Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre

Módulo background

Religião

Foram localizados 47 resultados para: Religião

 

Referência:13704
Autor:ARRAIS, Frei Amador
Título:DIALOGOS
Descrição:

Livraria Figueirinhas, Porto, 1944. In-8º de 268-(1) págs. Brochado, Rubrica de posse na folha de rosto. Leves sublinhados a lápis em algumas páginas. Inserida na colecção "Clássicos Antigos e Modernos".

Observações:

Obra de Fr. Amador Arrais, Doutor em Teologia, Pregador régio de D. Sebastião e Bispo de Portalegre que faleceu em Coimbra no colégio dos Carmelitas em 1600,  estes Diálogos começaram a ser escritos  pelo seu irmão, o doutor Jerónimo Arrais, que morreu sem os concluir. Consistem em simples conversas ao pé de um doente, que é sucessivamente visitado por dez amigos (um médico, um pregador, um fidalgo, legistas, etc.). As personagens  vão discursando sobre assuntos históricos e preocupações políticas, ao longo dos quais, por vezes, os interlocutores se limitam a reforçar entre si as opiniões comuns. O autor preferiu escrever estes Diálogos em português para que pudessem ser bem divulgados entre os naturais, como refere no  diálogo Da Gente Judaica: "E tenho por melhor linguagem a nossa portuguesa que a de Itália, porque em menos palavras contém mais conceitos e com menos rodeios e mais graves termos descobre o que se pretende, além de conservar manifestos vestígios da antiga língua latina, que foi uma das três do mundo mais esclarecidas".

Ensaio preambular, selecção, notas e índices remissivos por Mário Gonçalves Viana.

Preço:16,00€

Referência:13230
Autor:CUNHA, Silva
Título:ASPECTOS DOS MOVIMENTOS ASSOCIATIVOS NA ÁFRICA NEGRA I E II
Descrição:

Junta de Investigações do Ultramar. Ministério do Ultramar, Lisboa, 1958. 2 volumes de in-8º de 104 e 90 págs. Br. profusamente ilustrados em extra-texto com estampas e mapas desdobráveis a cores e a preto e branco. Capas de brochura com alguns picos de acidez e manchas de água. Com sublinhados ao longo do texto.

Observações:

Estudo muito exaustivo sobre as movimentos associativos na áfrica negra, e em especial em Angola. Movimentos que o autor divide em religiosos, sociais e políticos.

Preço:35,00€

Referência:13073
Autor:DIAS, Pedro
Título:UMA ESCULTURA DE DIOGO PIRES-O-VELHO EM VOUZELA
Descrição:

Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Coimbra, 1978. In-8.º de10  págs. Br. Ilustrado em extra-texto. Separata da Revista Portuguesa de História

Observações:

Estudo sobre a escultura de Cristo, feita por Diogo Pires-o-Velho, na capela mortuária de Fernão Lopes de Almeida, na Igreja Matriz de Vouzela.

Preço:14,00€

Referência:12690
Autor:FERREIRA, Mons. J. Augusto
Título:OS TUMULOS DO MOSTEIRO DE SANTA CLARA DE VILLA DO CONDE
Descrição:

Porto, 1925. In-8.º de 42-(1) págs. Br. Cadernos por abrir. Obra profusamente ilustrada com fotografias  Marques Abreu em extra-texto.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

 "Estudo histórico, seguido do catálogo das Abbadessas do referido Mosteiro, no qual estão representadas as principaes "Casas Nobres" do entre Douro e Minho".

