Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fado | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Erótica | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre

Módulo background

Música

Foram localizados 7 resultados para: Música

 

Referência:13210
Autor:ALMEIDA, António Victorino d'
Título:HISTÓRIAS DE LAMENTO E REGOZIJO
Descrição:

Parceria A. M. Pereira, Lisboa, 1968. In-8º de  285-(3) págs. Br. Capas de brochura com alguns picos de acidez.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

 

Observações:

Primeiro livro do autor, Maestro que é figura incontornável quando se fala de música e de cultura portuguesa.

Da badana:
"Alheado de possíveis defeitos, próprios de um primeiro livro, o leitor sente-se 'agarrado', e vê, comove-se, ri, pensa, reage, mas não consegue soltar a atenção e o interesse e tem de ir até ao fim!
"Isso mostra que o músico António Victorino d'Almeida possui as qualidades de imaginação e poder comunicativo que, pela experiência, fazem um escritor. Também pela experiência é que o seu muito e reconhecido talento fizeram dele o músico que é.
"Bem vistas as coisas, não há músicos, nem pintores, nem escritores. Há simplesmente — artistas, E é o caso."

Preço:18,00€

Referência:13547
Autor:autoria indefinida
Título:TROVADOR Collecção de modinhas, recitativos, árias, lundús, etc Vol. I (a V)
Descrição:

Livraria Popular de A.A. Da Cruz Coutinho,Rio de Janeiro,  1876. Cinco tomos encadernados num volume único com in-8º de 208-160-160-144-144 págs. respectivamente. Encadernação moderna meia inglesa em pele com dizeres e florões na lombada sobre rótulo de pele castanha. Conserva todas as capas de brochura e está apenas aparado À cabeça- BONITO EXEMPLAR.
Nova edição, correcta. RARO.

Observações:

Curiosa colectânea de letras de  modinhas, de origem portuguesa e Lundús, de origem africana, algumas com autoria e outras anónimas. Encerra ainda um conjunto de poesias de gosto popular do século XIX de poetas portugueses e brasileiros.

 

Preço:100,00€

Referência:12730
Autor:CARMO, Rita
Título:ALTAS-LUZES
Descrição:

Assírio & Alvim, Lisboa, 2003. In-8º de 240 págs. Encadernação editorial com sobrecapa. Profusamente ilustrado. Integrado na Coleção Rei Lagarto.

Observações:

Livro que  reúne cerca de 200 imagens que retratam momentos da história das actuações ao vivo em Portugal e de sessões fotográficas com artistas com fotografias de Rita Carmo juntamente  com  textos de Miguel Francisco Cadete e prefaciado por Pedro Gonçalves.
Inclui artistas tão diferentes como Carlos Paredes, Ben Harper, Michael Nyman, Isabel Silvestre, INXS, Massive Attack, Madredeus, Rolling Stones, Da Weasel, Moonspell, Lou Reed, Ravi Shankar, Sétima Legião, Skunk Anansie, Nirvana, Sérgio Godinho, Lloyd Cole, Tricky, U2, The Gift, GNR, entre muitos outros.

"Alguém se lembra do que se escreveu sobre a única passagem dos Nirvana por Portugal, a 5 de Fevereiro de 1994? Claro que não. E aquela fotografia, que nem sequer é tecnicamente perfeita, alguém esquece depois de a ver? A música é uma paixão que não se esgota no som. E a Rita, porque tem sempre lá estado, trata dela com mãos de veludo."
Pedro Gonçalves

"Os textos que acompanham as fotografias (...) tentam estabelecer a ligação que emana da iconografia própria da música popular e que se diria quase religiosa com a sua vertente mais prosaica e própria do show business (...) 'Atas - Luzes' é também um livro sobre pessoas, sobre música e sobre tudo o que as rodeia."
Miguel Francisco Cadete

Preço:22,00€

Referência:13321
Autor:COVÕES, Ricardo
Título:OS 50 ANOS DO COLISEU RECREIOS
Descrição:

Edição do Autor, Lisboa, 1940. In-4º de XI-588-(1) págs. Br. Capas de brochura com manchas de humidade e empoeiradas. Profusamente ilustrada em extra-texto.

Observações:

Obra muito interessante, comemorativa dos 50 anos do Coliseu dos Recreios e que  contém a história muito exaustiva da conhecida casa de espectáculos de Lisboa. Foi escrita pelo seu Director e para  além do texto histórico,  recheado de pormenores e histórias onde aborda as peças e os espectáculos; os artista de circo e de teatro; as bandas, as orquestras e o cinema; os escritores, os músicos, os maestros e compositores; os lutadores e os boxeurs; e também os pintores, os cenógrafos e as costureiras, encerra inumeras fotografias da construção do edifício, primeiros espectáculos, directores e eventos.

