Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Antropologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Bacalhau | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Canada | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Cuba | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Feminismo | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Manuel Macedo | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Oriente | Ourivesaria | Patuleia | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Viana do Castelo | Vila Nova de Gaia | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

Política

Foram localizados 23 resultados para: Política

 

Referência:13366
Autor:ANTUNES, José Freire
Título:SÁ CARNEIRO um meteoro nos anos setenta
Descrição:

Publicações Dom Quixote, Lisboa, 1982. In-8º de 227-(5) págs. Br. Ilustrado em extra-texto com fotografias.

Observações:

Biografia política de Francisco Sá Carneiro.

Da contracapa:

“José Freire Antunes conseguiu conciliar, de um modo quase inédito entre nós, a vivacidade do jornalista e a exactidão do historiador. Daí que este seu livro, sem deixar de ser um notável trabalho de investigação histórica, possa ser lido de um só fôlego, como romance de uma aventura de que todos fomos, pelo menos, espectadores."

Preço:13,00€

Referência:13962
Autor:autoria indefinida
Título:GOVERNO SOARESO Exame de S. Bento
Descrição:

Agência Portuguesa de Revistas, Lisboa, 1976. In-8º de 416 págs. Br. Profusamente ilustrado ao longo do  texto com fotografias de Rui Ochoa.

Observações:

Livro que analisa o Governo de Mário Soares em 1976. Coordenação de Miguel Reis.

"Convidado por Ramalho Eanes a constituir governo Mário Soares apresentou o respectivo programa à assembleia da  república (...) desta "concertação" terá nascido o documento que a seguir se transcreve e que, na altura foi classificado de "moderado" pelos observadores políticos"

Preço:10,00€

Referência:12993
Autor:CARVALHO, Miguel de.
Título:NOÇÕES ELEMENTARES DE ECONOMIA POLITICA
Descrição:

Imprensa Libanio da Silva, Lisboa, 1897. In-8º de VII-258-(1) págs. Encadernação modesta, meia inglesa em sintético com dizeres a ouro na lombada.

INVULGAR.

Observações:

Obra escrita por Luís d’Almeida e Albuquerque, lente de economia política da Escola Politécnica e Instituto de Lisboa e que aborda os conceitos fundamentais da ciência económica.

 

Preço:19,00€

Referência:13451
Autor:COSTA, Afonso
Título:DISCURSOS PARLAMENTARES 1900-1901, 1911-1914e 1914-1926 Compilação, prefácio e notas de A. H. de Oliveira Marques
Descrição:

Publicações Europa América/ Livraria Bertrand, Mem Martins, 1973-1977. Três volumes de in-8º de 617-(4), 679 e 460-(2) págs. Br. Ilustrado em extra-texto. Capa de José Cândido.

 

COLECÇÃO COMPLETA

Observações:

Compilação dos discurso proferidos por Afonso Costa nas sessões do Parlamento entre 1900 e 1926. Afonso Costa foi  um dos maiores defensores da causa republicana e após a instauração da República foi um dos políticos mais importantes, tendo feito parte do Governo Provisório e de outros governos. Toda a sua actividade parlamentar se baseava na teoria da República como fundamento “obrigando todos a compreender que a República não é apenas uma substituição de fórmulas, mas a substituição de um regime de inutilização do indivíduo, da família e da sociedade, por um regime de trabalho, de moralidade e de progresso”.

Preço:45,00€

Referência:13820
Autor:CUNHA, Adelino
Título:ÁLVARO CUNHALRetrato Pessoal e íntimo.
Descrição:

Esfera dos Livros, Lisboa, 2010. In-8º de 631-(1) págs. Br. Profusamente ilustrado em extra-texto com fotografias.

Observações:

Biografia exaustiva e fundamental sobre uma das  figuras mais importantes da  história contemporânea portuguesa. O autor  ouviu testemunhos únicos de pessoas próximas de Álvaro Cunhal, como Cândida Ventura, Sofia Ferreira, Margarida Tengarrinha, Carlos Costa, Joaquim Gomes, Aurélio Santos, a sua ex-companheira Isaura Moreira e a filha Ana Cunhal, que revelaram facetas e factos  desconhecidos da vida de Álvaro Cunhal.

