Banner Temas de Livros

Palavras chave | Key Words

Açores | África | Afrodite | Agricultura | Alemanha | Alentejo | Algarve | América | Anais | Angola | Anti-Clericalismo | Antologia | Aramaico | Arqueologia | Arquitectura | Arquitectura Militar | Arquitectura Religiosa | Arte | Arte Monumental | Arte Popular | Arte Portuguesa | Artes Decorativas | Artes Plásticas | Artesanato | Autógrafos | Aveiro | Azurara | Barrancos | Beira | Bibliofilia | Bibliografia | Biografia | Botânica | Braga | Bragança | Brasil | Cabo Verde | Caça | Calão | Camiliana | Camilo | Camões | Campo Maior | Caricaturas | Casa de Bragança | Castelo Branco | Castelo de Vide | Catálogo | Ceilão | Censura | Cerâmica | Cervantes | Ceuta | Chaves | China | Ciências | Ciganos | Cister | Coimbra | Colonização | Conto | Contos | Costumes | Cristãos Novos | Crítica | Crónica | Culinária | D. Henrique | Dança | Descobrimentos | Descolonização | Diário | Dicionário | Diplomacia | Direito | Ditadura | Douro | Economia | Edição especial | Educação | Educação Sexual | Emigração | Ensaio | Epístola | Epistolografia | Ericeira | Erotismo | Escultura | Esoterismo | Espanha | Estado Novo | Estanho | Estremoz | Etnografia | Europa | Fado | Fauna | Fernando Pessoa | Figueira da Foz | Filologia | Filosofia | Flora | Folclore | Fotografia | França | Galiza | Genealogia | Geografia | Goa | Grécia | Guerra | Guerra Peninsular | Guiné | Hagiografia | Hebraico | História | História Natural | Idade Média | Igreja | Iluminura | Ilustração | Imprensa | In Memoriam | Índia | Inglaterra | Inquisição | Invasões Francesas | Islão | Itália | Japão | Jesuítas | Jogo de Cartas | Jornalismo | Judeus | Latim | Leiria | Liberalismo | Linguagem | Linguística | Lisboa | Literatura | Literatura de Cordel | Literatura de Viagens | Literatura Infantil | Literatura portuguesa | Livro | Macau | Maçonaria | Madeira | Malacologia | Mariana Alcoforado | Marinha | Marquês de Pombal | Marrocos | Medicina | medieval | Memórias | Minho | Misericórdias | Missões | Mitologia | Moçambique | Moda | Modernismo | Monarquia | Monarquia Constitucional | Muçulmanos | Música | Música Portuguesa | Neo-Realismo | Novela | Novelas | Ordem Monástica | Oriente | Ourivesaria | Pesca | Pintura | Piratas | Poesia | Poesia Trovadoresca | Polémica | Polícia | Política | Porto | Portugal | Presença | Primeira Guerra Mundial | Primeiras edições | Propaganda | Prostituição | Queirosiana | Quintentista | Rafael Bordalo Pinheiro | Raro | Regional | Religião | Religiosa Portuguesa | Renascimento | República | Restauração | Revista | Romance | Romanceiro | Romantismo | S. Tomé e Príncipe | Salazar | Sátira | Sebastianismo | Segunda Guerra Mundial | Sermão | Sexualidade | Sintra | Sociedade | Solares | Tauromaquia | Tavira | Teatro | Tecnologia Tradicional | Teologia | Termas | Terminologia Militar | Timor | Tipografia | Tiragem Especial | Torres Vedras | Tradução | Trás-os-Montes | Tratado | Turismo | Ultramar | Viagens | Vila Real | Vinho | Viseu | Vista Alegre | Zoologia

Módulo background

Música

Foram localizados 10 resultados para: Música

 

Referência:13210
Autor:ALMEIDA, António Victorino d'
Título:HISTÓRIAS DE LAMENTO E REGOZIJO
Descrição:

Parceria A. M. Pereira, Lisboa, 1968. In-8º de  285-(3) págs. Br. Capas de brochura com alguns picos de acidez.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

 

Observações:

Primeiro livro do autor, Maestro que é figura incontornável quando se fala de música e de cultura portuguesa.

