Banner Temas de Livros

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Etnografia | Europa | Fado | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Galiza | Genealogia | Geografia | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Moda | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Poesia Trovadoresca | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sintra | Sociedade | Solares | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

O TRAJO POPULAR EM PORTUGAL NOS SÉCULOS XVI e XVIII E XVIII E XIXpor... sócio efectivo da Associação dos Arqueologos Portugueses.

em Etnografia

Referência:
11623

Autor:
SOUZA, Alberto

Palavras chave:
sem palavras chave

Ano de Edição:
sem ano de edição definido

250,00€


Adicionar Sugerir

Título:
O TRAJO POPULAR EM PORTUGAL NOS SÉCULOS XVI e XVIII E XVIII E XIXpor... sócio efectivo da Associação dos Arqueologos Portugueses.
Descrição:
Sociedade Nacional de Tipografia, Lisboa, 1924.252-II págs. In-4º de 2 volumes de XVI-80 e 252-(2) págs. Luxuosa encadernação inteira em pele reproduzindo uma das capas e lombada comcom nervuras e dizeres a ouro. Profusamente ilustrado com 200 + 400 gravuras reproduzidas directamente pela fotografia, segundo os documentos da época.
Observações:
Publicação muito interessante e curiosa, luxuosamente impressa eamplamente ilustrada com reproduções de documentos iconográficos antigos e ainda com numerosas reproduções de aguarelas de Alberto Sousa em extra-texto sobre papel couché.

“No fim do século XVIII e começos do XIX apareceram gravadas e impressas em Portugal algumas estampas, figurando os característicos e interessantes trajos portuguêses, que nesta época ainda conservam toda a sua originalidade e colorido. Julguei curioso coligir num livro o que se tivesse publicado, fazendo uma escolha cuidada e conscienciosa, juntando às figuras mais típicas e expressivas das citadas estampas, outras que se encontrassem dispersas em livros, quadros, desenhos, gravuras, azulejos, etc. Foi o que realizaei, tentando a reprodução directa e escrupulosa dos documentos a que me refiro para não lhes alterar o sabor da verdade e da documentação, colocando-as tanto quanto possível por ordem, num período que, atingindo aproximadamente cem anos de indumentária popular, se esfuma nos meiados do século, XIX, perdendo nêste momento, quasi por completo, a purêsa das fórmas e do colorido (...)”.
“O publico, acolhendo com extraordinária benevolencia a primeira parte dos meus estudos sobre o trajo popular portuguez nos séculos XVIII e XIX, animou-me a publicar a segunda parte desta obra reunindo no volume que se inicia, a documentação que consegui obter respeitante aos séculos XVI e XVII. (...) É a primeira vez, julgo eu, que em Portugal se pretende tratar pela imagem a indumentária destas épocas, e, se no volume anterior as especies se encontravam mais ou menos reunidas, no actual, foi necessario rebuscar aqui e acolá, pelos Museus, Arquivos, Bibliotecas e colecções particulares, com trabalho e persistência.”
Voltar