Banner Vista de Livro

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fado | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Erótica | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre

Módulo background

Teatro

Foram localizados 35 resultados para: Teatro

 

Referência:13661
Autor:BERNARDES, José Augusto Cardoso
Título:SÁTIRA E LIRISMO Modelos de síntese no Teatro de Gil Vicente
Descrição:

Universidade de Coimbra, Coimbra, 1996, In-4º de 602 págs. Br.

Observações:

Obra que estuda as duas bases do teatro Vicentino: a Sátira e o Lirismo. O autor analisa a génese da obra de Gil Vicente concluindo que ela se revela influenciada pela grande tradição do teatro europeu do final da Idade Média (pelo francês, sobretudo).  Na Segunda Parte aborda a Sátira, tal como ela aparece configurada nos autos vicentinos, tanto em termos de conteúdo como no que respeita a aspectos técnico-formais.  Na Terceira Parte, aborda os principais modelos do lirismo vicentino. Na Quarta Parte o autor faz a um exame dos principais modelos que subordinam a articulação entre Sátira e Lirismo.

Preço:21,00€

Referência:13888
Autor:CARDOSO PIRES, José
Título:O RENDER DOS HERÓIS narrativa dramática em 3 partes e uma apoteose grotesca
Descrição:

Publicações Europa-América, Lisboa, 1960. In-8º de 183-(2) págs. Br. Capa de brochura com arranjo gráfico de Sebastião Rodrigues sobre um quadro de Júlio Pomar. Integrado na colecção "os livros das três abelhas". Valorizado pela dedicatória autógrafa.

PRIMEIRA EDIÇÃO

Observações:

Obra que constitui o primeiro texto teatral português de estrutura épica, a «narrativa dramática em 3 partes e uma apoteose grotesca» (Pires 1970). Nesta narrativa dramática aborda-se acontecimentos históricos do século XIX - o levantamento popular da Maria da Fonte contra o governo cartista de  Costa Cabral.

Preço:39,00€

Referência:13202
Autor:CASTRO, João Osório de
Título:O BAILE DOS MERCADORES
Descrição:

Cosmos, Lisboa, 1964. In-8º oblongo com  X-165-(19) págs. Encadernação editorial. Profusamente ilustrado ao longo do texto e em extra-texto com ilustrações  de Luís Osório. Encerra também as pautas de música da autoria de Luís Sande Freire.

 

 

Observações:

Curiosa farsa em 7 quadros escrita por João Osório de Castro recheada de humor e fantasia.

Preço:18,00€

Referência:12944
Autor:CICCIA, Marie-Noelle
Título:LE THÉÂTRE DE MOLIERE AU PORTUGALau XVIIIe siécle
Descrição:

 Centre Culturel Calouste Gulbenkian, Paris, 2003. In-8º de 618 págs.Br.

 

Observações:

Estudo que aborda a influência do teatro de Moliere na produção teatral portuguesa durante o século XVIII onde a autora destaca o gosto da crítica do quotidiano, para além do mero divertimento de corte, que o público do Teatro do Bairro Alto procurava nos espectáculos e aborda também a qualidade das traduções.

Preço:28,00€

Referência:13321
Autor:COVÕES, Ricardo
Título:OS 50 ANOS DO COLISEU RECREIOS
Descrição:

Edição do Autor, Lisboa, 1940. In-4º de XI-588-(1) págs. Br. Capas de brochura com manchas de humidade e empoeiradas. Profusamente ilustrada em extra-texto.

Observações:

Obra muito interessante, comemorativa dos 50 anos do Coliseu dos Recreios e que  contém a história muito exaustiva da conhecida casa de espectáculos de Lisboa. Foi escrita pelo seu Director e para  além do texto histórico,  recheado de pormenores e histórias onde aborda as peças e os espectáculos; os artista de circo e de teatro; as bandas, as orquestras e o cinema; os escritores, os músicos, os maestros e compositores; os lutadores e os boxeurs; e também os pintores, os cenógrafos e as costureiras, encerra inumeras fotografias da construção do edifício, primeiros espectáculos, directores e eventos.

Preço:27,00€

Referência:13830
Autor:FIGUEIREDO, Campos de
Título:O PRIMEIRO MILAGRE DE JESUS
Descrição:

Editorial Saber, Coimbra, 1953. In-8º de 22-(2) págs. Br. Capa de brochura com desenho de José Contente. Capas de brochura com picos de acidez.

PRIMEIRA EDIÇÃO..

