXLVI. 1945-1946 (aliás, 1993 - Livraria Fernando Santos). In-4º de 3 volumes com 603, 413 e 479 págs. respectivamente. Brochados com os cadernos por abrir. Edição de cuidada execução gráfica impressa em papel de elevada qualidade. Exemplares impecáveis não fossem as capas com ligeiro empoeiramento.

Trata-se da segunda edição da obra numa tiragem limitada a 500 exemplares levando o presente o nº 206, assinados pelo editor e livreiro Fernando Santos. Ilustrado com várias estampas em separado, entre elas um retrato de D. João II, além de numerosas árvores genealógicas em folhas desdobráveis.

Observações:

Inclui prefácio muito elogioso de D. António Conde de São Payo. No prólogo o autor explica o método que seguiu para elaborar este estudo que lhe tomou 15 anos de trabalho. Obra enriquecida com notas, que esclarecem várias questões e onde transcreve documentos, com correcções e aditamentos, índices de cada volume e um índice geral alfabético de toda a obra. A obra, "fruto de beneditino trabalho do Tenente-Coronel Fernando de Castro da Silva Canedo, é de todas as publicadas em Portugal sob este plano - o de explorar a descendência de determinado indivíduo - por certo a mais extensa, volumosa e exaustiva", segundo escreve o Conde de São Paio, D. António, no prefácio.

O ramo principal dos descendentes de D. João II, deu origem à casa de Aveiro (Duques de Aveiro e Marqueses de Torres Novas), que teve um fim trágico, sendo o 8º Duque de Aveiro executado de forma brutal em Janeiro de 1759, acusado de atentar contra a vida do rei D. José. O autor refere parte da carta de D. Duarte Nuno, Duque de Bragança, que declara os Condes de Alcáçovas legítimos representantes dos títulos da Casa de Aveiro. Do casamento de D. João II com a infanta D. Leonor houve apenas um filho, o príncipe herdeiro D. Afonso que, na flor da idade, com apenas 16 anos, morreu sem deixar herdeiros do seu casamento com a infanta D. Isabel de Espanha, que viria depois a ser rainha de Portugal pelo casamento com D. Manuel I.

A "Descendência Portuguesa de El-Rei D. João II" corresponde, assim, à dedução genealógica da descendência do senhor D. Jorge, duque de Coimbra, nascido de uma ligação do Rei com D. Ana de Mendoça e abrange todas as grandes famílias da nobreza portuguesa. Uma obra fundamental dos estudos genealógicos, trabalho realizado com grande rigor e abrangendo o vasto âmbito de todos os descendentes do Príncipe Perfeito "Explorou a corrente do seu sangue até à última gota do mais pequeno regato que nela vai haurir...a vida" .

 

Preço:140,00€

Referência:13050
Autor:ESPARTEIRO, António Marques
Título:O ALMIRANTE MARQUÊS DE NISA
Descrição:

Parceria António Maria Pereira, Lisboa, 1944. in-4º de  436 págs. Br. Ilustrado em extra-texto. Apresenta alguns picos de acidez. Cadernos por abrir.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

“O ALMIRANTE MARQUÊS DE NISA” constitui uma obra de interesse para todos quantos se interessam pela nossa História náutica em particular ou ainda pela História de Portugal e da Europa em geral.
Realça os feitos heróicos daquele que foi uma das maiores glórias da Armada Portuguesa, D. Domingos Xavier de Lima, vulgarmente conhecido por Almirante Marquês de Nisa.

Preço:38,00€

Referência:13370
Autor:FREIRE, Anselmo Braamcamp
Título:BRASÕES DA SALA DE SINTRA
Descrição:

Imprensa Nacional - Casa da Moed, Lisboa, 1973. Três volumes de in-4º de 626, 512 e 512 págs. Br. Ilustrado ao longo do texto e em extra-texto.Capas de brochura empoeiradas. Reproduz integral da ediçao original publicada entre 1921 e 1930.