Preço:17,00€

Referência:13230
Autor:CUNHA, Silva
Título:ASPECTOS DOS MOVIMENTOS ASSOCIATIVOS NA ÁFRICA NEGRA I E II
Descrição:

Junta de Investigações do Ultramar. Ministério do Ultramar, Lisboa, 1958. 2 volumes de in-8º de 104 e 90 págs. Br. profusamente ilustrados em extra-texto com estampas e mapas desdobráveis a cores e a preto e branco. Capas de brochura com alguns picos de acidez e manchas de água. Com sublinhados ao longo do texto.

Observações:

Estudo muito exaustivo sobre as movimentos associativos na áfrica negra, e em especial em Angola. Movimentos que o autor divide em religiosos, sociais e políticos.

Preço:35,00€

Referência:13708
Autor:FIGUEIREDO, Fidelino de
Título:NOTAS PARA UM IDEARIUM PORTUGUÊS - POLÍTICA E LITTERATURA
Descrição:

Livraria Sá da Costa, Lisboa, 1929. In. 8.º de 221-(1) págs. Br.Rubrica de posse. exemplar autenticado com rubrica de autor e editor.

Observações:

Conjunto de artigos  de um autor injustamente esquecido, Fidelino Figueiredo, que abordam temas de política e literatura.

Preço:23,00€

Referência:12718
Autor:RODRIGUES, Paulo Madeira
Título:TESOUROS DA CARICATURA PORTUGUESA. 1856-1928. A política portuguesa através da sátira ilustrada
Descrição:

Círculo de Leitores, Lisboa,1979. In- 4º de 170-(4) págs. Encadernação editorial com sobrecapa. Profusamente ilustrado ao longo do texto. O texto apresenta-se em duas colunas.

 

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Obra que nos fala da política portuguesa, através da sátira ilustrada referindo-se à época de 1856-1928 onde entre outros há grandes nomes da caricatura como Nogueira da Silva e Bordalo Pinheiro.

“O cartoon não é a simples ilustração de um acontecimento, antes dum desenho executado com certa habilidade profissional, onde o artista procura dirigira a visão do leitor para o ponto focal da ideia que tenta transmitir”.

Preço:20,00€

Referência:13330
Autor:SARDINHA, António
Título:À LAREIRA DE CASTELAestudos peninsulares.
Descrição:

Edições Gama, Lisboa, 1943. In-8º de XVIII-289-(1) págs. Br.. Capas de brochura amarelecidas. Ostenta uma assinatura de posse.

Observações:

Obra póstuma de António Sardinha que reune os artigos publicados pelo autor em diversas revistas e jornais em defesa do seu conceito de hispanismo.

Encerra cartigos como: A lareira de Castela, A descoberta de Espanha, O exército espanhol, Crónica de Espanha, A festa da raça, Paixâo de Espanha, Hispanismo e latinidade, O Pan-Hispanismo, Madre-Hispânia, entre muitos outros.


"Não há a "Espanha", – expressão política. Há as "Espanhas", – expressão geográfica. Dentro das "Espanhas", Portugal foi a vocação marítima, enquanto que Castela foi a vocação terrestre. Graças a Castela, a Europa se salvou do perigo turco e da anarquia religiosa. Graças a Portugal, novos mundos se dilataram para o domínio da Fé e para o império da Civilização. Assim, por paradoxal que isso possa parecer, é exactamente na separação das duas pátrias que reside a sua unidade imortal. Olhemos para as páginas da História e sem demora se reconhecerá que o desastre de Toro consolidou a vitória de Aljubarrota!"

 

Preço:25,00€

Referência:13293
Autor:SARDINHA, António
Título:ALIANÇA PENINSULARAntecedentes & Possibilidades
Descrição:

Livraria Civilização, Porto, 1924. In-8º de 446-(6) págs. Encadernação em sintético com dizeres a ouro na lombada e nas pastas. Ilustrado em extra-texto. Valorizado pela dedicatória autógrafa ao poeta José Osório de Oliveira. Sem capas de brochura.