INVULGAR.

Observações:

Peça de teatro de teor religiosos escrita por Campos de Figueiredo, poeta, ensaísta e dramaturgo português, que foi director da revista Conímbriga e da revista Tríptico.

 

Preço:15,00€

Referência:12466
Autor:FONSECA, Branquinho da
Título:A POSIÇÃO DE GUERRA drama em um acto
Descrição:

Composto e impresso na Tipografia da “Atlântida”, Coimbra, 1931. In-4.º de 15-(1) págs. Br. Capa da brochura impressa a duas cores, com o aspecto modernista que a revista «Presença» imprimia em todas as suas publicações. Ilustrado com um desenho de José Régio, impresso em página inteira.

RARO.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Primeira incursão na escrita dramática de Branquinho da Fonseca que  é não só uma das mais raras e representativas peças do seu Teatro, como  também uma das apreciadas edições «Presença», revista de que o autor foi fundador e director.

 

Preço:150,00€

Referência:13587
Autor:GARÇÃO, P. A. Correa
Título:OBRASPOETICAS E ORATORIAS DE ...com uma introdução e notas por J. A. de Azevedo
Descrição:

Typographia dos Irmãos Centenari, Roma, 1888. In-8º de 622 págs. Encadernação inteira em pele um pouco suja com dizeres a ouro na lombada. Conserva capas de brochura. Corpo do texto todo decorado com bonitas vinhetas coloridas.Aparado só à cabeça.

INVULGAR

 

Observações:

Reunião da obra literária de Correia Garção com uma introducção e notas por J.A. de Azevedo Castro e dedicada ao Imperador D. Pedro II.

Divide-se em três partes I - Poesia;II - Theatro ; III - Prosa

Preço:65,00€

Referência:13434
Autor:JÚNIOR, Rodrigues
Título:PARA UMA CULTURA AFRICANA DE EXPRESSÃO PORTUGUESA
Descrição:

Editora Pax, Braga, 1978. In-8º de 310-(2) págs. Br. Integrado  na "Colecção Autores Lusíadas". Valorizado pela extensa dedicatória autógrafa.

Observações:

Obra de um dos melhores conhecedores da sociedade indígena e europeia de Moçambique sobre a influência cultural portuguesa na sociedade africana desta antiga província ultramarina, abordando áreas como a poesia, o romance, o ensaio, o teatro e as artes plásticas.

Preço:18,00€

Referência:13514
Autor:MACEDO, José Agostinho de
Título:AS PATEADAS DE THEATRO INVESTIGADAS NA SUA ORIGEM; E CAUSAS junto com A IMPOSTURA CASTIGADA junto com O SEBASTIANISTA DESENGANADO À SUA CUSTA junto com D, LÍZ DE ATHAIDE OU A TOMADA DE DABUL junto com BRANCA DE ROSSIS
Descrição:

Na Impressão Régia, Lisboa, 1812.In-8º de 132 págs. Junto com: A impostura castigada, comedia em tres actos; composta em 1812 por J. A. D. M. Lisboa : Na Imprensa Nacional, Lisboa, 1822. In-8º de 56 págs. Junto com: O Sebastianista desenganado á sua custa. Comedia composta por José Agostinho de Macedo. Representada oito vezes sucessivas no Theatro da Rua dos Condes,  Na Imprensa Nacional, Lisboa, 1823. In-8º de 56 págs. Junto com: D. Luiz d'Athaide ou a tomada de Dabul. Drama heroico. O assumpto he tirado da Asia Portugueza de Manoel de Faria e Sousa. Tom. II. Parte III. &c. por J. A. de M. Na Imprensa Nacional,  Lisboa, 1823. In-8º de 72 págs. Junto com: Branca de Rossis. Tragedia. Na Impressão Régia, Lisboa, 1819.In-8º de 93-(3) págs. Encadernação  recente em papel marmoreado com rótulo na lombada. Assinatura de posse no rosto. Exemplar em razoável estado de conservação.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Reunião num volume só de várias obras de josé Agostinho de Macedo relacionadas com teatro. Na introdução à primeira obra  “Pateada he hum movimento espontaneo de pés, bordões, cacheiras, taboas, assobios, feito na Platéa  elos  Senhores espectadores,  de  que  resulta  huma  assoada,  açogaria,  marinada,  e  ingrezia  confusa dada nas bochechas aos cómicos, para se lhes dizer com toda a civilidade, que o que estão representando, ou acabão de representar, he huma completa parvoice, huma manifesta pouca vergonha, ou hum solemne destempero.” Esta é a definição que o autor dá na «Carta, que serve de Introducção» aos VIII  capítulos da obra, onde ele dá exemplos práticos oriundos do teatro da época.