Observações:

Obra  de referência sobre a  heráldica  dos  brasões  das  famílias  da  nobreza portuguesa usando como base o  estudo  dos  brasões  que  decoram  o  tecto  de uma  das  salas  do  Palácio  de  Sintra, mandados pintar pelo rei D. Manuel I e que  representam todos os brasões, insígnias e letreiros das principais famílias nobres portuguesas.

Preço:70,00€

Referência:14409
Autor:MATTOS, Armando de
Título:MANUAL DE HERÁLDICA PORTUGUESA
Descrição:

Livraria Fernando Machado & Cia. Porto. Sem data. In-4.º de 258-(3)págs. Br. Profusamente ilustrado. Nova Edição.

Observações:

Trabalho  pioneiro  de  Armando  de  Mattos sobre genealogia.

"O QUE É HERÁLDICA - Heráldica, é a ciência que estuda e interpreta as origens, evolução, significado social e simbólico, filosofia própria, valor documental e a finalidade da representação icónica da nobreza, isto é, dos escudos de armas. ORIGEM - As figuras e emblemas que os cavaleiros usavam pôr nos escudos e nos elmos, e ainda nas gualdrapas das montadas, a fim de serem reconhecidos nas justas, duelos e torneios, tão em voga na Idade Média, é que deram lugar ao aparecimento da heráldica, que, nas cruzadas encontrou a sua sistematização e ordenação inicial. As armas mais antigas de que há memória na Europa são as de Rui de Beaumont, de 1087–1110. Data, pois, a heráldica, documentadamente, do final do século XI, princípios do século XII. DIFUSÃO - As armas, inicialmente símbolos pessoais, breve passaram a ser transmissíveis e transformadas em marcas de famílias. O factor hereditário e o desenvolvimento das famílias nobres, além do ambiente que lhe formava o espírito da cavalaria, no qual comungava toda a nobreza, é que operaram a sua completa difusão. INICIO EM PORTUGAL - Como não podia deixar de ser, atentas as relações que Portugal tinha com a França, também entre nós surgiu a heráldica, e no próprio século XII. O primeiro documento heráldico português de que tenho conhecimento, isto é, usado já bem dentro desse sentido, é, inquestionavelmente, o selo de D. Sancho I, de 1189, no mesmo ano em que sua irmã, a condessa de Flandres, também teria organizado o seu, com similar arranjo simbólico."

Preço:30,00€

Referência:12340
Autor:NORTON, Luís
Título:A DINASTIA DOS SÁS NO BRASIL
Descrição:

Agência Geral das Colónias, Lisboa, 1943. In-4º de 359 págs. Br. Muito ilustrado com fac-similes desdobráveis de mapas da costa do Brasil, gravuras de batalhas navais; fac-simile de cartas manuscritas e um retrato de Salvador Correia de Sá e Benevides.

Observações:

Edição Comemorativa do 4º Centenário da Fundação da Cidade de S. Sebastião do Rio de Janeiro.
Da Nota Preambular:
"Os Sás, governadores, estadistas e guerreiros, formaram no Brasil uma verdadeira dinastia de varões ilustres. A história da sua vida é lição de heróis, epopeia duma Família constituida por homens criadores de nações, obreirosda formação e reintegração cristã do nosso Império..."

Preço:40,00€

Referência:13087
Autor:NORTON, Manuel Artur
Título:LIV CARTA DE BRASÃO DE ARMAS
Descrição:

Assembleia Distrital de Viseu, Viseu, 1982. In-8º de 8 págs. Br. Ilustrado em extra-texto.


 

Observações:

Separata que aborda a linhagem dos Araújos e Borges em Tondela.

Preço:7,00€

Referência:13352
Autor:SANCHES, José Dias
Título:BELÉM DO PASSADO E DO PRESENTE
Descrição:

Separata do Jornal Ecos de Belém, Lisboa, 1970. In-8º de 242-(2) págs. Br. Profusamente ilustrado em extra-texto. Ostenta vários carimbos de biblioteca particular.

Observações:

Exaustiva monografia sobre a história da zona de Belém em Lisboa, encerra capítulos sobre os seus monumentos e quintas. Encerra também um interessante capítulo com  apontamentos sobre as famílias tradicionais daquele bairro lisboeta.

Preço:17,00€