“No inventario ou catalogo, que formei dos monumentos de Villa do Conde e seu Algoz, não tive pretenções a fazer d’elles a historia da Arte, comtudo exprimi a ideia de tratar mais desenvolvidamente dos tumulos existentes na Igreja do supprimido Mosteiro de Santa Clara, núm estudo especial, pela impossibilidade absoluta de o fazer n’aquella altura. O trabalho, que vai seguir-se, é, portanto, não só o complemento da ‘Memoria historica’ das origens e monumentos de Villa do Conde e seu Alfoz ha pouco publicado, mas tambem a realização d’um pensamento n’ella exposto ”

Preço:35,00€

Referência:12611
Autor:GONÇALVES, J. Cardoso
Título:UMA JÓIA DA ILUMINURA PORTUGUESA - O Missal pontifical de Estevão Gonçalves Neto.
Descrição:

Edições Pátria, Gaia, 1931. In. 8.º de 64 págs. Br.
Miolo em execelente estado de conservação. Esmerada edição, impressa em papel encorpado a duas cores.
ILustrado com belíssimas estampas coloridas e a preto e branco, de diversos tamanhos, em separado, e coladas nas páginas ao longo do livro. Exemplar inserido na colecção "Estudos-Nacionais", louvada pela Junta de Educação Nacional.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

RARO.

Observações:

"Temos sôbre a mesa a reprodução do Missal Pontifical de Estevão Gonçalves Neto, notável códice iluminado do século XVII. (...)
A data de 1610 é considerada, de há muito, como a do início da composição do Missal. A rubrica diz que o artista foi abade de Sereijo, e não de Serêm como até há pouco se acreditava. A data de 1610 não tem todavia correspondencia com a do exercício daquelas funções eclesiásticas, porque está hoje averiguado que E. Gonçalves tomou posse da sua abadia em 3 de maio de 1613. (...)
O Missal Pontifical de Estevão Gonçalves Neto é uma obra prima da arte portuguesa.
Ao aparecer na época em que se manifestava já a decadência do Renascimento, o Missal é um prodígio do génio. Levado a exposições internacionais, a França e Inglaterra, a critica unanimemente o sagrou como jóia do mais alto valor. Merece por isso um estudo carinhoso, que ponha em relêvo as suas belezas extraordinárias e incomparáveis."

Preço:27,00€

Referência:12968
Autor:GRAINHA, Manoel Borges
Título:OS JESUITAS E AS CONGREGAÇÕES RELIGIOSAS EM PORTUGAL NOS ULTIMOS TRINTA ANNOS A propósito do Caso das Trinas
Descrição:

Typ. da Empreza Litteraria e Typographica, Porto, 1891.In-8º de 374-(2)págs. Encadernação meia inglesa com dizeres a dourado na lombada.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

MUITO INVULGAR.

Observações:

Obra muito interessante sobre a história dos Jesuitas e congregações em Portugal, escrito por um "erudito professor e notável propagandista do livre-pensamento."

Preço:32,00€

Referência:12716
Autor:LARANJO, F. J. Cordeiro
Título:CIDADE DE LAMEGO - CAPELA DE N.ª S.ª DOS MENINOS
Descrição:

Edição da Câmara Municipal de Lamego, Lamego, 1990. In. 8.º de 57 págs. Br. IMOlustrado com gravuras ao longo do texto.

Observações:

Monografia sobre a capela de Senhora dos Meninos mandada construir pelo bispo de Lamego D. Manuel de Noronha entre 1551 e 1569.

 

Preço:7,50€

Referência:13586
Autor:LE CHEVALIER D'OLIVEYRA
Título:DISCOURS PATHÉTIQUE AU SUJET DES CALÁMITES PRÉSENTS, ARRIVÉES EN PORTUGAL
Descrição:

Imprensa da Universidade, Coimbra, 1922. IN. 8.º de 118 págs. Encadernação meia inglesa em pele com dizeres e florões a ouro na lombada artisticamente decorada. Conserva capas de  brochura. Exemplar duma tiragem especial de 150 exemplares, numerados e rubricados por Joaquim de Carvalho. Papel mais encorpado do que a tiragem normal e por aparar.

Observações:

Obra que aborda o Terramoto de Lisboa de 1-1-1755 e onde o autor aproveita para atacar a Religião Católica, ao mesmo tempo que dizia que fora um castigo divino. Esta  edição encerra também uma notíca de bibliográfica pelo Dr. Joaquim de Carvalho.