Da badana:
"Alheado de possíveis defeitos, próprios de um primeiro livro, o leitor sente-se 'agarrado', e vê, comove-se, ri, pensa, reage, mas não consegue soltar a atenção e o interesse e tem de ir até ao fim!
"Isso mostra que o músico António Victorino d'Almeida possui as qualidades de imaginação e poder comunicativo que, pela experiência, fazem um escritor. Também pela experiência é que o seu muito e reconhecido talento fizeram dele o músico que é.
"Bem vistas as coisas, não há músicos, nem pintores, nem escritores. Há simplesmente — artistas, E é o caso."

Preço:18,00€

Referência:12567
Autor:CANDÉ, Roland de
Título:DICIONÁRIO DOS MÚSICOS
Descrição:

Edições 70, Lisboa, 1994. in-8º de 364 págs. Br. Ilustrado ao longo do texto. Integrado na colecção "Lexis".

Observações:

Obra de consulta muito completa e prática sobre o mundo da música e da sua evolução, através verbetes sobre os compositores que, segundo ao autor, mais contribuíram para a riqueza e a diversidade da arte dos sons.

Preço:12,00€

Referência:11847
Autor:CARVALHO, Pinto [Tinop]
Título:HISTÓRIA DO FADO.
Descrição:Publicações D. Quixote, Lisboa, 1982. In-8º de 292-(4)págs. Br. Ilustrado comretratos dos grandes amadores do fado (na sua maioria de origem aristocrática e de fadistas e guitarristas de final do século XIX.
Observações:Obra muito interessante que contém letras dos fados mais famosos; estudo comparativo das canções nacionais de outros países; o carácter das canções populares portuguesas; o fadista do Porto e o capoeira do Rio de Janeiro; as mudanças no traje do fadista ao longo do século XIX; história da vida e morte da Severa; a terminologia do fado; os motes antigos para cantar o fado; o fado e o fandango; a aristocratização do fado; e um importante índice com títulos de fados (Elenco de Fados) nas últimas páginas.
Preço:19,00€

reservado Sugerir

Referência:13590
Autor:CUNHA, Faustino António da
Título:LIVRO D'OURO DO FADISTA Nova collecção de fados para cantar ao piano e águitarra, escriptos e recopilados por
Descrição:

Livraria Portugueza e Estrangeira, Porto, 1878. In-8º de 128 págs. Br. Conserva capas de brochura. Cadernos por abrir.

INVULGAR.

Observações:

Obra muito curiosa e de pendor satírico que encerra letras de fados como "o fado do caminho de ferro, o fado das palavradas, novo fado da gíria" entre muitos outros.

Preço:40,00€

Referência:12483
Autor:FRIAS, Sanches de
Título:ARTHUR NAPOLEÃO: Resenha comemorativa da sua vida pessoal e artística
Descrição:

Subsidiada por amigos e admiradores do artista, Lisboa, 1913. In-8 º de  296 págs. Encadernação meia inglesa com lombada em sintético com dizeres a dourado. Ilustrado em extra-texto.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

INVULGAR.

Observações:

Biografia de Arthur Napoleão, pianista, compositor, editor de partituras musicais, professor e comerciante português.
Considerado uma criança prodígio, tendo dado o seu primeiro recital aos sete anos de idade. Fez recitais por toda a Europa, tendo tocado em dueto com Henri Vieuxtemps e Henryk Wieniawski.
Em 1866 estabeleceu-se no Rio de Janeiro onde se tornou comerciante de instrumentos musicais e partituras e editor de músicas. Como editora, a famosa Casa Artur Napoleão contribuiu significativamente para a divulgação da música brasileira durante décadas.

Neste livro escrito pelo Visconde de Sanches de Frias, e dedicado “a Portugal e Brasil. As duas nações estreitamente parentas uma, que presidiu ao nascimento, e gosou os primeiros triunfos do famigerado pianista, e outra, que o acolheu, e préza como filho dilecto” o autor propõe-se a prestar uma homenagem ao músico em vida. A precisão cronológica e a riqueza de detalhes  fazem supor que a base do trabalho de Sanches de Frias, incluindo o acervo fotográfico tenha sido a autobiografia, nunca publicada do pianista.

