Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Bacalhau | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Canada | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Cuba | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estoril | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Industria | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Patuleia | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Publicidade | Queirosiana | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Viana do Castelo | Vila Nova de Gaia | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

Japão

Foram localizados 10 resultados para: Japão

 

Referência:13305
Autor:AMARAL,João Bosco Mota
Título:O DESAFIO INSULAR
Descrição:

Eurosigno, Ponta Delgada, 1990. In-8º de 73-(2) págs. Br.

Observações:

Conferência proferida no simpósio internacional das ilhas, em Hiroshima a 2 de Outubro de 1989 onde o autor faz uma reflexão sobre a insularidade:

“O desenvolvimento para ser completo e alcançar as suas finalidades humanistas – desenvolver o Homem todo e todos os homens – tem de ser feito, em qualquer comunidade, de dentro para fora. (...) É impossível, e ineficaz, pretender desenvolver as ilhas de fora para dentro, segundo esquemas pensados longe do meio insular e sem participação das respectivas populações”.

“Assim, alcançados padrões razoáveis de qualidade de vida, e apesar do natural desnível com outras áreas, as ilhas onde floresça uma cultura própria continuarão a mostrar possuir força vital, fixando a população, inclusivamente jovem, em níveis razoáveis, mantendo laços e estreito intercâmbio com núcleos de naturais residentes no exterior, fortemente ligados à realidade insular, e enriquecendo a Humanidade com o seu contributo de diversidade”

Preço:10,00€

Referência:12576
Autor:BOXER. (Charles Ralph); VASCONCELOS ,Frazão de
Título:O IMPÉRIO COLONIAL PORTUGUÊS (1415-1825)
Descrição:

Edições 70, Lisboa, 1981. In-8º de 406 págs. Br. Ilustrado em extra-texto com gravuras e mapas desdobráveis em extra-texto. Obra inicialmente publicada em 1969 com o título original de 'The Portuguese Seaborn Empire".
 

Observações:

Obra imprescindível na história da expansão portuguesa e é reconhecido por muitos especialistas como a mais importante investigação feita por um historiador estrangeiro  sobre a época áurea dos Descobrimentos. Charles Ralph Boxer, o autor, professor de  Estudos Camonianos e de Português no King ́s  College, em Londres e publicou várias obras sobre  Portugal, especialmente sobre os feitos dos  portugueses na China e no Japão nos séculos XVI e XVI.

ÍNDICE

 

Vicissitudes do império:
ouro da Guiné e o Prestes João; a navegação e as especiarias nos mares da Ásia; os convertidos e o clero na Ásia das monções; escravos e o açúcar no Atlântico Sul; luta global com os holandeses; estagnação e contração no Oriente; renascimento e expansão no Ocidente; a ditadura pombalina e as suas consequências.

Características do império:
as frotas da Índia e as frotas do Brasil; o padroado da coroa e as missões católicas; «pureza de sangue» e »raças inferiores»; conselheiros municipais e irmãos de caridade; soldados colonos e vagabundos; mercadores monopolistas e contrabandistas; os «cafres da Europa», o Renascimento e o Iluminismo; Sebastianismo, Messianismo e Nacionalismo.

Preço:20,00€

Referência:12487
Autor:LIBERATO, Capitão António Oliveira
Título:OS JAPONESES ESTIVERAM EM TIMOR
Descrição:

 Edição da Empresa Nacional de Publicidade, Lisboa,1951. In-8º de336-(2) págs. Br.

INVULGAR.

Observações:

“É o presente livro a continuação de O Caso de Timor. Prometido nas breves palavras de apresentação daquele trabalho, aparece como seu natural e indispensável complemento. Com ele termina o relato que nos propusemos fazer dos acontecimentos que, durante a última guerra, se produziram na nossa mais distante Colónia do Extremo-Oriente. Narração simples, sem artifícios escusados, os capítulos que se seguem foram escritos revivendo, hora a hora, toda a imensidade da tragédia que ensanguentou aquela pequena parcela do Império. (...) Encerram o despretencioso trabalho algumas páginas dedicadas à reocupação da Colónia e consequente restabelecimento da nossa soberania (...)”.

Este livro foi “aprovado com cortes” pela censura.

Preço:28,00€

Referência:13776
Autor:MORAES, Wenceslau de
Título:Ó-YONÉ E KO-HARU
Descrição:

A «Renascença Portuguesa», Porto, 1923. In-8º de 288 págs. Br. Capas de brochura empoeiradas. Ilustrado em extra-texto com dois retratos.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Obra que muitos consideram a mais importante de Wenceslau de Moraes que é ao mesmo tempo exemplo de  confissões transpostas e de memórias dolorosas da sua própria vida sentimental.


"Era uma rapariga de Tokushima, de certo modo um vulto popular no bairro Tomidá, onde nasceu, onde cresceu, onde brincou, onde garotou, onde por ultimo certamente namorou; isto, durante vinte e trez anos a seguir – pois não foi mais além a sua existência de  garota – salvo um periodo de trez annos, durante os quaes esteve em Kobe, servindo como creada em minha casa. Vinte e trez annos apenas! Bem posto o nome de Ko-Haru, que nos traz logo á lembrança uma ephemera pseudo-primavera, que surge e passa breve..."

Preço:60,00€