Seguem-se quatro peças de teatro, comédias e tragédias, escritas pelo autor:  A impostura castigada, comedia em tres actos; O Sebastianista desenganado á sua custa. Comedia composta por José Agostinho de Macedo. Representada oito vezes sucessivas no Theatro da Rua dos Condes; D. Luiz d'Athaide ou a tomada de Dabul. Drama heroico. O assumpto he tirado da Asia Portugueza de Manoel de Faria e Sousa e  Branca de Rossis. Tragedia.

Preço:75,00€

Referência:13584
Autor:MAIA, Manoel Rodrigues
Título:NOVO ENTREMEZ O DOUTOR SOVINA composto por... para se representar no Real Theatro de S. Carlos
Descrição:

Na Officina de Simão Thaddeo Ferreira, Lisboa, 1839. In-8º de 16 págs. Encadernação moderna em papel marmoreado com dizeres a ouro em rótulo de pele na lombada. Algumas páginas com restauro margina, não aparadas.

 

Valorizado pela nota de apreciação manuscrita de Almeida Garrett enquanto censor do Teatro S. Carlos.

PRIMEIRA EDIÇÃO e RARO. PEÇA DE COLECÇÂO.

 

Observações:


"é o Doutor Sovina de Manoel Rodrigues Maia, que a escreveu para ser repre- sentada no Theatro de Sam Carlos ; a acção é bastante simples, e só se sustem pela chulice da linguagem e pelas anecdotas que Maia dramatisou incidentemente. O Doutor Sovina é uma espécie de Manoel Mendes, menos bem entretecido; tem uma filha em casa, chamada D. Lépida, que se apaixona pelo praticante de escriptorio Silvério; O Doutor Sovina vive com a mais restricta parcimonia, sáe pela manhã para ajuntar folhas de couve na praça da Figueira, tempera a agua da fonte com a de um poço que tem em casa para não dispender com o aguadeiro, faz com qUe um pão dure para quatro diaâ, mas é bastante rico. Silvério quer casar com D. Lépida, e sabendo que o Doutor é eminente nos conselhos da rabolice, consalta-o acerca ào seu projecto, mas sem personificar a noiva"
In "História do Theatro Portuguez" de Teofilo Braga

 

Acreditamos ser esta a edição original pois o tipo de impressão e o papel são caraterístico do final do século XVIII e também porque segundo Albino Forjaz de Sampaio que no seu "tratado" sobre Literatura de Cordel refere as edições do DOUTOR SOVINA E DO NOVO ENTREMEZ DO DOUTOR SOVINA e indica a nossa edição (impressa na Oficina de Simão Thaddeo Ferreira sem data) colocando-a cronologicamente como sendo a primeira das que não têm indicação/impressão de data.Todas as outras edições  com indicação/impressão de data são posteriores à data manuscrita pelo punho do Garrett.
Este facto é corroborado pela informação fornecida pela  Biblioteca Nacional de Austrália e também pela  tese De Andreia Amaral, que se refere a esta edição apontando para a data de 1790 (?).

Preço:250,00€

Referência:13424
Autor:NEVES, Azevedo
Título:A MASCARA D'UM ACTOR. Cabeças d'expressão. Por ... Professor da Faculdade de Medicina e Socio da Academia das Sciencias de Lisboa.
Descrição:

Typographia do Annuario Commercial, Lisboa, 1914. In-4º de 262 págs. Encadernação meia francesa em pele com dizzeres e florões em casas abertas. Ilustrado ao longo do texto e em extra texto  com desenhos originais  de Roque Gameiro e gravuras de Pires Marinho.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

"Discorrerei sobre anatomia, analysando as expressões plásticas de grandes sentimentos. Abalancei-me a escrever estas desluzidas linhas, porque nada conheço, nem na sciencia, nem na arte, mais completo, perfeito e bem acabado, do que as personificações a que me referirei, procurando esmiuçalas nas paginas que seguem.