Observações:

Prefácio do Exmo. Senhor D. Gabriel Maura Gamazo, conde de la Mortera. Obra onde António Sardinha defende a tese de que existindo uma Civilização Ibérica contraposta a uma Civilização Nórdica, é obrigação de Portugal e Espanha formarem uma verdadeira Aliança, não apenas para melhor se defenderem dos ataques dessa mesma Civilização Nórdica mas, acima de tudo, como única forma de recuperarem a superioridade da sua Civilização, da Civilização Peninsular ou Ibérica.

Preço:28,00€

Referência:13972
Autor:SOARES, Mário
Título:ESCRITOS POLITICOS
Descrição:

Editorial Inquérito, Lisboa,1969. In-8º de 242-(6) págs. Br.

Observações:

Colectânea de textos de Mário Soares a que ele próprio chamou de textos de circunstância escritos ao sabor das actividades oposicionistas do autor e publicado em 1969. Há textos biográficos e políticos juntamente com  teses enviadas às reuniões republicanas e oposicionistas, entrevistas e intervenções em colóquios, entre outros textos.
o livro foi proíbido pela censura mas apesar disso teve quatro edições sucessivas.

Da contra-capa:
"Personalidade de destaque na vida pública portuguesa, o dr. Mário Soares nasceu em Lisboa em 7 de Dezembro de 1924; a sua fibra de lutador, apurou-se-lhe na infância, quando seu pai, o Prof. João Soares, deputado, governador civil e ministro da República, conhecia a prisão, o exílio, a clandestinidade e a deportação.
Licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas, na Faculdade de Letras de Lisboa; e depois na Faculdade de Direito, abrindo escritório de advogado. Os grandes julgamentos políticos dos últimos anos, no Tribunal Plenário ou nos Tribunais Militares, têm contado sempre com ele: 11 de Março, caso dos militares da Guiné, crise académica de 1962, caso de Beja, FAP, aderentes do MPLA, e de muitos militantes do Partido Comunista, entre eles Octávio Pato. Como advogado ainda tomou a peito conseguir justiça no caso do assassinato do General Humberto Delgado, representando a família do antigo candidato à Presidência, tendo-se deslocado à Espanha e a Itália, para o efeito. É também advogado no caso do assalto ao Banco de Portugal na Figueira da Foz, defendendo, entre outros, Hermínio da Palma Inácio;
Como advogado, interveio ainda em muitos processos civis e comerciais; e é membro da Comissão de Relações Internacionais da Ordem dos Advogados, tendo participado em congressos da União Internacional dos Advogados.
A vida política de Mário Soares tem sido intensa. Ainda estudante de Letras, foi um dos fundadores do MUD Juvenil, em 1946. E como representante da juventude do MUD pertenceu à Comissão Central, de 1946 a 1948.
(...)
Raul Rego"


Do ÍNDICE:
- Prefácio;
- Tributo de homenagem:
Em exemplo;
Um mestre de civismo;
- No centenário de Fernão Boto Machado;
- Nos quarenta anos do regime;
- Oposição e governo em Portugal;
- Depoimento indirecto;
- Uma entrevista que não foi publicada;
- O 31 de Janeiro;
- Notas esparsas sobre a actualidade política nacional;
- Breve comentário a uma 'Conversa em família';
- A Constituição de 1933 e a evolução democrática do País;
- APÊNDICE:
A NAÇÃO (Dezembro de 1968);
AOS PAIS (Maio de 1969);

Preço:10,00€

Referência:13963
Autor:SOARES, Mário
Título:DEMOCRATIZAÇÃO E DESCOLONIZAÇÃO Dez meses no Governo Provisório
Descrição:

Publicações Dom Quixote, Lisboa, 1975. In-8º de 290 págs. Br. Algum desgaste na capa. Algumas anotações e sublinhados (inocentes) a caneta no miolo.

Observações:

Obra muito interessante do ponto de vista histórico.
 