"A presente edição é cópia da edição dita fac-simile que o bibliógrafo e estudioso da obra do Cavaleiro de Oliveira, Joaquim de Araújo, fez imprimir no Porto, em 1893"

Do prefácio:

 

Tanto do opúsculo, que não sabemos onde se guarde um exemplar, como do Discours são bem ténues os sinais da sua repercussão no campo mais sereno das ideias. Não seria acaso uma réplica a impressão da tradução da obra do capuchinho Fr. Norberto, feita pelo culto estrangeirado, o físico João Jacinto de Magalhães: A fé dos catholicos: obra dirigida a instruir e confirmar na sua crença os catholicos, e mostrar aos que o não são que não têem razão alguma para os accusar de que vivem errados, ... Escripta pelo abbade Platel e traduzida do francez. Lisboa, 1763?

Que o Discours era absolutamente contrário à mediana mentalidade e cultura do séc. XVIII em Portugal, não é para surpreender. Desde o sentimento religioso, exacerbado com o terramoto, às ideias políticas que orientavam o Estado; desde a estrutura mental e moral da época, cimentada numa tradição de intolerância e purificação, ao tom, por vezes jocoso ou irreverente, e quase sempre panfletário do Discours —, tudo concorria para a repulsa com que foi recebido e para a conspiração de silêncio, verdadeiramente tumular, que em seu torno se fez.

Obra de sinceridade, o leitor atento nela pode encontrar aspetos interessantes do espírito de seu autor, definido no geral pelas Cartas, e, de par com algumas notícias autobiográficas, um ou outro facto não desprovido de valor para a história das ideias em Portugal.

Abril de 1922.

Preço:40,00€

Referência:12414
Autor:LEITE, Bertha
Título:D. GONÇALO DA SILVEIRA
Descrição:

Agência Geral das Colónias, Lisboa, 1946. In-8.º de 429-(1) págs. Br. ILustrado ao longo do texto. Dedicatória autógrafa no ante-rosto. Bom estado de conservação.

Observações:

"D. Gonçalo da Silveira é o nome de um missionário português do século XVI que fêz parte da Companhia de Jesus e lutou nobremente contra tudo e contra todos que pretenderam toldar-lhe o mais belo sonho da humanidade em tôdas as eras: praticar o bem, amar o bem, elevar-se pelo bem."

Encerra os seguintes capítulos: Os pais, a infância e a família; A Companhia de Jesus e o Noviciado; A Pregação, a Côrte e as Infantas; A Infanta D. Maria; As Missões; A acção de D. Gonçalo da Silveira: D. Gonçalo da Silveira, Provincial do Oriente, a cooperação de D. Gonçalo da Silveira nas leis de Francisco Barreto, D. Gonçalo e os Judeus, Damão, Através da Índia; Inhambane; Monomotapa: de Moçambique até Sena, de Sena a Simbaoé, por Tete; Martírio e Morte; A Epopeia das Letras nas Letras da Epopeia Portuguesa.

Preço:40,00€

Referência:12578
Autor:LOBO, A. de Sousa Silva Costa
Título:HISTÓRIA DA SOCIEDADE EM PORTUGAL NO SÉCULO XV
Descrição:

Edições Rolim, Lisboa, 1984. In-8º de 602-(1) págs. Br. Integrado na colecção "Raizes". Fac-símile. da edição origial de 1903.

Observações:

Fac-símile de um estudo muito importante, com prefácio de José Mattoso, onde o autor iniciar um novo estilo de história,ao integrar  aspectos económicos, sociais, e geográficos para além dos políticos.

População - Aspecto geral do paiz e do seu estado social - Peso e medidas - Moeda - Os haveres individuais.