Preço:27,00€

Referência:13625
Autor:FETIS, Mr.
Título:A MUSICA AO ALCANCE DE TODOS. Noticia succinta de tudo o que é necessario para ajuizar e fallar d"esta Arte sem a ter estudado. Por ...
Descrição:

Typographia Commercial, Porto, 1845. In-8º de 290 págs. Encadernação meia inglesa em pele verde com dizeres a ouro na lombada. Ilustrado ao longo do texto com notação musical. Alguns apontamentos a lápis nas margens. Trabalho de traça insignificante marginal no limite inferior junto à coifa.

INVULGAR.

Observações:

Curioso livro sobre música escrito por Mr. Fetis e traduzido por José Ernesto d'Almeida. O autor deste “A música ao alcance de todos” é um célebre professor, editor, compositor, crítico e historiador belga  que foi possivelmente o teórico musical mais influente da primeira metade do século XIX e certamente um dos mais importantes estudiosos musicais de todos os tempos.

Inocêncio IV, 311. "JOSÉ ERNESTO DE ALMEIDA, Egresso da Congregação dos Conegos Seculares de S. João Evangelista, cujo instituto professára aos dezoito annos d’edade no de 1825, e n’elle permaneceu até á extincção das Ordens regulares em 1834. Applicou-se ás sciencias proprias do seu estado, e mais particularmente á arte da musica, que fôra desde a infancia a da sua maior predilecção. Tendo exercido no convento as funcções de Organista, deu-se depois ao ensino particular da mesma arte, e á composição de varias peças, em que ha feito prova dos conhecimentos adquiridos no estudo do contraponto.— N. na cidade do Porto a 27 de Septembro de 1807. De seu pae Henrique Ernesto de Almeida Coutinho fica já feita a devida commemoração no volume III d’este Diccionario.— E. 3119) A Musica ao alcance de todos, por F. J. Fetis, traduzida em portuguez. Porto, na Typ. Commercial 1845. 4.º de 290 pag.— Segunda edição, accrescentada com o Diccionario de Musica. Ibi, Typ. de Sebastião José Pereira 1859. 8.º gr. de 275-128 pag. (1) As suas obras musicaes, de que hei noticia por uma nota autographa que tenho presente, e que parece se conservam até agora ineditas, são: 1.º Quatro Sonatas para piano com acompanhamento de violino e violoncello ad libitum. 2.º Symphonia a grande orchestra, dedicada á Sociedade Philarmonica Portuense, de que é membro. 3.º Abertura para orchestra. 4.º A Opera Norma de Bellini, arranjada para quinteto de flauta, dous violinos, viola e violoncello. 5.° Varios trechos da mesma opera, só para piano. 6.º Duas quadrilhas para piano. 7.º Variações para rebeca sobre a canção italiana Già la notte s’avvicina, etc. NOTAS (1) Consta que ha tambem exemplares em separado do Diccionario das palavras que habitualmente se adoptam em musica, traduzido e accrescentado de F. J. Fétis, 8.º gr. de 128 pag. E com esta mesma numeração se acha depois das VIII 2753 paginas da obra principal, descripta sob n.° 3119, na edição de 1859."

Preço:75,00€

Referência:13648
Autor:TRACEY, Hugh
Título:A MÚSICA CHOPE Gentes Afortunadas
Descrição:

Imprensa Nacional de Moçambique, Lourenço Marques, 1949. In-4º com  X-273-(30) págs. Br. Capas de brochuras com alguns picos de acidez. Edição de apurado cuidado gráfico profusamente ilustrada ao longo do texto com vinhetas decorativas e com fotografias em extra-texto. Separata do Documentário Trimestral Moçambique. Tradução de Maria Helena Barradas.

Observações:

Uma das obras mais importantes até hoje sobre canto e dança em Moçambique, onde o autor analisa "com minúcia a inventiva dos compositores, a sequência das danças, a acção das orquestras, a batuta dos maestros, a tonalidade dos instrumentos e até o seu fabrico. Há verdadeiros Guarniérios e Stradivários pretos, fabricantes de timbilas cuja fama se estende por dez léguas em derredor..."; "por este estudo etnológico, tão excelentemente levado a cabo, muito gratos lhe devemos ficar, nós, os portugueses, a quem cumpre completar o estudo da razão lógica do indígena da nossa África, através da sua linguagem; da sua vida afectiva, através do folclore; e da sua vida de acção, através da sua história".

Encerra os seguintes capítulos:
Cap. 1: Compositores
Cap. 2: Lírica – Justiça Poética
Cap. 3: Os dançarinos e as danças
Cap. 4: Músicos e maestros
Cap. 5: Músicos Chopes no Rand
Cap. 6: As timbilas, xilofones dos Chopes
Cap. 7: Fabrico de timbilas

 

Preço:50,00€