Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Maio 2021
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

Pesca

Foram localizados 11 resultados para: Pesca

 

Referência:13958
Autor:AVEIRO, Valdemar
Título:HISTÓRIAS DESCONHECIDAS DOS GRANDES TRABALHADORES DO MAR recordações da pesca do bacalhau
Descrição:

Editorial Futura, Lisboa, 2009. In-8º de 226 págs. Br. Ilusstrado em extra-texto com fotografias a preto e branco.

Observações:

Obra que aborda a faina do bacalhau em navios da pesca de arrasto.

Da Badana


"A mestria aqui é tanto mais sedutora e cativante quanto não pertence ao reino do fingimento e, muito menos da ficção ou da invenção, fazendo-se acompanhar de notáveis qualidades, amáveis e aprazíveis no trato com o leitor, à imagem do seu autor: a sageza, a lhaneza, a coloquialidade, a simplicidade, a simpatia e a bonomia. Diria mesmo que Valdemar Aveiro escreve musicalmente tocando as cordas da sua lira em pizzicato, numa técnica sem parangonas nem espaventos, num tom sem alardes nem tremendismos, consoante ensinava o famoso e clássico Mestre em pizzicatos que foi Monteverdi; qui si lascia l’arco, e si strappano le corde com duoi diti.

Tão simples, tão fácil, tão difícil, tão subtil como isso. E, sobretudo, arriscado na corda tensa do escrever, no tremer da escrita. Já lá escrevia o nosso Padre António Vieira que não há cousa mais escrupulosa no mundo que papel e pena: dois dedos com uma pena na mão é o ofício mais arriscado que tem o género humano."

Preço:15,00€

Referência:13957
Autor:AVEIRO, Valdemar
Título:80 GRAUS NORTE Recordações da Pesca do Bacalhau
Descrição:

Editorial Futura, Lisboa, 2009. In-8º de 214 págs. Br.  Ilustrado em extra-texto com fotografias a preto e branco.

Observações:

Obra bastante interessante sobre a faina do bacalhau.

Do Prefácio

"Nítidos e cheios de expressivas imagens são os relatos que faz da sua vida na faina da pesca. Sem nos apercebermos, somos convidados a entrar a bordo do seu navio e fazermos companhia ao nosso comandante nas amarguradas horas de forçada prisão em mares gelados, verificando in loco como a força do homem e até os seus mais modernos conhecimentos ali parecem tão pequenos e sem valor, comparados com a brutal força dos elementos da natureza."

Preço:15,00€

Referência:14363
Autor:SILVA, José Henriques da
Título:PESCADORES MACUA. Baía de Nacala, Moçambique, 1957-73.
Descrição:

Câmara Municipal de Lisboa, Lisboa, 1998. In-4º de (192) págs. Encadernação de editor com sobrecapa. Ilustrado com dezenas de fotogrfias, algumas desdobráveis. Realização gráfica de Victor Palla. Edição bilingue, em língua portuguesa seguido da respectiva tradução inglesa.

Primeira edição.

Observações:

Álbum fotográfico de valor documental, histórico e artístico, editado por ocasião da exposição retrospectiva José Henriques e Silva, Pescadores Macua, baía de Nacala, Moçambique, 1957-1973, realizada no Arquivo Fotográfico entre 31 de Julho e 17 de Setembro de 1998. As fotografias de José Henriques e Silva fotam obtidas na baía moçambicana de Nacala entre 1957 e 1973.

José Henriques e Silva (1919-1983) fixa-se em Moçambique em 1956, onde desempenha as suas funções profissionais na empresa Lusodana, responsável pela construção da 1.ª fase do Porto de Nacala, ao mesmo tempo que começa a fotografar a vida quotidiana da população daquela cidade, sobretudo as comunidades de pescadores Macua da baía de Fernão Veloso, até 1974. Depois de algumas passagens por outras partes do território moçambicano e por Portugal, regressa em 1982 reencontrando também aquela comunidade piscatória, e faleceu em 1983, já em Portugal. Ao todo, o arquivo que José Henriques e Silva envia para Portugal, ascende a cerca de 5 000 negativos. Este é também um dos últimos trabalhos gráficos de Victor Palla. O tema central do conjunto pictórico remete para a comunidade piscatória da Baía de Nacala em Moçambique.
No final da obra, inclui uma breve antologia do fotógrafo.

Preço:60,00€

Referência:13956
Autor:VILLIERS, Alan
Título:A CAMPANHA DO ARGUS uma viagem aos bancos da Terra Nova e Gronelândia
Descrição:

Livraria Clássica Editora, Lisboa, s/d. In-8º de 366-(2) págs. Br. Ilustrado em extra-texto com fotografias do autor. Capa de brochura com alguns picos de acidez.

Observações:

Obra escrita, a convite de Pedro Teotónio Pereira, embaixador português em Washington,pelo marinheiro Australiano Alan Villiers sobre  a epopeia dos pescadores portugueses, num dos mais belos veleiros da frota bacalhoeira portuguesa, o Argus.
Villiers embarcou com os pescadores portugueses e durante cinco meses, viu e registou a dureza da “faina maior” para a documentar. Naquele tempo, a pesca do bacalhau por “homens de ferro em navios de madeira”, a mítica “frota branca”, era a última grande actividade económica que fazia uso da navegação à vela para viagens transoceânicas.
Através desta obra de Alan Villiers no “Argus”, ficamos com uma imagem da pesca portuguesa que até 1974 utilizava ainda  o método tradicional de pesca, apanhavam o bacalhau com isco e à linha a partir de pequenos botes, denominados “dóris”, que saiam do navio-mãe para a água.

Preço:40,00€