Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Julho 2019
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

Guerra Colonial

Foram localizados 12 resultados para: Guerra Colonial

 

Referência:13961
Autor:AGUIAR, Luiz
Título:LIVRO NEGRO DA DESCOLONIZAÇÃO
Descrição:

Editorial Intervenção, Lisboa/Braga, 1977. In-8º de 748 págs. Br.

INVULGAR

Observações:

Livro bastante polémico escrito por Luiz Aguiar onde ele analisa e documenta o processo  da descolonização portuguesa.

Da Introdução:
“ E na certeza de que constitui obrigação nacional mostrar, aos nossos irmãos do Ultramar, que o povo da antiga “Metrópole” não deve ser confundido com a minoria que deve ser responsabilizada pelo “incontestável sucesso”, como chamava ainda em 1976, à “Descolonização”, o Dr. Mário Soares, dedicamos este livro:

AOS VIVOS E MORTOS, NEGROS E BRANCOS,
VÍTIMAS DA “DESCOLONIZAÇÃO EXEMPLAR”.

Preço:30,00€

Referência:14207
Autor:CÉSAR, Amândio
Título:ANGOLA 1961
Descrição:

Verbo, (Lisboa), 1961. In-8º de 115-(1)-7 ff ilustradas com fotografias impressas a preto e branco - (1) de colofón. Brochado com capa impressa a laranja relativamente à 4ª edição.

Observações:

Importante obra sobre o início da Guerra Colonial Portuguesa que contou com diversar edições no ano em que foi publicada. A fonte iconográfica adjunta no final da obra documentam bem a violência sendo algumas fotos muito chocante, testemunhando o terror que envolveu o inicio da guerra colonial em Angola .

Preço:25,00€

Referência:14208
Autor:CRESPO, Manuel Pereira
Título:PORQUE PERDEMOS A GUERRA
Descrição:

Ed. Abril, Lisboa, 1977. In-8º de 168-(4) págs. Brochado. Rúbrica de posse no anterosto. Ocasionais sublinhados a láis, muito ao de leve. Miolo impecável, quase novo.
INVULGAR

Observações:

Na nota de Abertura

“ ... Em 1961, quando, em Angola, grupos armados puseram em causa a soberania portuguesa, tivemos de responder com uma guerra defensiva que, depois, se estendeu à Guiné e a Moçambique. Essa guerra não resultou do capricho de um chefe político, da ideologia de um regime ou de uma opção baseada em discutível análise de conjuntura. Obedeceu a uma constante da nossa História, que sempre nos conduziu a pegar em armas para defender os territórios de além-mar. (...) Pelas consequências futuras e pelos resultados imediatos, a derrota que sofremos foi das mais desastrosas da nossa História ...”.

Importante para o entendimento da guerra do ultramar e das posições do antigo regime, através da versão do autor que viveu enquanto militar os momentos de guerra. Esta obra foi editada e publicada escassos anos após a revolução de 25 de Abril de 1974 que abriu portas à independência das ex-colónias africanas e, consequentemente, à tomada de poder pelos antigos movimentos guerrilheiros que combateram Portugal de armas na mão, MPLA, PAIGC e FRELIMO, respectivamente em Angola, Guiné-Bissau e Moçambique.

O autor foi militar e intelectual com obra na cartografia da Guiné. Foi depois Ministro da Marinha no governo de Marcelo Caetano de 1968 a 1970, sendo a sua versão uma voz autorizada sobre os assuntos abordadas.

Preço:20,00€

Referência:14205
Autor:NEVES, A. F. Santos
Título:QUO VADIS, ANGOLA?
Descrição:

Editorial Colóquios, Angola, 1974. In-8º de 287 págs. Brochado. Conserva a cinta editorial.

Observações:

Na cinta editorial:

"... As condições políticas desencadeadas pelo 25 de Abril de 1974, tornam finalmente possível a edição deste manuscrito ...". Esta obra, teve reedição recente e trata do Cristianismo de Angola do período em questão.

Preço:13,00€

Referência:14206
Autor:TELO, Alencastre
Título:ANGOLA TERRA NOSSA - Diário do Terrorismo
Descrição:

Lisboa, Edição do Autor, (1962). In. 4º de 320 págs + 25 ilustrações impressas a preto e branco. Brochado, em excelente estado de conservação. Ilustrado à parte sobre papel couché.

BASTANTE INVULGAR quando em excelente estado o exemplar que agora se apresenta.

Observações:

O autor relata através de uma espécie de diarística todos os acontecimentos em torno da guerra no norte de Angola desde Março de 1961, quando a UPA (Antecessora da FNLA e liderada por Holden Roberto) desencadeou uma onde de terror, matando civis indefesos, brancos, negros e mestiços de forma selvática e com requintes de malvadez. Encerra dezenas de ilustrações com fotografias sobre a guerra e o terror da UPA. As ilustrações representam bem a violência das chacinas e assassinatos de familias inteiras assim como das destruições de aldeias inteiras. Um excelente registo com imensa informação sobre a guerra colonial em Angola desde o seu primeiro dia, com nomes das vitimas, aldeias e fazendas atacadas e destruidas.

 

 

Preço:45,00€

Referência:14204
Autor:VENTURA, Reis
Título:OS DIAS DA VERGONHA
Descrição:

Edições Fernando Pereira, Lisboa, s.d. (1976?). In-8º de 210-(5) págs. Brochado. Em excelente estado de conservação.
 

Observações:

"... Neste livro se relatam factos que aconteceram em Angola desde 25 de Abril a 11 de Novembro de 1975. Começa ainda sob o signo da esperança, no engano do programa inicial do Movimento das Forças Armadas, que preconizava a defesa da Nação Pluricontinental, e das promessas dos seus homens mais responsáveis.Mas termina em gritos de desespero, porque bem depressa e realidade mostrou que era mentira, vergonha e traição.

Há muiro boa gente (da melhor de Portugal desta hora aziaga) que se admira de que os homens de Angola, tão corajosas e resolutos nos dias trágicos de 1961, se tenham mostrado tão resignados e submissos depois do 25 de Abril de 1974 ..." (nota de abertura da Explicação Necessária).

Preço:18,00€