Preço:20,00€

Referência:13875
Autor:MANOEL, Ioseph de Faria
Título:SERMAM DO TRIVNFO DA CRVZ Na Dominga de Ramos à tarde qve pregov na igreia de Santos o Velho, e offerece ao Princepe D. Pedro noffo Senhor o doutor Ioseph de Faria Manoel, capellaõ de s. Alteza, e confeffor de fua capella, & caza Real
Descrição:

na officina de Ioam da Costa, Lisboa, 1671. In-8º de 28 págs. Encadernação em papel marmoreado. com algumas manchas de humidade e buracos de lepisma. Com todas as licenças necessarias.

INVULGAR

Observações:

Sermão sobre o triunfo da Cruz  pregado no século XVII.
 

Preço:50,00€

reservado Sugerir

Referência:13151
Autor:MANSILHA, Frei João de
Título:HISTORIA ESCANDALOSA DOS CONVENTOS DA ORDEM DE S. DOMINGOS EM PORTUGAL,extrahida fielmente do inedito de João de Mansilha, encarregado pelo grande estadista Marquez de Pombal da reforma da mesma ordem em 1774 a 1776
Descrição:

Livraria Antiga e Moderna de Francisco Maria dos Santos, Lisboa, 1901. In-8º de    287 págs. Br.  Lombada desconjuntada a necessitar de encadernação. Alguns picos de acidez e vestígio de fita gomada.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

RARO.

Observações:

Primeira edição deste inédito escrito pelo  reformador  da  Ordem  de  São  Domingos.

 

DUAS PALAVRAS

No actual momento, em que a opinião publica tomou asi, comodevia, a santa cruzada da mais absoluta imposição á ideia reaccionária, tem a máxima opportunidade a publicação d'este. livro . As paginas que vão ler-se possuimo-las nós em manuscripto. ha muitos annos. e colligiu-as uma verdadeira auctoridade no assumpto, Frei João de Mansilha, que, encarregado pelo grande estadista Marquez de Pombal da reforma dos conventos da Ordem de São Domingos, as redigiu dictando-as ao seu secretario, que as escreveu. No emtanto, nós só extractamos dà obra as passagens mais interessantes, os escândalos mais notáveis, porque, aliaz, não caberiam no estreito limite dum volume tantas e tão curiosas revelações A lealdade com que estão traçadas e a fidelidade com que aS damos hoje á estampa constituirão o melhor dos depoimentos contra a seita negra, rasgarão o mais eloquente foco de luz que ha de vir mostrar a verdade de todo esse movimento liberal, que óra parece querer guindar-se á altura das mais respeitáveis petições d 'um povo.

Para attestar a competência do auctor basta, de certo, o encargo que sobre elle depoz o notável ministro de D. José I, esse espirito liberal, intransigente e único que o nosso paiz teve a gloria de possuir. O integerrimo defeníor. das regalias publicas, que se chamou Sebastião José de Carvalho e Mello, nao confiaria missão tão espinhosa a individuo que não fosse por elle reconhecido como verdadeira auctoridade.

Posto isto, cremos que a nossa resolução tem o direito de ser julgada utilissima, por quanto, ao mesmo tempo que vem tornar conhecido um documento importantissimo, serve uma causa em que a razão e a justiça apparecem nitidas a todos os espíritos que
não vivam para o reinado das trevas.

Do. publico portuguez, a quem a dedicamos, esperamos nós a cooperação indispensável.

Maio, 1901.

Preço:29,00€

Referência:12429
Autor:MOTA, Avelino Teixeira da
Título:AS VIAGENS DO BISPO D. FREI VITORIANO PORTUENSE À GUINÉ E A CRISTIANIZAÇÃO
Descrição:

Junta de Investigações Científicas do Ultramar, Lisboa, 1974. In-4ºde 97-(1) págs. Encadernação editorial com sobrecapa original. Profusamente ilustrado com fotografias, desenhos etnográficos, esboços e mapas.

