Banner Temas de Livros

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antigo Regime | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Batalhas | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cinema | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Correspondência | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Ensino | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Estudos Pessoanos | Etnografia | Europa | Évora | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Fundão | Galiza | Genealogia | Geografia | Gil Vicente | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Colonial | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Humanismo | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Erótica | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Livros Proibidos | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Militar | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Numismática | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Patuleia | Pedagogia | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Ribatejo | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Santarém | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sociedade | Solares | Surrealismo | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Universidade | Viagens | Viana do Castelo | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre

Módulo background

BARCELOS. Resenha Histórica - Pitoresca

em Monografias & regionalismo

Referência:
11983

Autor:
SAMPAIO, J. Mancelos e SOUCASAUX, Augusto

Palavras chave:
sem palavras chave

Ano de Edição:
sem ano de edição definido

50,00€


Adicionar Sugerir

Título:
BARCELOS. Resenha Histórica - Pitoresca
Descrição:
Edição e impressão da Companhia Editora do Minho, Barcelos, 1927. In-8.º de 98(6) págs. Cartonagem, com cantos e lombada em sintético. Conserva capas de brochura. Obra de grande qualidade gráfica, constando no colofon o nome do compositor gráfico e do impressor: Manuel Miranda e Delfino Pereira.Profusamente ilustrada com gravuras desdobráveis impressas sobre papel couché em extra-texto protegidas por folhas de papel vegetal impressas com as legendas das mesmas.
RARO.
Observações:
Excelente monografia onde se apresentam temas como: "Origem de Barcelos"; A civilização romana"; "O foral e as inquirições"; "A população e o concelho"; "O Brasão"; A gens barcelense", entre outros.
“Resenha modesta, sem demasia de citações ou disserto explanado, isto que vai lêr-se — dois traços — destina-se ao viajante, que não tem tempo a perder mas deseja conservar uma nota rememorativa do que viu. Não cansemos os cansados escreveu alguem vincando os espíritos apressados, as vontades fatigadas, que hoje somos pela exaustiva vida moderna tão agitadamente vivida. E assim este escôrço apenas será protocolar indicador ao forasteiro das tradições da Dona do Cávado, jóia ridente do jardim Minhoto, canteiro de maravilha da muito nobre Terra Portugalense esta — tira de sol entre dois azuis religiosos — céu e mar — para todo o sempre abençoada”.
Voltar