Um dia, ao examinar photographias retratando Augusto Rosa em alguns dos seus papeis, impressionou-me a variedade de expressões que se me depararam. Parecia-me ter deante dos olhos as estampas de um tratado de mimica, reproduzidas de
quadros e de estatuas de differentes mestres, tão perfeita era cada uma e tão diversas se mostravam umas das outras. Accendeu-se em mim o enthusiasmo de todos os emprehendimentos, e somente descancei depois de ter resumido quanto de
mais impressionante, typico e verdadeiramente clássico me foi dado ver. A analyse resultou áspera e impregnada de uma anatomia technica, fastidiosamente árida. Li as diversas peças e áquelle apontamento juntei, como socalco, uma resenha da personagem representada, esclarecendo a psychologia e o modelado lado do gesto ; limei a parte anatómica, tornando-a accessivel a todos; obtive, assim, uma série de nótulas a que os desenhos, expressamente feitos pelo professor Roque Gameiro, e as ampliações photographicas, retocadas por este illustre aguarellista, prestam toda a clareza. Dou ao prelo o meu estudo, porque a sua excellente documentação constitue, a meu ver, precioso subsidio para os que se consagram á anatomia plástica, ás artes do desenho e á arte de representar. Era injusto roubar á publicidade e deixar sem a devida anotação testemunhos de tão cuidada arte.

A individualidade de Augusto Rosa reúne todas as qualidades do artista completo. Possue a sciencia da cor e a arte da sua composição, delineando e fazendo combinar scenarios e roupas, estudando com desvelo a historia dos costumes e do vestuário, para que não esqueça um pormenor e não escape uma particularidade. Transforma-se a si próprio e, pelo arranjo dos músculos, pelo rigor do trajar, e pela escolha da caracterisação, que melhor exprima e accentue os eífeitos e as minúcias da sua mimica excepcional, modela a sua carne, verdadeira argilla em mãos de estatuário, figurando a dôr, a cólera, o orgulho, a hypocrisia, o desprezo ..."

Preço:55,00€

Referência:12468
Autor:OLIVEIRA, António Corrêa d'
Título:AUTO DA CIDADEPara servir de Prólogo a lindo serão de arte que no Porto se há-de seroar pelas grandes festas Joaninas imaginado e escrito por...
Descrição:

Mâranus, Porto, 1947. In-4º de 20-(2) págs. Br. Edição muito cuidada impresa a duas cores. Cadernos presos com cordão de cetim.

 

INVULGAR.

Observações:

Peça teatral com  interesse literário e regional, destinada a ser lida num serão no Porto, durante as festas de S. João.

"O palco estará alegóricamente engalanado: as Armas e Insígnias do Porto. Bandeiras e colgaduras com as suas cores heráldicas. Tapete de rosmaniinho, trevo florido e alecrim. Ao fundo uma ingénua, tradicional cascata jorrando água e luz."
 

Preço:16,00€

Referência:13779
Autor:PIRES, José Cardoso
Título:O RENDER DOS HERÓIS
Descrição:

Editora Arcádia,Lisboa, 1965. In-8º de 256 págs. Encadernação editorial com sobrecapa de Sebastião Rodrigues.
Ilustrado em extra-texto com fotografias  de cena  da encenação de Fernando Gusmão para o Teatro Moderno de Lisboa em Janeiro de 1965. Valorizado pela expressiva dedicatória autógrafa.

PRIMEIRA EDIÇÃO ilustrada

INVULGAR.

 

Observações:

Peça de teatro sobre o  levantamento popular da Maria da Fonte contra o governo cartista de Costa Cabral.

Da Badana:

"Teatro ou anti-Teatro, o certo é que, na dramaturgia nacional, este fresco dramático revelou-se, logo à primeira edição, como um brado insólito contra o palco convencional em que se tem feito, entre nós, a mitificação do Herói. E isso com o prazer aliciante de um texto em que os leitores de Cardoso Pires encontrarão, uma vez mais, as audácias e a linguagem incisiva que o elegeram entre os grandes criadores da Literatura portuguesa de hoje."

Preço:39,00€

Referência:13389
Autor:RÉGIO, José
Título:EL-REI SEBASTIÃO Poema Espectacular Em Três Actos
Descrição:

Editora Atlântida, Coimbra, 1949. In-8º de 189-(2) págs. Br. Cadernos por abrir. Terceiro volume da colecção "Teatro de José Régio".

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Importante peça de teatro de José Régio sobre D. Sebastião.

SIMÃO – Salve, rei! A doença da tua carne não é senão preservação da tua pureza. A tua incapacidade de rei não é senão apelo do teu verdadeiro Reinado. A tua loucura não é senão entreveres o que não entendes. O teu suicídio não é senão a condição da tua vida
EL-REI - O meu suicídio?!
SIMÃO – O teu glorioso suicídio; o teu suicídio colectivo.