Observações:

Monografia muito interessante sobre a história da Guiné.
O presente livro pretende trazer uma contribuição para a melhoria dos conhecimentos nesse duplo campo, o da história da povoação onde se fixaram os Portugueses e o da história dos Papéis da ilha. Neste último aspecto já nada pudemos recolher nos domlnios da tradição oral; uma indagação rápida não nos permitiu saber de informadores fidedignos na zona oriental da ilha, onde se situa a cidade capital, e a inexistência ou raridade deles ai foi-nos confirmada por Femando Rogado Quintino, que desde há bastante tempo se ocupa do estudo do povo papel. O crescimento da cidade e o caldeamento das populações parece terem já levado os Papéis dessa zona ao olvido do seu passado, afigurando-se que será sobretudo com os habitantes da zona ocidental da ilha (Tor e Biombo), ainda marcadamente rural e muito mais tradicional, que haverá que contar para tentar salvar do total esquecimento algo que ainda reste na memória de alguns homens velhos.

Preço:35,00€

Referência:13014
Autor:PAIS, Fr. Álvaro
Título:ESPELHO DOS REIS Vol. I
Descrição:

Instituto de Alta Cultura, Lisboa, 1955. In-4º de 489-(7) págs. Br. Ilustrado em extra-texto. Por abrir.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Obra de Álvaro Pais, Bispo de Silves que antes exercera o cargo de Secretário do Papa João XXII, em Avinhão,  que é uma espécie de manual do bom governo. O autor considera que o poder político vem de Deus, indicando três formas como rectamente chega uma pessoa ao governo. A primeira "quando é posta à frente das outras por geral e comum consenso da multidão (communi consensu multitudinis)"; a segunda, "por especial mandato do próprio Deus, como sucedeu no povo israelítico"; a terceira "por instituição daqueles que fazem as vezes de Deus". Este livro é considerado o primeira obra conhecida de filosofia política escrito em Portugal, contudo as informações nele contidas abrangem aspectos que ultrapassam o pensamento político, abordando temas de interesses diversos para o estudo da Península Ibérica.

Preço:29,00€

Referência:13222
Autor:PATRICIO, Padre F. J.
Título:ARCHEOLOGIA RELIGIOSANoticia dos ultimos conventos de relligiosas no Porto.
Descrição:

Livraria Portuense de Clavel & C.ª Editores, Porto, 1882. In. 8.º de VI-61-(1) págs. Br. Exemplar ligeiramente danificado, com sinais acentuados de manuseamento.

Observações:

"As chronicas das orden religiosas, as velhas descripções do Porto, o archivo da camara municipal e os papeis d'alguns conventos foram a minha guia n'este humilde e despretencioso estudo para o qual seria indesculpavel falta não rogar a benevolencia do leitor."

Preço:29,00€

Referência:13724
Autor:PEREIRA, Maria Helena Rocha Pereira
Título:OBRAS MÉDICAS DE PEDRO HISPANO
Descrição:

Universidade de Coimbra, Coimbra, 1973. In 8º VIII-507-(1), Br. Por abrir. capas ligeiramente empoeiradas

Observações:

Livro essencial para o estudo da obra duma figura ímpar do século XII, onde se faz uma análise aprofundada dos seus textos sobre medicina.
Pedro Hispano, natural de Lisboa, onde nasceu em 1205 ou 1210, vindo a morrer em Roma em 1277, foi o único Papa português.

Preço:48,00€

Referência:12361
Autor:PIRES, P. Heliodoro
Título:A PAISAGEM ESPIRITUAL DO BRASIL NO SECULO XVIII. 100 anos de Historia da Egreja na vida nacional.
Descrição:

São Paulo, 1937. In-8º de 153-(1) págs. Br. Ocasionais e pequenas manchas de humidade.Valorizado por  uma dedicatória autógrafa escrita num cartão de visita.

Observações:

Encerra os seguintes capítulos: "As constituições bahianas de 1707", "O foco religioso do Norte", "A conquista espiritual do Sul", "O clero de S. Paulo em 1777", "Figuras da Igreja em Minas", "O sorriso da santidade no Brasil Colonial", "A maior dos missionários no século XVIII", "As missões do extremo Norte e os Carmelitas", "O banimento dos Jesuitas", O Jansenimso e a alma brasileira", "A arte sacra e as devoções do povo" ...

