Banner Vista de Livro
 Aplicar filtros
Livros do mês: Maio 2024
Temas 
Palavras Chave 
Módulo background

Queirosiana

Foram localizados 12 resultados para: Queirosiana

 

Referência:14411
Autor:CABRAL, António
Título:HOMENS E EPISODIOS INOLVIDÁVEIS Cartas Inéditas de Camilo. O Berço de Eça. Páginas de Memórias Políticas.
Descrição:

Livraria Bertrand. Lisboa. [1947]. In-8.º de 218 págs. Brochado. Capas com ligeiras manchas e picos de humidade. Ante-rsoto com carimbo peqeuno de psse. Miolo muito limpo.

Observações:

Do Índice:
«Camilo e Eça de Queirós»; «Algumas páginas de memórias políticas»; «Cartas Régias»; «Páginas tristes»; «Páginas alegres»; «Quatro prefácios».

Preço:15,00€

Referência:15257
Autor:QUEIROZ, Eça de
Título:ALMANACH ENCYCLOPEDICO. [Para 1896 (e 1897)] Com um extenso prefacio por Eça de Queiroz.
Descrição:

Livraria de Antonio Maria Pereira. 1895 (e 1896). In-8.° de dois volumes com XLV-(1)-385 págs. e LV-(3)-348-(6) págs. Encadernação coeva meia francesa em pele vermelha, com ferros secos nas pastas e dizeres dourados na lombada sobre pele preta. Profusamente ilustrado. Papel ligeiramente amarelecido próprio da sua qualidade intrínseca sob acção do tempo, ausente (?) de capas de brochura.

Invulgar.

Observações:

Almanques muito curiosos e especialmente estimados pela extensa colaboração queirosiana que na totalidade da obra, ocupa cerca de uma centena de páginas.

Preço:75,00€

Referência:15053
Autor:QUEIROZ, Eça de
Título:CARTAS DE INGLATERRA
Descrição:

Livraria Chardron, Porto,1905. In-8º de (6)-242-(1) págs. Encadernação editorial em skivertex grenat lavrada a ferros dourados na pasta anterior e lombada. Com uma litografia representando o Monumento erigido a Eça de Queiroz segundo a escultura Teixeira de Lopes. Pequena mancha na pasta anterior.

A obra conhece capas de brochura. No entanto, por experiência própria e consulta bibliográfica especializada, quando este título se faz encadernar pela encadernação editorial, as capas nunca são encadernadas juntas. Também são invulgares os exemplares que se fazem acompanhar por esta ilustração, sendo mais comuns os com um retrato do autor.

 PRIMEIRA EDIÇÃO (póstuma).

Observações:

Como o são todos os livros de Eça, quase século e meio depois, muito actuais nos temas sociais vigentes. Particularmente interessante neste título, é o capítulo com que abre o livro, o texto Afeganistão e Irlanda. Organizado em 1905, cinco anos depois da morte do escritor, Eça faz comparação entre duas campanhas realizadas pelos ingleses na região (em 1847 e 1880), fazendo frente aos russos. O Afeganistão surge como um adversário poderoso, misterioso, e os ingleses são tratados com ironia. Eça aponta as artimanhas dos ocidentais para legitimar-se no poder e satiriza o extravagante aparato bélico.

Preço:65,00€

Referência:14200
Autor:QUEIROZ, Eça de
Título:AS ROSAS
Descrição:

Publicações Dom Quixote, Lisboa, 1995. In-8º de 40 págs. Brochado.

Observações:

Este texto foi originalmente publicado em 1893 no períodico Gazeta de Notícias. Primeira edição independente.

Abrir o livro ...

"... Estamos no mês de Maio - e convém falar de rosas. Quando na poesia, como no reino bem organizado, havia classes e uma prahgmática, era a corporação venerável e ligeira dos Poetas da Primavera que celebrava, pontualmente, nesta fresca mocidade do ano, com o coração contente e lira fácil, a chegada das rosas. O poeta, nesses tempos arcádicos, coria constantemente por outeiros e prados, como o antigo Silvano, atento só às belezas simples e compreensíveis da Terra. Hoje, nesta anarquia que baralha as classes, o poeta invadiu a alma humana, desalojou dela os filósofos, seus caseiros hereditários desde Platão, e é ele quem tece a teia da psicologia e sopra a braseira da metafísica, donde se elevam tão densos, tão enrolados fumos ..."

Preço:10,00€

Referência:13899
Autor:SILVA, Manuel Emygdio da
Título:A BOTICA DO AZEVEDO (1775-1948)
Descrição:

Sociedade Industrial Farmacêutica, Lisboa, 1948. In-8º de 134-(2) págs. Br. Capa de brochura da autoria de Raul Lino ligeiramente empoeirada. Profusamente ilustrado em extra-texto com gravuras e retratos executados por Júlio Neuparth e um fac-simile de uma carta António Feliciano Alves de Azevedo.

Invulgar.

Observações:

Obra bastante interessante para  o estudo da evolução da farmácia em Portugal.  Encerra a história das farmácias do Rossio e de São Roque, e da Sociedade Industrial Farmacêutica. Interessa também como crónica dos elguns espaços chaves na história de Lisboa.

Contém excerto de ”Os Maias” no capítulo X onde fala na dita Botica.
Divide-se nos seguintes capítulos: I – A Farmácia do Rossio, i) A Origem, ii) António Feliciano Alves d’Azevedo, iii) Os filhos; II – A Farmácia de S. Roque; e, por fim, III – A Sociedade Industrial Farmacêutica.

Preço:27,00€