Preço:25,00€

Referência:13467
Autor:ROSA, Augusto
Título:RECORDAÇÕES DA SCENA E DE FORA DA SCENA
Descrição:

Livraria Ferreira, Lisboa,  1915-In-4º de IV-363-(4) págs.Br. Capa de brochura com alguns picos de acidez. Profusamente ilustrado em extra-texto com ilustrações de Teixeira Lopes, Rafael Bordalo Pinheiro, Simões de Almeida e Columbano.

Observações:

Obra escrita por Augusto Rosa, uma das figuras de maior relevo do teatro português, e que trabalhou nos teatros da Trindade, de D. Maria II e de D. Amélia, foi também  professor de declamação do Conservatório. Neste livro aborda as suas memórias enquanto actor. Com uma carta prefácio de Afonso Lopes Vieira.

"Lendo este livro, fico acreditando que é um dos mais originais  e elegantes memoriais que em lingua portuguesa existem. Nestas  paginas está o roteiro de uma vida no que ela tem de mais belo  no esforço, no talento, na ternura, e nelas ficam vivendo para a  admiração dos portugueses o grande homem que foi seu pai e o  grande actor que foi seu irmão.
Que lhe direi senão que o seu papel de memorialista é um dos seus melhores papeis ? E sem duvida o mais interessante. Mas este foi Você que o escreveu, rializando uma obra tam humana e amável e tam viva, e criou-o na posse dos seus recursos todos porque quis ser sinceramente — quem é."

 

Preço:30,00€

Referência:12474
Autor:SELVAGEM, Carlos
Título:CAVALGADA NAS NUVENS (EPISÓDIO SOB O REINADO D'EL-REI D. SEBASTIÃO)
Descrição:

Lisboa, 1922. In-4.º de 16 págs. Encadernação inteira em sintético. Valorizado pela dedicatória autógrafa.

INVULGAR.

Observações:

Curioso exercicio poético onde se aborda o contraste  entres as glórias da Índia e o desastre de Alcacer Quibir.

Representado no Teatro Nacional em Maio de 1922.

Preço:17,00€

Referência:13873
Autor:SOARES, A. J.
Título:SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DO TEATRO DOS ESTUDANTES DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 1938 - 1961
Descrição:

Edição do autor, Coimbra, 1961. In-4º de 347-(4)págs. Br.  Cadernos por abrir. Profusamente ilustrado ao longo do texto.

 

Observações:

Obra que aborda a históras do teatro estudantil de Coimbra e também  as deslocações dos grupos de teatro ao Porto, Lisboa, Açores, Madeira, Algarve, Braga, Leiria, Figueira da Foz, e ainda ao ultramar português, Luanda, Benguela, Sá da Bandeira, ilhas de de Cabo Verde, etc.

“As representações teatrais dos estudantes de Coimbra constituiram sempre uma actividade cultural da maior importância, não só como diversão mas também como processo pedagógico. Há notícia de espectáculos teatrais na Universidade em data anterior a 1538 e sabe-se que por ocasião de uma visita de D. João III à Universidade de Coimbra, houve um solene espectáculo para festejar o acontecimento, em que foi interpretada uma comédia de Plauto. As récitas teatrais e a composição de obras dramáticas faziam parte dos métodos pedagógicos do Renascimento, e também em Coimbra aparecem provisões reais a regulamentar os espectáculos promovidos por Mestres e alunos da Universidade ”.

 

Preço:15,00€

Referência:13701
Autor:VICENTE, Gil
Título:OBRAS DE GIL VICENTE
Descrição:

Escriptorio da Bibliotheca Portugueza, Lisboa, 1852. Cinco Livros em três volumes de  in-8º de LX-386-(2) + 527-(3) + 392-(2) págs. Encadernação meia francesa em pele com dizeres e florões a ouro na lombada. Integrados na colecção  "Bibliotheca Portugueza ou Reprodução dos Livros Nacionaes, escriptos até ao fim do século XVIII".

INVULGAR.

Observações:

Edição das obras de Gil Vicente, integrada na "Bibliotheca Portugueza ou Reprodução dos Livros Nacionaes, escriptos até ao fim do século XVIII".e que se divide em "Livro I – Obras de devassão; II – Comedias; III – Tragicomedias; IV – Farças; V – Obras varias."

Preço:55,00€