Preço:29,00€

Referência:13449
Autor:SALGADO, Heliodoro
Título:O CULTO DA IMMACULADA. Estudos criticos e historicos sobre a mariolatria
Descrição:

Livraria Chardron, Porto, 1905. In-8º de LXIV-380-(1) págs. Encadernação coeva, meia inglesa em pele vermelha com dourados na lombada.

Observações:

Curioso livro anti-clerical que encerra os seguintes assuntos:


A Virgem antes do Christianimo
Crença actual relativa á mãe de Jesus
A virgem à face dos livros santos
Evolução da superstição marinista até Pio IX
A immaculada conceição e a virgindade de Maria
As festas da Virgem
Milagres da Virgem
Lourdes: culto das grutas e das fontes
As manifestações reaccionarias de 1904

Preço:20,00€

Referência:13353
Autor:SANTOS, Maria José Azevedo
Título:VIDA E MORTE DE UM MOSTEIRO CISTERCIENSE São Paulo de Almaziva (hoje S. Paulo de Frades) Séculos XIII-XVI
Descrição:

Edições Colibri, Lisboa, 1998. In-8º de 328-(4) págs. Br. Ilustrado ao longo do texto e em extra-texto.

Observações:

"O livro aqui apresentado, composto por vários estudos, constitui, pelo seu objecto, uma importante monografia do mosteiro cisterciense de S. Paulo de Almaziva, hoje freguesia de S. Paulo de Frades, concelho de Coimbra."

 

Preço:20,00€

Referência:13685
Autor:SILVA, Agostinhoda
Título:MOISÉS E OUTRAS PÁGINAS BÍBLICAS
Descrição:

Edição de Autor, Vila Nova de Famalicão, 1945. In-8º de 163-(1) págs. Br. Capas de brochura com alguns picos de acidez e algumas falhas marginais de papel.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Obra onde Agostinho analisa as passagens bíblicas referentes a Moisés.

Do Índice:

Moisés; Cinco falas de gente pastoril; Fala do Pastor; Fala de Labão; Fala de Lia; Fala de Raquel; Fala do Velho.

Preço:14,00€

Referência:12417
Autor:SILVA, S. J. António
Título:MENTALIDADES MISSIOLÓGICA DOS JESUÍTAS EM MOÇAMBIQUE ANTES DE 1759 - Esboço ideológico a partir do núcleo decumental
Descrição:

Junta de Investigações do Ultramar, Lisboa, 1967. In-8º de dois volumes com 391 e 359 págs. respectivamente. Encadernação editorial com sobrecapa.

Observações:

O período de 1559 a 1759, a que a obra se circunscreve, apresenta mais ou menos a mesma mentalidade e maneira de agir e, pelo corte abrupto da actividade jesuítica nesta última data, pode justamente considerar-se um todo separado de outros períodos. A obra descreve a posição geográfica, que em parte foram os missionários os primeiros a dar a conhecer, a economia, os elementos artísticos e de relação cultural, a estrutura familiar, a organização social, as expressões religiosas, a concorrência muçulmana e a capacidade da gente da terra para a cristianização através das várias épocas de tentativas e de fracassos da acção missionária.

Preço:43,00€

Referência:13613
Autor:SOUSA, Fr. Luís
Título:A VIDA DE D. FR. BERTOLAMEU DOS MARTYRES por...excerptos para themas nas aulas de latim e leitura classica nas escolas
Descrição:

Typographia na Rua da Condessa nº 3, Lisboa, 1854. In-8º de 80 págs. Br.

INVULGAR.

Observações:

Livro com excertos do texto de Frei Luís de Sousa sobre a vida de Frei Bartolomeu dos Martires,que marcou a sua época, quer como membro da Ordem dos Pregadores, quer como Primaz das Espanhas, quer como interveniente no concílio de Trento,  para ser ensinado nas escolas.