"perante numerosa e escolhida concorrência, aos seis anos e meio de idade, a 11 de Novembro de 1849, em casa do abastado portuense Duarte Guimarães (...). O Nacional, gazeta desse tempo, ao noticiar a curiosa festa, dizia: — O pequenino Arthur tocou, a quatro mãos, com variações, num piano duro e de largo teclado. Se não fosse a presença de seu pai, que o acompanhava, dir-se-ia que o piano tocava por si, tal era a pequenez do músico."

 

 

 

Preço:0,00€

Referência:9091
Autor:GRAÇA, Fernando Lopes
Título:TALIA, EUTERPE 6 TERPSÍCORE
Descrição:Atlântida, Coimbra, 1945. In-8º de 415-(1) págs. Brochado, inteiramente com os cadernos por abrir. Capa de brochura ilustrada por Vitor Palla.
Cortes marginais nas capas de brochura, devido a diferença de tamanho com o miolo. Carimbos editoriais de oferta no ante-rosto.
Observações:Estão reunidas neste volume parte das críticas sobre teatro, música e dança, que o autor escreveu, de fins de 1939 a princípios de 1945, nos periódicos Diabo e Seara Nova.
Preço:20,00€

Referência:9086
Autor:GRAÇA, Fernando Lopes
Título:MUSICALIA
Descrição:Vertice, Coimbra, 1967. In-8º de 302-(1) págs. brochado.
Observações:Esta é a edição portuguesa, pois o livro fora dado primeiramente à estampa no Brasil em 1960. Desta edição apenas um reduzido número circulou em Portugal. Foi aumentada e completa-se com um índice alfabético de todos os nomes próprios e de títulos de obras citadas.

Importante livro de impressões, ideias e sugestões pessoais de investigação e especulação erudita.
Preço:20,00€

Referência:11848
Autor:HENRIQUE, Luís
Título:INSTRUMENTOS MUSICAIS
Descrição:Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 1988. In-8º de 474-(2) págs. Br. Profusamente ilustrado ao longo do texto e em extra-texto.
Observações:Estudo científico dos instrumentos em geral e a sua divisão em Aerofones, Cordofones, Membranofones, Idiofones.
Preço:10,00€

Referência:11850
Autor:OLIVEIRA MARQUES, Henrique
Título:DICIONÁRIO DE TERMOS MUSICAIS
Descrição:Editorial Estampa, Lisboa, 1986. In-8º de 809-(19) págs.
Observações:Dicionário muito completo de termos musicais, em cinco linguas: Português; Francês; Italiano; Inglês; Alemão.
Preço:20,00€

reservado Sugerir

Referência:13617
Autor:SOUSA, Avelino de
Título:O FADO E OS SEUS CENSORES. (Artigos colligidos d’A Voz do Operario). Crítica aos detractores da canção nacional. Com uma Carta do illustre poeta dramaturgo Dr. Julio Dantas
Descrição:

Editor, O Auctor, Lisboa, 1912. In-8º de VIII-56 págs. Br. Capas de brochura com picos de acidez. Ilustrado com uma fotografia do autor em extra-texto.

PRIMEIRA EDIÇÃO.

Observações:

Obra de referência para a  história do Fado que reúne nove longos artigos de Avelino de Sousa  anteriormente publicados no jornal A Voz do Operário.

Da carta-proemio de Júlio Dantas:
“Ser-me-hia muito agradavel conversar com os meus amigos dr. Samuel Maia e Forjaz Sampaio, sobre um assmpto que com tanta originalidade trataram. O fado, simples annotação melodica do sentimento popular, não merece, talvez, que se preoccupem tanto com elle,— e muito menos que o discutam sob o ponto de vista da hygiene social. Uma canção não faz degenerados; os degenerados é que podem ter predilecções por determinada canção, — e, em geral, por determinada fórma d’arte.”.

Preço:29,00€