Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Julho 2019
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

Memórias

Foram localizados 25 resultados para: Memórias

 

Referência:12260
Autor:LUPI, Eduardo
Título:ESCOLA DE MOUSINHO episódios de serviço - Moçambique, 1895-1910
Descrição:

Edição de autor, Lisboa, s.d. In-8º de 203-(3)págs. Br. Capa de brochura com alguns picos de acidez.

INVULGAR.

Observações:

Memórias do Administrador Distrital do Governo de Moçambique sobre a sua estadia em Moçambique.

Preço:15,00€

Referência:13626
Autor:MATOS, A. Campos
Título:CARTAS DE AMOR DE ANNA CONOVER E MOLIE BIDWELL PARA JOSÉ MARIA EÇA DE QUEIROZ cônsul de Portugal em Havana (1873-1874) original letters in english
Descrição:

Assírio & Alvim, Lisboa, 1998. In-4º de 191 págs. Encadernação editorial em tela com dizeres a ouro na lombada e nas pastas. Ilustrado em extra-texto.

Observações:

Reunião das cartas enviadas a Eça de Queiroz por duas americanas que ele conheceu enquanto consul em Havana. São ao todos 33 cartas: sete de Mollie Bidwell, cinco dos seus pais e vinte e uma de Anna Conover. Estas cartas vieram abrir novas perspectivas quanto à vida do escritor, desvendando facetas de Eça que as biografias tradicionais  ainda não tinham mostrado.

Preço:24,00€

Referência:13329
Autor:RAMOS, Graciliano
Título:MEMÓRIAS DO CÁRCERE
Descrição:

Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro, 1954. Quatro volumes de in-8º de 232-(4), 243-(4), 234-(4), 164-(2) págs. Br. Capas de brochura cansadas com alguns picos de acidez. Ilustrado em extra-texto com fotografias do autor  e fac-símiles originais de trechos manuscritos do livro.

Observações:

Obra autobiográfica publicada postumamente onde o auto narra as condições dramáticas de sua prisão durante o governo do ditador Getúlio Vargas. Uma narrativa amarga de alguém que foi torturado, viveu em porões imundos e sofreu privações provocadas por um regime ditatorial.
A obra divide-se em quatro volumes:
Volume I: Viagens, Volume II: Pavilhão dos Primários, Volume III: Colónia Correcional e Volume IV: Casa de Correcção.

Preço:25,00€

Referência:13467
Autor:ROSA, Augusto
Título:RECORDAÇÕES DA SCENA E DE FORA DA SCENA
Descrição:

Livraria Ferreira, Lisboa,  1915-In-4º de IV-363-(4) págs.Br. Capa de brochura com alguns picos de acidez. Profusamente ilustrado em extra-texto com ilustrações de Teixeira Lopes, Rafael Bordalo Pinheiro, Simões de Almeida e Columbano.

Observações:

Obra escrita por Augusto Rosa, uma das figuras de maior relevo do teatro português, e que trabalhou nos teatros da Trindade, de D. Maria II e de D. Amélia, foi também  professor de declamação do Conservatório. Neste livro aborda as suas memórias enquanto actor. Com uma carta prefácio de Afonso Lopes Vieira.

"Lendo este livro, fico acreditando que é um dos mais originais  e elegantes memoriais que em lingua portuguesa existem. Nestas  paginas está o roteiro de uma vida no que ela tem de mais belo  no esforço, no talento, na ternura, e nelas ficam vivendo para a  admiração dos portugueses o grande homem que foi seu pai e o  grande actor que foi seu irmão.
Que lhe direi senão que o seu papel de memorialista é um dos seus melhores papeis ? E sem duvida o mais interessante. Mas este foi Você que o escreveu, rializando uma obra tam humana e amável e tam viva, e criou-o na posse dos seus recursos todos porque quis ser sinceramente — quem é."

 

Preço:30,00€

Referência:13164
Autor:SOUSA COSTA, Alberto
Título:HERÓIS DESCONHECIDOS Lisboa Revolucionária
Descrição:

Livraria Editora Guimarães,  Lisboa, 1935.In-8º de 324 pags. Br. Cadernos por abrir,

 

Observações:

Livro de memórias relativas aos primeiros anos da República, onde Sousa Costa retrata  protagonistas locais desconhecidos.


"Alguns episódios destas páginas colhi-os em três, quatro e mais fontes – cada uma dando-me a sua versão, a sua verdade, sinceras muitas vezes, embora por vezes absolutamente contraditórias.

Por isso, eu sei que vai repetir-se com o livro Heróis Desconhecidos o caso já experimentado como romance Coração de Mulher – os acontecimentos políticos que condicionam o drama sentimental carimbados de legítimos ou ilegítimos conforme as becas que os julgam. Os republicanos acham-lhe sabor monárquico. Os monárquicos feição republicana. E no entanto, mereceu a António José de Almeida a afirmação, tal a sua comunicativa sinceridade, de que teria adiantado em meses a segunda amnistia aos presos realistas, se meses antes dela tivesse vindo a público."

Preço:28,00€