Preço:20,00€

Referência:12633
Autor:SOUZA, Laura de Mello e
Título:O DIABO E A TERRA DE SANTA CRUZ. Feitiçaria e religiosidade popular no Brasil colonial.
Descrição:

Companhia das Letras, São Paulo, 1994. In-8º de 396 págs. Brochado.

Observações:

Primeiro estudo realizado no Brasil sobre a feitiçaria nos tempos coloniais. A autora debruça-se sobre o estudo das mentalidades durante o período colonial brasileiro, procurando investigar determinadas nuances da história do Brasil. Fala sobre as práticas de magia, feitiçaria na colônia, o sincretismo religioso e a tentativa dos portugueses em catequizar os índios da colónia. As várias práticas de feitiçaria no Brasil colonial do século XVI, XVII, XVIII destacando principalmente as regiões da Bahia, Pernambuco, Paraíba, Grão-Pará, Maranhão, Minas gerais e Rio de janeiro. O que dá ênfase á teoria de que a colonização e o processo de catequização e a “impureza da Fé” caminhavam juntos.
Aborda  as mudanças ocorridas nos imaginários europeu e colonial no campo da magia e da feitiçaria por influência da própria visão de mundo das populações do velho e do novo mundo.

O estudo tem como fontes os processos oriundos de Visitações, Devassas Eclesiásticas e Autos-de-Fé do Santo Ofício, presentes nos arquivos públicos de Minas Gerais, Rio de Janeiroe e do Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Lisboa.

 

 

Do índice:

O novo mundo entre Deus e o Diabo
Religiosidade popular na colônia
Feitiçaria, práticas mágicas e vida cotidiana (Sobrevivência material, deflagração de conflitos, preservação da afetividade, comunicação com o sobrenatural)
Universo cultural, projecções imaginárias e vivências reais (os discursos imbricados, histórias extraordinárias: o destino de cada um)
Conclusão (Sabbats e Calandus)

Preço:20,00€

Referência:13710
Autor:VASCONCELOS, António de
Título:A VOCAÇÃO MISSIONÁRIA DE SANTO ANTÓNIO DE LISBOA
Descrição:

Imprensa da Universidade, Coimbra, 1933. In-8.º de 128(4) págs. Br. Ilustrado em extra-texto .Dedicatória autógrafa no ante-rosto.

Observações:

Livro sobre a vida de Santo António de Lisboa. Encerrra, entre outros, os seguintes capítulos: Da infância ao sacerdócio; Do sacerdócio ao burel franciscano; Do eremitério dos Olivais ao de Montepaolo

 

Preço:35,00€

Referência:13699
Autor:VAZ, Francisco d'Assis de Sousa
Título:MEMORIA SOBRE A INCONVENIÊNCIA DOS ENTERROS NAS IGREJAS, E UTILIDADE DA CONSTRUCÇÃO DE CEMITÉRIOS
Descrição:

Imprensa de Gandra e Filhos, Porto, 1835, in-8º de 51 págs. Encadernação em papel marmoreado. Não conserva capas de brochura. Miolo com alguns picos de acidez.

INVULGAR.

Observações:

Uma das primeiras obras publicadas em Portugal que aborda os graves inconvenientes do  costume de se enterrarem os mortos nas Igrejas. Sousa Vaz não só refere as questões higiéniccas como apresenta o conceito de cemitério como "Atheneu Histórico" e "Museu da Morte". Para o autor, o cemitério oferecia às famílias “principais e abastadas” um “vasto campo da natureza” privilegiado para a construção dos seus túmulos “debaixo da direcção das Belas-Artes”, tornando-os assim monumentos aos falecidos promovendo assim , a “abertura de um novo campo das artes, estimulariam a produção dos artistas, que certamente quereriam rivalizar entre si com suas obras, e concorreriam para fazer imprimir nas artes progressos espantosos”.

Preço:85,00€
página 1 de 2