Do Prefácio:

A recolha de alguns textos - entrevistas, tomadas de posição, discursos - que a seguir se lerão marca a reacção pessoal do autor e a sua natural evolução face aos acontecimentos complexos do País dos últimos dez meses, a partir de 25 de Abril de 1974. Trata-se, pois, de uma compilação de textos políticos conjunturais, que pareceram por uma ou outra razão significativos, escritos ou ditos (porque muitos deles resultam de gravações) a quente, no meio de uma batalha política permanente, em que se tentaram conjugar, nem sempre com felicidade, as actividades de secretário-geral do Partido Socialista e do ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal.
A maior parte desses textos, como é natural, refere-se especialmente aos problemas da descolonização e da política externa portuguesa - evidenciando as gradações e as sucessivas precisões de uma mesma linha de pensamento, elaborada em resposta à evolução acelerada do processo político dos últimos dez meses.

Preço:15,00€

Referência:13615
Autor:TELO, António José
Título:PROPAGANDA E GUERRA SECRETA EM PORTUGAL 1939 - 1945.
Descrição:

Edição: P&R, Lisboa, 1990. In-8º de 181-(3) págs. Br. Profusamente ilustrado em extra-texto.

Observações:

Obra muito interessante  para o estudo da intensa actividade de propaganda e guerra secreta mantida em Portugal pelos países envolvidos na Segunda Guerra Mundial.
Descreve não só as principais organizações, a sua estrutura em Portugal, os recursos empenhados e as políticas seguidas,  como também faz uma referência ao tipo de propaganda que entrava em Portugal nessa época e a forma como era tratada e apresenta as várias formas de propaganda utilizadas pelos beligerantes.

 

Preço:24,00€

Referência:13657
Autor:VALDEMAR, António [coord.]
Título:SER OU NÃO SER PELO PARTIDO ÚNICO
Descrição:

Editora Arcádia, s/l, 1973. In-8º de 271 págs. Br.
 

Observações:

Obra sobre  “Ser ou Não Ser Pelo Partido Único” onde se reúnem os depoimentos de seis personalidades políticas portuguesas:  Magalhães Godinho, Nogueira Pinto, Barrilaro Ruas, Coelho da Silva, Victor Wengorovius e Pinto Balsemão.

 

 

Preço:16,00€

Referência:13971
Autor:VASCO, Nuno
Título:VENCER A CRISE Preparar o Futuro Um ano de Governo Constitucional
Descrição:

Secretaria de Estado da Comunicação Social, Lisboa, 1977. In-8º de 583 págs. Br. Profusamente ilustrado ao longo do texto.

Observações:

Publicação elaborada pelo gabinete do Secretário de Estado Adjunto do PM para os Assuntos Políticos comc oordenação do jornalista Nuno Vasco.

"Este livro é o resultado de uma obra colectiva – a que, durante o primeiro ano de actividade do Governo Constitucional, foi realizada por todos os seus membros – ministros, secretários e sub-secretários de Estado. (…)
Seja permitido, contudo, salientar que não se fez uma política demagógica, nem houve a preocupação de ganhar votos ou conquistar louvores. Fez-se sim, a política necessária, nas condições presentes para salvar Portugal, consolidar a democracia e garantir um futuro melhor para todos os portugueses. Dessa política, que é uma política global e coerente, vos fala este livro. Ele aí fica, como testemunho de uma acção que o Povo, em última instância, julgará."

Preço:19,00€

Referência:13677
Autor:VENTURA, António
Título:TEÓFILO JÚNIOR
Descrição:

Câmara Municipal de Arronches, Arronches, 1991.  In-8º de 217 págs. Br.

Observações:

Obra sobre Teófilo Júnior,  Républicano, Natural de Arronches, e que escreveu bastantes textos sobre os ideais Republicanos.

"Na manhã do dia 5 começou a afluir ao Centro Republicano grande quantidade de povo que aclamava febrilmente a República e os seus maiores vultos. Pouco depois saía do centro a filarmónica acompanhada de povo que já era em número considerável, à frente do qual marchavam os membros da comissão municipal repúblicana empunhando bandeiras.
Dirigiu-se o cortejo aos paços do concelho, onde foi içada, numa das janelas a primeira bandeira da República.
(...)De uma das janelas da câmara falaram entusiasticamente os académicos Barradas Tenório e Teófilo Júnior e o operário José Lopes, os quais receberam do povo grandes manifestações de simpatia."

 

Encerra os seguinte capítulos:

Introdução; Textos autobiográficos; Textos literários filosóficos, Polémica com António Sardinha, Textos políticos.

 

Preço:14,00€